MD28 Pag 20dPor Petrúcia de Melo Andrade

Defendemos uma segurança pública que de fato promova a segurança da população, mas os dados e os fatos apontam para outra realidade. Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança publica – 2015, os jovens negros e pobres são as principais vitimas, estão em situação de maior vulnerabilidade a violência, somos o quarto pais que mais mata no mundo temos a terceira população carcerária do mundo com mais de 715 mil pessoas e 400 mil mandatos à cumprir, 70% dos policiais fazem segurança patrimonial. Parece justo “punir e eliminar o mal”. Mas, nascer num país cheio de desigualdades, onde a segurança pública não contemplam crianças e adolescentes nem a comunidade em geral é justo?

Na politica pública do passado, a infância estava em situação irregular em relação ao Estado. Hoje é o ESTADO que se encontra em situação irregular em relação a criança e ao adolescente, porque negligencia seus direitos básicos.

Diante de uma realidade apresentada pedimos que o Senhor nos dê discernimento das armadilhas que a mídia nos apresenta como verdade e que possamos conhecer a verdadeira VERDADE que liberta de toda opressão;

Que o Senhor nos instrua a uma intervenção com as variadas famílias, uma vez que os adolescentes infratores, um dia nasceram BEBÊS;

Também pedimos ao Senhor que as famílias monoparental feminina exerça autoridade com seus filhos adolescentes, sem  autoritarismo e violência.

 

* Petrúcia de Melo Andrade, é psicóloga Especialista em Criminologia, Coordenadora da Rede Evangélica do 3º Setor.

 

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Essa reflexão nos remete ao tema do Mutirão Mundial de Oração deste ano, “Jesus presente na infância de cada criança”. Participe!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>