Romanos  5.1

Declarados justos, então, por meio da fé, temos paz com Deus através do nosso Senhor Jesus Cristo. (tradução minha)

Reflexão

Todo o exemplo de Abraão no capítulo 4 serviu para enfatizar que Deus declara as pessoas justas, porque elas põem a sua fé e a sua confiança nEle. Isto Abraão fez quando, mesmo velho, confiou na promessa de Deus de dar-lhe um filho. E nós fazemos quando cremos que Deus ressuscitou Jesus dentre os mortos. Paulo fala isto em apenas dois versículos antes da passagem da nossa reflexão.

Agora o primeiro efeito desta declaração por Deus de sermos justos é que “temos paz com Deus”. Há muito mais nesta afirmação do que aparece à primeira vista. Primeiro, o óbvio: o conflito anterior, o atrito com Deus que às vezes não conseguimos identificar como tal, acaba. Muitas pessoas, eu inclusive, dão testemunho duma profunda sensação de paz e tranquilidade ao experimentar a salvação. O mesmo ocorre sempre que nos arrependemos em momentos que nos afastamos de Deus. Somos traquilizados por abandonar o fardo que não carregamos mais.

Mas “paz” é mais que tranquilidade. É mais que a falta do conflito. É algo pró-ativo. Por trás a palavra grega, eir?n?, que Paulo usa para “paz” está o conceito hebraico de sh?lôm, também traduzido como “paz”. Shalom inclui a idéia de saúde, bem-estar, integridade e integralidade. Quando Deus nos declara “justos”, Ele restabelece dentro de nós a saúde interior, o bem-estar e a integralidade. Ficamos verdadeiramente “bem”. De passagem, é importante que Paulo está oferecendo uma alternativa, a única autêntica alternativa ao império romano que prometia aos seus cidadãos “paz e segurança”. O que nenhum governante poderá prover, Deus pode e faz. Ele nos dá a paz. E este é o primeiro e fundamental passo em direção ao Seu alvo maior de restabelecer paz sobre toda a sua criação. A nova criação começa em nós (2Co 5.17). Estando nós em paz com Deus podemos lutar por um mundo onde a paz de Deus se torne cada vez mais o padrão.

Oração

Graças te damos, ó Pai, pela paz que temos contigo através de Jesus Cristo. Derrame sobre nós o Teu Espírito, para que possamos andar na Tua imensa graça, como pessoas justas num mundo injusto e injustiçado. Amém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>