Meninos e meninas,

A música "cristã" hoje mais parece o samba do crioulo doido! O hit do momento desta vez vem do Pelourinho: "Pó pará cum pó/Pó pará cum pó aê/Pó pará cum pó/Pó pará cum pó aê". O novo Axé de Cristo, que o Estadão de 26 de janeiro de 2009 chamou de "coqueluche de verão", parece ser mais uma daquelas iniciativas de evangelizar os foliões perdidos "deste mundo de meu deus". 

Não é de hoje que essas "baladas do Senhor" arrastam um considerável número de pessoas pra de trás do trio-elétrico ou para as pistas de funk. Alguém se lembra do "Chuta que é laço"? E da versão gospel da “Dança do créu”… ops, “Dança do céu”? ("Meu irmão, tu não vai pro céu se não conseguir no nível 5").

Olha, que Deus não tenha preconceitos musicais eu até concordo. Mas, como disse um amigo meu: "Uma coisa é a gente querer restaurar o que o diabo distorceu, como muita gente fala. Outra coisa é pegar a coisa distorcida e trocar a letra”.

É isso! Podem jogar as pedras! Mas EUAvisei!

Leia também A dança do créu e a versão evangélica do que é medonho

  1. Nos Tempos Atuais Vale a Intenção de se Utilizar Estratégias para Evangelizar, desde que feito com Moderação. Conheço muitos casos de Ex-Artistas Mundanos que se Converteram assim, através de Ministérios que Trabalham com a Música e os Frutos estão aí, como por Ex. Lázaro, entre outros da Bahia. A Jake que mencionam a Música acima na Matéria é uma Benção, ouçam o seu CD todo e depois Atirem a Pedra, o que acredito que Não Farão! Chega de Farisaísmo, e Vamos as Ruas Evangelizar enquanto é Tempo ao Invés de ficarem criando Teorias Teológicas sem Fundamento Bíblico. Davi dançou na Presença de Deus, e foi Extravagante, e nem por isso perdeu a sua Salvação.

    A ORDEM DOS ESTILOS NÃO ALTERA A SALVAÇÃO!

    Graça e Paz! Shalom Adonai!

  2. Grande Áquila!
    Fiquei muito feliz em te ver postando por aqui. Parabéns!
    Ótimo texto. Sugiro que desenvolva mais o assunto no futuro. Ele dá “muito pano pra manga”. Confesso que meu gosto musical é bem “secular”. Às vezes chego ao absurdo de ficar com medo de orar pela conversão de alguns cantores, pois temo que “gospelizem” suas letras e estilos. Que o Senhor tenha misericórdia de nós.

  3. Posso sugerir que conheçam o cd/dvd A LUZ DO TEU ROSTO, da Comunidade Evangélica de Maringá? Eles são a grande esperança de que a boa música evangélica sempre permanecerá.
    No mais… Alguém falou em “samba do crioulo doido”… Acho que foi até generoso no comentário!
    Paz em Deus.

  4. não é necessário copiar a música top parade só pra agradar e/ou atrair o povo… Eu creio em um Deus criativo, que concede criatividade aos seus filhos (Tiago 1:5) para criar músicas ricas e variadas.

  5. Muita boa a lembrança, de fato o “samba do criolo doido” tomou conta do cenário evangélico. Cenário este, que já vem se distorcendo a um certo tempo. Infelizmente, com a popularização de filosofias como a pluralização fica cada vez mais difícil falar contra essas modinhas “gospel”. Que Deus tenha misericórdia da música evangélica e levante mais grupos como o Logus e menos dos outros.

  6. Muito bom! É isso aí!
    Tem que denunciar mesmo! Tem que avisar mesmo!
    Eu hein! O que é isso??? Estão achando que Reino de Deus é o que?
    Temos mesmo que avisar antes que as pedras avisem! Aí, meu amigo, será tarde demais!

    Abraço, Deus abençoe!

  7. E infelizmente, exite sim, pessoas que querem introduzir pensamentos, comportamentos e atitudes carnais e mundanas para dentro da igreja, ou pior , para a vida dos cristãos.
    Deus tem poder e pode nos conceder através de sua graça, a criatividade de poder envangelizar de forma impactante e santa. Não precisamos copiar ou modificar atitudes mundandas para expandir o reino de Deus

  8. Irmãos, vamos tomar cuidado com as expressões. “samba do crioulo doido” pois está totalmente ligada com a nossa cultura afro. Deus usa muitas formas de nos atrair. Eu e minha familia nos rendemos a Cristo, chamados durante o louvor (música) E ninguém veio nos falar desta preocupação musico-teológica, apenas do plano de salvação. Ou será q foi o ritmo, estilo que nos convenceu? Misericórdia, Senhor.

  9. Assisti o vídeo da Jake. Achei a música ótima! Também gosto muito do CD do Adriano Gospel Funk (o cara que canta “chuta que é laço”). Usei o CD para trabalhar com crianças da favela e o resultado foi incrível. Acho engraçado as pessoas quererem determinar, com tanta autoridade, o rumo certo pra “música evangélica”. Ainda bem que Deus não vai apenas onde “achamos que ele deve ir” e não usa apenas quem “achamos que ele deve usar”.

  10. paulo sérgio nascimento costa

    É bom esse cuidado, mas não vejo porque se preocupar com esses pormenores. Não quero aquí dizer sim ao comodismo, mas percebo que é impossível ter controle sobre essas coisas. Penso que o que tem fundamento permanece em meio ao mal!

  11. FRANCISCO JOSÉ DEFANTE

    Claro que sempre haverá distorções e futilidades, não só na música cristã como em outras áreas so ministério cristão. Mas acredito que o saldo é positivo. Creio que o Senhor está “reedificando o tabernáculo de Davi” (Atos 15.16), o que fala de louvor, Ainda há muito trigo, muita gente boa e séria na música cristã.

  12. Ai Dj to com voce e não abro. Temos muitas teorias e ate conhecimento da palavra, mas junto com tudo isso vem a vergonha de colocar a cara e a voz p/ falar do amor de Deus. É o que muitos artistas( Cristãos) tem feito no momento, e junto com a coragem deles vem as pedras, mas beleza, pois podemos ver os frutos. Se o Pai deixou a criatividade poque não usa-la.? Galera, sei que muita gente tem criatividade p/ expor a palavra de Deus de uma força maravilhosa. É só deixar o Espirito Santo te guiar.
    Que Deus nos ajude a olhar p/ mundo em que vivemos com olhos de amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>