Não se preocupe se isso ainda é confuso… Muitas pessoas que trabalham direta ou indiretamente com crianças e adolescentes também têm essa dúvida.

Dê uma olhada, com calma, no infográfico abaixo para tentarmos descobrir juntos!

Ainda é importante saber que a Classificação Brasileira de Ocupações  (ou CBO) contém a família de ocupações com o código 5153 cujo nome é: Trabalhadores de atenção, defesa e proteção a pessoas em situação de risco e adolescentes em conflito com a lei. Os títulos reunidos nesta família são:

5153-05 – Educador social, que envolvem: Arte educador, Educador de rua, Educador social de rua, Instrutor educacional, Orientador sócio educativo.

5153-10 – Agente de ação social, que engloba: Agente de proteção social, Agente de proteção social de rua, Agente social.

5153-15 – Monitor de dependente químico, que contempla: Conselheiro de dependente químico, Consultor em dependência química.

5153-20 – Conselheiro tutelar.

5153-25 – Socioeducador e Agente de apoio socioeducativo, Agente de segurança socioeducativa, Agente educacional, Atendente de reintegração social.

5153-30 – Monitor de ressocialização prisional, Agente de ressocialização prisional e Monitor disciplinar prisional.

E quantas das atribuições, a seguir, você considera que fazem parte do seu trabalho?

 

Suprimimos muitas das funções mais específicas e únicas daqueles que trabalham com adolescentes em conflito com a lei em meio fechado (como a Fundação Casa, por exemplo).

Ainda de acordo com a CBO, a família de ocupações do código 5153 se organiza a partir das ações e características similares da atuação destes profissionais. Não levando em conta a faixa etária dos que são beneficiários desta atuação, ou seja, educadores sociais podem trabalhar com todas as idades dependendo do serviço no qual estão inseridos.

Acabou de descobrir que realiza várias destas funções e, no entanto, não é remunerado(a) porque seu trabalho é voluntário? E aí??

Simples! Você também é educador social.

Você pode dizer que atua como um(a) educador(a) social muito embora o faça como voluntário(a). O fato de trabalhar sem remuneração não diminui a sua contribuição nem lhe desobriga de realizar um trabalho de alto nível profissional, assim como um médico que presta serviços voluntários assume a responsabilidade de fazê-lo com o maior compromisso ético que a sua profissão exige.

Agora que você já sabe quem é o educador social fique por dentro da 4ª Campanha Meu Educador Social, realizada pela Rede Mãos Dadas e instituições parceiras. Conheça a data em que comemoramos o Dia Nacional do Educador Social e celebre com alegria!

Clique no link e visite nosso site: bit.ly/2LmFZ2t

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>