Por Priscila Mesquita

Integrantes do ministério Amigos de Cristo em uma das visitas à loja de Bruce

Duas trajetórias imperfeitas, que culminaram no presídio e ali foram transformadas pelo Caminho perfeito. Assim podemos resumir as histórias de Bruce Cordovil e César Araújo, fruto do trabalho de capelania realizado pelo ministério Amigos de Cristo, em parceria com a Igreja Presbiteriana de Manaus (IPManaus). Só em 2016, 340 pessoas foram alcançadas nas unidades prisionais da capital do Amazonas, por meio de uma estratégia que ensina valores bíblicos usando o futebol.

Nas próximas linhas, você lerá duas histórias que representam outros tantos milagres-vivos. Não nos ateremos ao passado apagado na cruz, mas contaremos quem são os homens que tiveram seu presente e seu futuro restaurados.

Aos 28 anos de idade, casado e pai de um garoto de três anos, Bruce Cordovil é proprietário de um varejão na zona Leste de Manaus. Dedicado, trabalha de domingo a domingo no atendimento aos clientes, no caixa e na reposição dos produtos. Cresceu com outros quatro irmãos em um bairro com altos índices de violência e fora de casa firmou amizades prejudiciais. Em 2011, já no Centro de Detenção Provisória (CDP), conheceu Rogério Evangelista, líder do ministério Amigos de Cristo.

“Foi na época que minha irmã mais nova morreu e minha mãe ficou fragilizada. Pedi ajuda ao Rogério porque não queria que minha mãe sofresse ainda mais por minha causa. Eu precisava de ajuda porque quando a gente sai da unidade, a gente sai instruído para o crime”, conta.

Movimento não para no varejão aberto por Bruce e sua esposa

Após sair do CDP (unidade prisional localizada no Km 8 da BR-174, que liga Manaus a Boa Vista), Bruce passou por seis meses de tratamento contra a dependência química. Em seguida reencontrou-se com sua namorada (hoje esposa), casou-se e começou a vender salgados nas lojas da zona Leste, em uma Kombi doada por sua mãe. De lá, partiu para o serviço de frete, onde aprendeu os segredos da compra e venda de hortifrútis. Foi essa experiência que o encorajou a abrir uma empresa.

“Deus coloca em nosso coração um amor diferente pela vida. O princípio de tudo é a pessoa buscá-Lo de coração. Se buscar, a gente acha”, afirma o empresário, hoje membro da Assembleia de Deus.

“Minha vida é daqui pra frente”

Foi numa dinâmica realizada pelos Amigos de Cristo que César Araújo, 41, entendeu que poderia ser livre, mesmo atrás das grades. Usando o esporte, Rogério levou os participantes a refletir sobre a Graça de Deus durante uma dinâmica com os detentos. Com sua alma impactada, César passou a esperar ansiosamente pelas visitas semanais dos Amigos de Cristo. “Eles faziam com que a gente pensasse em nossas escolhas. Muitas pessoas foram alcançadas dessa forma e estão firmes até hoje com Jesus. Ainda recebo visitas e ligações das mesmas pessoas que me acompanhavam quando eu estava preso”, ressalta.  

Hoje, casado e pai de dois filhos, César retomou a profissão de barbeiro

Ao sair do presídio em 2014, César continuou sendo acompanhado pelo ministério em um núcleo de ressocialização na zona Centro-Oeste de Manaus, onde encontrou orientação para superar o preconceito das pessoas. Hoje, casado e pai de dois filhos, retomou sua profissão de barbeiro e atualmente sustenta a sua família com essa atividade. “Minha vida não está mais baseada no que vivi lá atrás. É daqui pra frente!”, diz o autônomo, membro do Ministério Internacional Ágape.

Para Rogério Evangelista, líder do trabalho nos presídios, Bruce e César são exemplos de que o Evangelho traz de volta a dignidade ao ser humano e o convívio em sociedade. “Levar pessoas para serem alcançadas por Jesus e torná-Lo conhecido é pra mim um privilégio”, afirma. 

• Priscila Mesquita é jornalista e gestora do Ministério de Comunicação da Igreja Presbiteriana de Manaus (IPManaus).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>