Por que é importante lembrar os 500 anos da Reforma Protestante

A edição 366 (julho-agosto) da revista Ultimato está nas ruas.

E apresenta, na capa e no miolo, os 500 anos da Reforma Protestante.

O leitor vai encontrar as marcas da Reforma no mundo – na política, na cultura e na sociedade –; a linha do tempo, com os principais acontecimentos do período, começando em 1384, com a morte e o legado de John Wycliffe, passando por outras dezenas de datas que marcaram o movimento e os atores da Reforma, em especial a afixação das 95 teses na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, por Lutero, em 1517, até a Confissão de Fé de Westminster, em 1647. Outros artigos ainda respondem o que é e por que é importante lembrar a Reforma, mostram a centralidade das Escrituras no movimento e até os aspectos negativos nos desdobramentos do ideal reformador.

Trata-se de uma edição especial. A revista também fala do Brasil de hoje. Com o infográfico “Brasil: um retrato em preto e branco” mostra que até a violência no país é desigual. René Padilla escreve a “Oração política” e Paul Freston fala sobre o perigo do ódio que divide os evangélicos. O pastor Ed René Kivitz afirma que “igreja evangélica brasileira” significa tanta coisa que não faz diferença o que significa. E, no “Ponto Final”, o colunista Rubem Amorese pergunta: “Sujeição às autoridades? Hoje em dia?”.

O assinante já começou a receber em casa a sua revista. Para degustação, o blog coloca à disposição o “Sumário” da edição 366.

 

    • Para receber um ou mais exemplares de uma edição da revista Ultimato, acesse Exemplares Avulsos.
      Atenção. O assinante já começou a receber a sua revista (a edição de julho-agosto, sobre a Reforma) em casa. No entanto, a revista estará disponível online somente a partir do dia 4 de julho.
      Se preferir, assine aqui e receba a revista Ultimato durante um ano inteiro.

Leave a Reply to Joel Reis Cancel Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>