Recorte da imagem que ilustra a capa da Ult370. A arte é de Rick Szuecs

Já virou clichê falar que estamos em crise. Não é novidade para ninguém. O pior é a sensação de que a tal crise só se aprofunda e ganha novas dimensões. Mas e daí, o que os cristãos têm a ver com isso? As Escrituras oferecem orientações de como deve ser a postura do seguidor de Jesus? Essas e outras perguntas deram norte à matéria de capa da próxima edição da revista Ultimato, que acaba de entrar em gráfica.

A edição de março-abril da revista Ultimato trata de temas atuais do país. Os colaboradores focam em quatro pontos principais: Paul Freston escreve sobre as rupturas da igreja evangélica, Christian Gillis sobre o cenário político e social, Andrea Vargas e Guilherme de Carvalho sobre questões que envolvem sexualidade e o pastor Osmar Ludovico afirma que a única esperança para um Brasil melhor é o Cristo vivo.

Sim, apesar da escuridão destes dias difíceis, esta edição da revista é um chamado à esperança. É preciso lembrar que “aqueles que acreditam em um Deus soberano devem ser menos irritados, menos ansiosos e menos temerosos. Uma das ordens mais repetidas na Bíblia é ‘Não temas’. Deus é o autor e finalizador de nossas histórias, tanto individual quanto coletivamente”.

O infográfico desta edição, “Retrato da Velhice no Brasil – Um Brasil mais grisalho”, com indicadores a respeito do envelhecimento no Brasil, fala também de oportunidades e desafios para a igreja. Esse infográfico é uma maneira de Ultimato prestar homenagem aos leitores com mais de 60 anos, alguns dos quais acompanham a revista desde os primeiros anos, como o seu Sebastião Lisboa Vargas, 81 anos. Ele é o primeiro assinante de Ultimato e, nesta edição, conta o seu testemunho de conversão na seção “Aconteceu Comigo – Meu Encontro com Jesus”.

Para quem ainda não anotou na agenda. As comemorações dos 50 anos continuam por todo o ano. O culto de gratidão acontece dia 14 de abril em Viçosa, MG. Você está convidado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>