Michael já não é mais. Embora seu corpo frio e sem vida esteja ainda na terra dos viventes, ele já não é mais. A mídia aqui nos EUA não fala em outra coisa. Se estou sabendo da situação política em Honduras, das bombas atômicas na Coreia do Norte ou da violência dos últimos dias na China, posso assegurar-lhes que não foi por meio da TV americana.

O curioso é que falam que a morte de Michael Jackson nos pegou “de surpresa”. A mim, pelo menos, não pegou. Não consigo ver um Michael senil, enrugado e de bengalas. Michael gostava de ver o jovem no espelho – como ele mesmo colocou em “The man in the mirror” –, mas não suportaria ver-se velho. Iria tentar de todas as formas esticar seu rosto, já deformado por inúmeras plásticas. Contudo, não resistiria novamente ao fio da navalha.

Michael quis ser jovem para sempre, assim como Peter Pan. Ergueu seu castelo em Neverland, a “terra do nunca”, e lá fez seu show. Se todas as crianças crescem, Peter Pan não. Michael também não quis crescer, e quando achava aquela vida sem graça e sem holofotes, corria todos os perigos, perdia todos os sentidos. Cazuza tinha razão… “vida louca, vida breve”. Michael dispensou as metáforas e tornou-se a própria metonímia; tornou-se thriller.

Se quem morre jovem são os bons, não sei. Contudo Michael “se cansou de tanta babaquice, tanta caretice”. Sua morte não é uma surpresa. Mesmo na terra do nunca a realidade às vezes se mostra. Michael agora está na terra do sempre, do eterno… tomara que não em companhia do Capitão Gancho.

  1. Maravilhoso comentario Aquila. Precisamos olhar ao redor do mundo e perceber que o céu esta caindo em nossas cabeças. Sabendo sempre que…” O Tempo nao Para”.

  2. Boa noite Aquila!
    Sim…Michael morreu já faz um bom tempo. Fonograficamente e artisticamente os últimos anos foram decisivos para bloquear/limitar/adoecer ainda mais a pessoa por detras de tantas plátiscas…a vida é breve (como dizia Lobão…na voz de Cazuza). Os bons necessariamente não morrem jovens (parafraseando Renato Russo), mas revelam de alguma maneira limitada e tosca, a nossa finitude. Michael morreu…agora fica o legado musical de um artista incomparavelmente talentoso e único!
    Abrs! Peace!

  3. Ptor Melo (José Campos de Melo)

    Despculpa-ma Àquila, mas qual fonte vc usou para embasar o teu texto?
    E que compositores, inclusive endossado pelo Vladimir, são esses que vc cita? Não são exemplos para serem usados para denegrir a imagem do Michael Jackson, ele por si só já o faz.
    Afinal: Quem foram -são- esses Lobão, Cazuza e Renato Russo?
    Parece-me, com todo respeito, que o Michael Jackson era portador de uma necessidade, desconhecida por ele mesmo, de ajuda profissional e espiritual (de Jesus)….E, esses que deram, aparentemente base para o teu texto, são diferentes?

  4. Também não vejo diferença, espiritualmente falando, entre Michael, Renato Russo, Cazuza, Elvis Presley e tantos outros, todos eram SUPER CARENTES de Deus. Reconheço a qualidade profissional, o talento de cada um deles e quanto eles favoreceram a música no mundo, tendo hoje até muitos estilos adotados em nossas igrejas. Imaginem se todos estes tivessem usados seus talentos para o reino de Deus, mas a fama, o dinheiro, o sufocaram. Não quero precipitar minha opinião quanto a salvação deles, pois se em algum momento houve arrependimento com sinceridade houve perdão.

  5. Gostei do post, só espero que não interprete outros textos da mesma forma que utilizou -de uma maneira bastante ‘torta’- a musica man in the mirror.
    abração

  6. Áquila gostei do comentário sei que no dia do julgamento quando jesus voltar veremos Michael seu pai sua mãe e seus irmãos , será que ele conheceu a JESUS antes de morrer?

  7. Michael Jackson está sendo redimido pela morte, visto que com ela reviveram os comentários acerca de seu talento. Mas, francamente, seus maus exemplos foram superiores ao seu legado artístico.

    Poucos tem falado de seu racismo. O que é pior: tentar eliminar a raça dos outros (Hitler) ou tentar eliminar a sua, embranquecendo-se daquela forma? Michael evidencia o racismo na sua pior forma, que é a negativa de sua própria raça.

    Que o Senhor tenha tido misericórdia e que Michael o tenha encontrado nos seus últimos momentos, pois, de sua lembrança, sente-se mais pena do que admiração.

  8. Ô gente sem noção. O autor do texto usou apenas trechos de músicas (seculares, sim. Poderia usar gospel também, qual o problema???) para falar do tema. Ele não disse que nenhum dos compositores era exemplo, como NENHUM de nós o é, porque somos falhos, pecamos todos os dias, temos lá 15.878 defeitos (senão mais!)…
    O problema de alguns é não conseguir ler algo sem querer meter o pau… Não enxergaram a sutileza do texto, sua doce e fina ironia… Mas não liga, não, Áquila… O Brasil é ‘campeão’ em analfabetos funcionais!!!!!

  9. Acho incrível como uma pessoa digna de misericórdia como MJ, pela história trágica etc, seja tão engrandecida pela mídia em geral e, consequentemente, pelas pessoas. Essa história triste, se bem que permeada por lampejos de sucesso (público e não pessoal) não é modelo a ser seguido. E inclusive muitos cristãos, fãs incondicionais, não separam o artista Michael da pessoa doente que era, a ponto de idolatrá-lo. Esquecem-se da atitude racista que tomou ao tingir sua pele de branco (essa história de Vitiligo é pra boi dormir… vitiligo afila o nariz também?), dos escândalps envolvendo crianças (não estou afirmando que ele fosse pedófilo), da forma como teve e “criou” os seus filhos. Enfim, só queria ouvir uma voz no deserto que ponderasse a enxurrada de comentários engrandecedores que tem sido feitos ultimamente aoaclamado “Rei do Pop”. É bem verdade que quando a pessoa morre, vira quase santo, mas temos que aprender tanto com as coisas boas quanto com as ruins.

  10. Octavio F, B, Almeida Filho

    Áquila,
    gostei de seu comentário, apesar de também concordar com o Pr Melo (acima), aparentemente, faltou Jesus!
    …mas também não quero me precipitar, simplesmente, prefiro esperar, como vc disse, que não esteja nas mãos do Cap. Gancho.

    MJ foi inegavelmente um artista completo (eu disse artista). Como homem, ou como Peter Pan, e com toda sua riqueza material, seu fim me pareceu um tanto deprê… deveria ter prestado mais atenção àquele “velho” texto que aprendemos desde a infância, na EBD (ele também deve ter ouvido):
    “Alegra-te, jovem, na tua juventude, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade; anda pelos caminhos que satisfazem ao teu coração e agradam aos teus olhos; sabe, porém, que de todas estas coisas Deus te pedirá contas.
    Afasta, pois, do teu coração o desgosto e remove da tua carne a dor, porque a juventude e a primavera da vida são vaidade.
    Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer;” Ec 11:9-12:1

  11. Onde esta o amor de Jesus? Acho que o exemplo que nosso Senhor nos deixou é bem outro.. Perdão..misericórdia..amor ao próximo..o único exemplo verdadeiro que temos é o do Senhor Jesus. Qual a medida p/ ser usada ao falar de MJ, Lobao, Cazuza, eu, vc? Acho que o foco verdadeiro é um só, sem medidas. Nem muito nem pouco. Só lamento muito e me entristeço ao imaginar, e concluir, de que a sua vida nao foi baseada no amor de Jesus. Por isso o muito nao era nada e nada o completava de verdade. Caso contrário tlvz ele nao vivesse rodeado de aberraçoes como era. Pena nao ter conseguido com que o seu grande talento, presenteado por Deus, o fizesse feliz como fez a muitos. Desejo a todos muito AMOR! 🙂

  12. tenho 46 anos de vida. passei minha adolescencia ouvindo MJ. o admirava pelo seu talento notável, suas musicas e sua imcomparavel vóz. nunca o idolatrei, mas gostava dele e uma tristeza me tomou, ao saber de sua morte, por que minha preocupação éra saber se ele teria em sua vida, alguma chance de ter um encontro com Deus. Como poderemos saber?? quem poderia firmar sim ou não??? quem sabe o que há no intimo de cada pessoa??? não o julgo, todos somos pecadores, mas por que então, Deus derramou tanto talento em alguem que NUNCA pudesse ADORÁ-LO????? pensemos… abraço Aquila e entendi sua mensagem.

  13. Daniel Thomaz de Aquino

    O texto do Áquila é bom, ele faz seus comentários mas não como um juiz…agora o que não me surpreende são os comentários dos irmãos sobre MJ e o texto, quando é que nós ditos Cristãos vamos para de julgar os outros e sua vida ou se foram para o céu ou inferno…tenha dó….é lastimável que isso aconteça com tanta frequência e afasta tantas pessoas do que chamam Igreja…

  14. Sr. Áquila, acredito que alguns não ecompreenderam sua reflexão a respeito da filosofia de vida de MJ. No entanto, eu espero que esse texto sirva de alerta àqueles que ainda vivem, para que não cometamos os mesmos desatinos que MJ, CZ e tantos outros artsitas que, a despeito das verdades que conheciam, deixando isso expresso em suas canções, não souberam aplicá-las às suas vidas de forma sábia. Tivessem feito isso, talvez tivessem chegado ao connhecimento de Deus.

  15. Gostei do texto.Pra mim, Michael, vem morrendo ao longo dos anos, mas precisamente, final dos anos 80 e década de 90. O Michael de agora nada tem do Michael do início dos anos 80. Aquele que eu admirava. Esse de agora,sinceramente, era digno de compaixão e misericórdia.O certo é que não deve-se divinizá-lo, porém também não deve-se diabolizá-lo. Ele era um ser humano e como humano,ele não era 100% bom, nem 100% ruim. Ele era apenas um ser humano talentoso e psicologicamente doente.Que possamos aprender a enxergar os seres humanos não como juízes, mas que possamos olhá-los com piedade e ternura.

  16. Na minha opinião a gente deve se preocupar mais em amar as pessoas, famosas ou não, e interceder por elas, pois quem julga esquece do amor, principal mandamento de Jesus. A gente só enxerga o exterior. Somente Deus sabe o que realmente se passava na mente e na vida de Michael Jackson.
    Fiquem com Deus.

  17. Pessoal,

    Vamos nos despertar para o que Deus deseja de cada um de nós: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho. Ir por todo o mundo é falar do amor de Deus, da salvação que só existe através de Jesus porque quando fecharmos nossos olhos vamos nos encontrar com o Grande Juiz e só por Ele seremos julgados. Nenhum de nós nunca conheceu MJ portanto não temos autoridade para falar da pessoa dele senão o que sabemos através da mídia que informa o que gera mais lucro. Com o Amor de Deus que excede a todo o entendimento
    humano.

  18. O Michael tinha vitiligo, ficou branco por causa do tratamento, apenas os seus filhos são brancos, todas as pessoas que trabalhavam para ele são afrodescendentes. Ele devia orgulhar-se sim de sua raça. E se ele não queria envelhercer… é muito triste a velhice mesmo!

  19. aos não informados michael jackson tinha virtiligo sim,essa doença existe ta é so consulta o google,uma pessoa que tem 39 entidades que cuidava de pessoas c om cancer,aids,que fez uma musica para ajudar a africa,que brigou com a sonny para que pagasse os cantores negros como os brancos,que era inocente das acusaçoes vai ate o arquivo do fbi,willian wagener ,afrodite jones mary fisher,geraldine hughues,charles thompson,e vai verificar como a midia é mentirosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>