Por Eunice Bueno Cunha

Esse ano eu vou guardar na memória como um ano de marcos, de fincar estacas, amadurecer e colher frutos do trabalho que Deus nos deu pra fazer.

Podemos comemorar!

 

image004 Santo Antonio do Tracajá.

Em Março de 2012 pisamos naquela comunidade pela primeira vez. Pr. Abimael, da Primeira Igreja Batista de Parintins, Ester, e eu, levados pelo César, no pequeno avião de Asas de Socorro. Lá de cima eu vi Santo Antonio e achei um lugar muito lindo. Uma região cercada de mata, de frente para um rio que só pode ser fruto da criação do Senhor.

Fomos recebidos pelo prof. Valter que nos deu muitas informações sobre a comunidade e nos convidou para conhecer a casa dele, onde pela primeira vez fui apresentada ao café com tapioca. Mas é café com farinha de tapioca misturada, diferente de tudo que já comi.

Aí nasceu um relacionamento que se transformaria em uma grande amizade.

Prof. Valter Menezes é uma pessoa que ama a sua comunidade. Foi pra lá como um missionário da igreja católica interessado em levar o evangelho para as comunidades do Rio Tracajá.  Hoje depois de quase 20 anos, dirigi os trabalhos da igreja e ali construiu uma história de pioneirismo e de compromisso com seu povo.

A Escola Luiz Gonzaga é uma referencia na região. Tem mais de 250 alunos que vem também das comunidades ao redor. São mais nove comunidades no entorno.

Após a realização da primeira Clínica de Saúde Valter foi até o barco conversar e disse: Dona Eunice, Asas de Socorro podia construir uma base aqui. Senti que era a demonstração de que éramos bem vindos.

image015De lá pra cá as oportunidades de relacionamento com essa comunidade foram crescendo: As Clínicas de Saúde continuaram a acontecer, um novo projeto surgiu em parceria com os Alunos do Professor Valter, Projeto Água Limpa, por demanda da comunidade começamos um trabalho de melhorias das unidades sanitárias, construindo fossas e banheiros junto com eles. Muita conversa com as lideranças, várias visitas, algumas oficinas, capacitação das lideranças estendida às outras comunidades do entorno, agentes comunitários de saúde, líderes comunitários, professores.

Dia 20 e 21 último estive lá. Fui honrada com o convite dos alunos formandos do ensino médio para ser Patrona da Turma. Asas de Socorro e a Igreja Batista de Parintins foram lembradas em todos os discursos da noite. Muitos agradecimentos…

Dei uma lanterna de presente para cada um e deixei um lembrete que Jesus é a Luz que todos nos precisamos, principalmente aqueles jovens que agora vão seguir rumo à idade adulta, muitos vão para a cidade onde enfrentarão um mundo novo.

Valter me entregou um cartão com uma mensagem de Natal, desejando a mim e a Asas de Socorro um Feliz Natal e a promessa de “contribuir mais nos projetos do Asas”. Ele e a Comunidade do Tracajá serão um dos doadores da campanha Amazônia #tamojunto. Segundo as palavras dele: “Nós aqui do Tracajá queremos ajudar o Asas a ajudar outras comunidades como a nossa.” E finalizou deixando a todos um abraço do tamanho do Amazonas.

Juraci meu marido e eu saímos de Santo Antonio com um nó na garganta, segurando as lágrimas.  E hoje, recebi uma mensagem que os comunitários de Santo Antonio do Tracajá doaram um terreno para que a Igreja Batista e Asas de Socorro sejam parte da sua comunidade.

Quem conhece a região e sabe dos conflitos entre as bandeiras religiosas, sabe que a Vitória é do Senhor Jesus e vai dizer ALELUIA !!!!

Por isso vale a pena dizer um SIM

Amazônia #tamojunto

Vamos juntos continuar com essa Amizade do tamanho de uma Comunidade.

 

72909_307760066027466_443509989_n (1)Eunice Bueno Cunha é Superintendente de Projetos de Asas de Socorro. Este ano tem dividido seu tempo entre atividades de coordenação a partir de Anápolis, GO e visitas aos campos no estado do Amazonas. Conheça mais sobre o trabalho da instituição.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.