Agora que você já celebrou o Dia dos Namorados, vamos falar sobre o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil?

Ministério do trabalho e emprego

Ministério do trabalho e emprego

Estamos atrasados por um dia. O Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil coincide com o Dia dos Namorados!

Um dos nossos maiores problemas com relação às crianças é a nossa ambivalência. Não percebemos o quanto somos contraditórios em nossas falas e ações. Por exemplo, não conseguimos imaginar para nossos filhos uma existência baseada em longas horas de trabalho como era a prática na Europa por ocasião da Revolução Industrial. Existem registros de que a jornada de trabalho das crianças podia chegar a 16 horas diárias!

Por outro lado temos dificuldade em afirmar categoricamente que precisamos erradicar o trabalho infantil no Brasil de uma vez por todas. Já avançamos nos ambientes de fábricas. Mas, mundialmente, pelos menos 10,5 milhões de crianças trabalham em serviços domésticos, muitas vezes sem remuneração e com uma longa jornada diária. Se tornam responsáveis por outras crianças e lidam com fogo, objetos cortantes entre outras tarefas perigosas. Por que será que temos dificuldade em ter certeza de que esta prática é ruim para as crianças e detestável aos olhos de Deus? Será que é porque o que vale para o meu filho, não vale para o filho do meu próximo menos afortunado?

É comum ouvirmos as pessoas dizerem: “Pelo menos elas não estão roubando…” Mas a realidade é que os ladrões nesta história somos nós. A sociedade que apoia o trabalho infantil rouba de suas crianças e adolescentes a sua juventude e compromete o seu futuro. Não precisa ser um cientista para perceber que isto causa prejuízos para a própria sociedade como o aumento da segregação social, o reforço à pobreza extrema e o aprofundamento da violência!

A cartilha aqui apresentada é uma tentativa bem humorada e simpática, executada pelo cartunista Ziraldo, de educar o nosso povo sobre a legislação vigente sobre o trabalho e as razões que a justificam. Você pode baixá-la em PDF e usar em reuniões de pais ou em discussões sobre trabalho com grupos de crianças e adolescentes à partir dos 8 anos. Conscientizar é preciso!

 

 


Baixe o PDF completo da cartilha (aqui)

Conheça também todo o trabalho do Ziraldo Alves Pinto em seu site oficial (aqui)

Para mais informações acesse o portal do Ministério do Trabalho e Emprego (aqui)

Veja este artigo sobre a evolução do trabalho infantil na história (aqui)

Veja artigo da OIT (Organização Internacional do Trabalho) contra trabalho infantil doméstico (aqui)

 

 

    • Prezada Úrsula, a Rede Mãos Dadas agradece o seu contato. Muito bom o video que nos enviou. Infelizmente esse é um grande problema vivido pelas crianças hoje e que pena que no video “As Marias” tem uma vida tão parecida. Criança precisa sim desenhar e brincar! Um abraço,

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>