microfone

Por Alfredo Mora

O trabalho dedicado dos cristãos tem contribuído para transformar as horríveis condições de dor que afetam milhões de crianças na América Latina.

Mas a tarefa que ainda temos pela frente não é fácil, nem de curto prazo. Devemos nos esforçar mais, não somente para aumentar o número de crianças que podemos atender, mas também a profundidade do impacto que podemos conseguir. Para cada criança que tem um lugar para dormir em um projeto social da igreja, da ONG ou do governo, há 39 crianças esperando nas ruas ou em um ambiente perigoso, pela oportunidade de ter um lugar seguro que garanta seu desenvolvimento integral.

Por isso, devemos multiplicar o esforço de todos (inclusive os de não-cristãos) em pelo menos 40 vezes antes de dizer que estamos conseguindo dar à infância um lugar seguro e próprio para seu crescimento. É possível conseguirmos isto com alguns elementos-chaves, descritos a seguir:

– Inovação: não podemos fazer as coisas sempre da mesma maneira. Devemos inovar e encontrar formas mais ágeis, mais fáceis de reproduzir e de menor custo. Assim, tornamos sustentáveis as novas alternativas.
– Reprodução de modelos: devemos reproduzir o que fazemos bem. Se você teve êxito, deve sistematizar aquilo que o Senhor lhe ensinou nos seus anos de trabalho e compartilhar essas lições para que outros possam aprender e melhorar suas próprias formas de trabalho. Cremos que as redes são o melhor instrumento para esse propósito.
– Qualidade em todo o tempo: tudo o que nós, cristãos, fazemos deve estar baseado nos mais altos padrões de qualidade possíveis. Fazer algo com qualidade é um mandato bíblico. Tudo o que fazemos, deve ser feito como para o Senhor.
– Qualidade do testemunho: quando alcançamos um nível de qualidade ótimo, e nos esforçamos para continuar melhorando, nossas ações falam de nosso Deus e de seu Evangelho, quase sem necessidade de palavras. Usaremos as palavras para compartilhar o que Deus nos ensinou, e para louvar o Senhor por sua obra.
– Busque a efetividade: efetividade é conseguirmos fazer o que Deus nos pede com os recursos que temos. A qualidade nos proporciona as formas certas de fazer o correto para conseguirmos cumprir o Mandato de Deus em nosso trabalho.

A qualidade é sem dúvida o melhor testemunho ou a melhor carta de apresentação que os cristãos podem mostrar à sociedade e ao mundo inteiro. Nossos programas devem ser os mais impactantes, os mais transparentes, os mais preocupados com o bem-estar de seus obreiros e voluntários, os mais integrais e os que devolvem mais crianças ao Plano original do Senhor. Qualidade, irmão e irmã, é o selo do nosso trabalho e a chave da igreja para alcançar a sociedade e seus governos. Tudo em favor das nossas crianças e para a glória de Deus.

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Artigo publicado originalmente na Revista Mãos Dadas – Edição 19

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.