Formado em Comunicação Social e Literatura Francesa, é ele quem dá o ponto final na revista Ultimato. Para ele, a leitura é como comer verduras: sabe que precisa, mas não gosta. Como assim? Isso mesmo, ele gosta do resultado: “Saber o que aquele livro contém, diz, ensina”.
O nosso segundo convidado de “Na Varanda com o […]

Continue lendo →

Texto publicado originalmente na edição 363 da revista Ultimato
Por Rubem Amorese
Para que serve Deus? Para nada. Bem, pelo menos deveria ser assim. Deus deveria ser inútil. Explicando: Deus deveria ser nossa eterna fonte de prazer e gozo. Sem a necessidade de nos ser útil; sem que esse prazer dependesse de pedidos atendidos, problemas resolvidos, exercícios […]

Continue lendo →