A edição de novembro-dezembro da revista Ultimato já chegou aos leitores.

Para variar, Paul Freston toca na ferida. Dos muçulmanos, dos cristãos, dos budistas, dos hindus. O artigo, O filme anti-islâmico e outras ofensas lembra os protestos depois da divulgação do longa A Inocência dos muçulmanos, ofensivo a Maomé e aos muçulmanos. O filme está no You Tube.

A ofensa é exclusividade muçulmana? O cristão pode ofender? Bem, é verdade que Jesus ofendeu muita gente… Você não pode deixar de ler.

Foto: Mulheres muçulmanas protestam em frente a embaixada americana em Bangcoc. Portal Terra.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *