A Tearfund, com o apoio de dois de seus parceiros, produziu o relatório Correntes separadas? Adaptando a gestão dos recursos hídricos à mudança climática, que tem por objetivo mostrar como a adaptação no setor hídrico pode beneficiar as populações pobres e vulneráveis.

O relatório mostra que:
  • “A variabilidade climática tem tido um impacto duradouro na forma como a população gera os seus recursos hídricos no ambiente semi-árido, o qual por sua vez está afetando significativamente seus meios de subsistência;
  • Apesar dos desafios enfrentados, as comunidades estão se adaptando à variabilidade climática no âmbito local com várias soluções hídrico-econômicas;
  • No âmbito nacional, considerações relacionadas aos riscos climáticos não estão sendo levadas em conta adequadamente no planejamento do setor hídrico.”
Uma das recomendações específicas do relatório é que os governos e doadores apoiem as regiões pobres na resolução de problemas relativos ao impacto das mudanças climáticas no setor hídrico. A proposta é que tais grupos:
  • “Garantam que o setor hídrico receba prioridade no orçamento para adaptação,
  • Apoiem a formação de centros de políticas hídricas que venham a integrar o risco climático no planejamento de longo prazo, como processo normal;
  • Fortaleçam a capacidade das comunidades locais no sentido de se adaptarem à mudança climática, apoiando as intervenções de gestão hídrica que algumas comunidades já estão usando.”
A utilização deste relatório pode trazer bons resultados para comunidades que necessitam tanto de políticas que objetivem uma real melhoria em relação aos recursos hídricos, mas para isso é necessário que haja uma concreta mobilização.
 

O relatório pode ser acessado aqui, leia e divulgue! 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>