Photo by Karl Fredrickson on Unsplash

Ambiente de frustrações e alegrias, comunidade de santos e pecadores, abrigo para fortes e fracos. A igreja é um mosaico paradoxal! Embora seja “motivo” de decepção para muitos, ela, porque é projeto de Deus, permanece sendo motivo de entusiasmo para muitos outros que sonham com uma igreja viva, que ame a Deus, ame ao próximo e manifeste ao mundo esse amor servil.

Se você está pensando em desistir da sua comunidade de fé, os textos abaixo podem lhe ajudar a mudar de perspectiva. Ou se você é um autêntico entusiasta da igreja, eles podem lhe animar ainda mais. O conteúdo a seguir, publicado no Portal Ultimato e nos diversos blogs, durante o mês de julho, é para inspirar leitores a sonharem com uma “Igreja Viva”. Confira!

Marcas de uma igreja acolhedora
A igreja por si só não promove a comunhão. A comunhão verdadeira é obra do Espírito Santo. [Jeremias Pereira]

A Igreja de Jesus Cristo e a igreja evangélica brasileira
O que chamamos “igreja evangélica brasileira” não significa mais nada, ou melhor, significa tanta coisa que não faz mais diferença o que significa. [Ed René Kivitz]

Entre dores e amores: comunhão na comunidade
A fé cristã é relacional, comunitária. É pessoal, porém não é privada. Precisamos uns dos outros. [Karen Bomilcar]

Carisma e caráter na Igreja
Uma igreja genuína, autêntica e cheia de vida é a mesma coisa que uma organização dinâmica, eficaz e engajada? [William Lane]

O poder do testemunho
O mundo precisa outra vez ser impressionado pela vida dos cristãos. [Luiz Fernando]

10 verdades sobre o evangelho, a igreja e a missão
A primeira missão da Igreja não é proclamar, mas morrer. Somente morrendo para nossos pecados e desejos viveremos para Cristo. [Ronaldo Lidório]

A adoração na igreja viva
A adoração em uma igreja viva provém de uma disposição do coração, que se harmoniza, afetuosamente, com o que Deus é e faz. [Rubem Amorese]

Quem são e o que fazem os “evangelicais”?
Para entender melhor a história, as tendências do evangelicalismo a partir de 1910 [Bertil Ekström]

Igreja: Uma palavra destruída
Somos mais competentes em usar a marreta do que a colher de pedreiro. Mas para cada imitação barata da igreja há milhares de autênticos discípulos de Cristo. [Gerson Borges]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>