“Não existe nada melhor do que comer, beber e encontrar prazer em seu trabalho. E vi que isso também vem da mão de Deus” (Ec 2.24, NVI).

Equipe Ultimato, amigos, autoridades locais e convidados da cidade de Viçosa participaram do cultor de celebração e louvaram ao Senhor pelos 40 anos da Ultimato. O culto aconteceu na Igreja Presbiteriana de Viçosa e o pregador foi o amigo e pastor Ariovaldo Ramos, que falou da bênção que é a igreja ter pessoas que falam aquilo que deve ser falado. Antes, ele fez referência à última edição da revista que contesta algumas afirmações do Bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo.

Deus expulso do templo
O primeiro texto abordado foi o de Lucas 3.1 e 2. Segundo o pastor, Deus foi expulso do templo e foi para o deserto. A presença de dois sumo-sacerdotes nos diz que havia algo de errado no templo, o que fez Deus ir par ao deserto onde encontrou João Batista. “Eu sou a voz daquele que clama no deserto”, não é João quem clama, “aquele” é Deus e João é a sua voz.

Jesus expulso da igreja
A segunda exposição foi em cima de Apocalipse 3.20. Ariovaldo afirmou que nem sempre os sacerdotes são aqueles que ajudam Jesus a construir a igreja. No caso de Laodicéia, a riqueza se tornou a segurança deles e a necessidade de Jesus foi posta de lado. Ele foi expulso da igreja e quando isso acontece é necessário que alguém abra a boca. E João, o apóstolo, abriu.

Deus não desiste da Igreja! “Deus precisa de gente que tenha coragem de falar que o Espírito continua falando à igreja”, afirma o pregador.

Incrédulos na igreja
O terceiro texto abordado foi o de Mateus 28.16 e 17. Ariovaldo chamou atenção para o fato de que o começo da igreja foi complicado: com apenas 11 membros, alguns deles duvidaram. Essa divisão existiu, esteve presente e permanece na Igreja, ela se baseia no fato de que uns têm fé e outros não. “A questão é que os que duvidaram também fazem parte da igreja. Os que adoram e os que duvidam”, diz o pastor.

No meio disso tudo, a Igreja permanece. Pois Jesus está à porta e bate e vai continuar batendo… “e eles ouvirão”. Deus vai continuar falando através dos que ouvem e dos que insistem em contar o que ouviram, pois Deus não desiste da Igreja.

Graças a Deus pela sua insistência, pela sua misericórdia e porque foram essas coisas que possibilitaram o milagre de Ultimato completar 40 anos!

O culto terminou com vários bolos e uma bela festa!

Por Tábata Mori

  1. Sou grata por receber o boletim de “Ultimato”. As mensagens revigoram-me a fé. Gosto dessa revista e louvo a Deus pela seriedade com que os temas são tratados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>