Conteúdo de Mais na Internet da edição #374 da revista Ultimato

Ursula e Beat Roggensinger (Foto: PróSertão)

Para o casal de missionários suíços, Beat e Ursula Katrin Roggensinger, vale sim, mas exige perseverança, humildade e muito amor. As palavras são de quem dedicou quase trinta anos de trabalho missionário no nordeste brasileiro. Ambos formados em teologia e missiologia, Beat, mecânico, e Ursula, pedagoga, chegaram ao Brasil em janeiro de 1990. Começaram seu trabalho missionário em Belém do Pará, onde receberam os primeiros estudos da nova língua, mas foi no Piauí que eles firmaram raízes e desenvolveram suas atividades missionárias.

Beat e Úrsula foram entrevistado para a seção Nomes da edição de novembro-dezembro da revista Ultimato, que já está em circulação. Abaixo você confere a entrevista na íntegra e conhece um pouco da trajetória desse casal missionário que muito contribuiu para a expansão do evangelho no nordeste brasileiro.

Ultimato – Como vocês vieram parar no Brasil?

Beat – Sempre me interessei pelo país e sempre tinha contato com missões através da minha igreja e da minha tia que estava na Angola. Quando senti o chamado de Deus para missões, ficou claro, para mim, que era Brasil. Após uma visita no campo, recebi confirmação e fui estudar teologia.

Úrsula – Sempre quis ser professora. Na adolescência, ouvi que uma escola para filhos de missionários sempre precisava de professores. Então, me formei, fiz um ano de teologia e fui como professora para Belém, Pará. Depois de um ano, voltei para casar. Também estudei missiologia após casar.

Ultimato – Quanto tempo passaram no Brasil e quais atividades desenvolveram?

Beat e Úrsula – Moramos 28 anos no Brasil. Fundamos igrejas, uma escola e treinamos muitos obreiros. Por último, fundamos a missão PróSERTAO.

 

Ultimato – Como foi a adaptação de vocês no Brasil? Qual a maior dificuldade?

Beat e Úrsula – A maior dificuldade foi a comunicação. No sertão, o povo não é acostumado com estrangeiros e o sotaque de estrangeiro. Creio que muitas vezes não entenderam as minhas pregações. Também sentimos a falta de amigos e familiares, principalmente durante a criação dos nossos filhos.

 

Ultimato – O que vocês mais admiram no Brasil e no povo brasileiro?

Beat e Úrsula – Alegria e tolerância; mas também a ausência de preocupação para o dia de amanhã, ou seja, fé e confiança em Deus.

 

Ultimato – O que a igreja brasileira precisa saber sobre o sertão?

Beat e Úrsula – O povo sertanejo é sedento da Palavra e da esperança viva. Mas é também um povo reservado e decepcionado com as promessas ouvidas e não cumpridas. Vale a pena investir no sertão, mas precisa ser com humildade, perseverança e muito amor, não com atitude de superioridade.

 

Ultimato – Por que retornaram ao país de origem?

Beat e Úrsula – São vários motivos, mas em resumo: cumprimos a nossa missão! A PróSERTAO deve ser uma missão brasileira e com cara brasileira – comigo, Beat, à frente isso nunca aconteceria. Não queria ficar perto do meu sucessor, ou seja, queria deixar ele em “paz”. Os nossos pais são idosos e merecem o nosso apoio e presença nos últimos dias de vida. Posso promover missões no meio de igrejas brasileiras na Suíça, e também ser facilitador para missionários brasileiros na Europa e outros continentes. Estou ativamente preparando um campo em Portugal para brasileiros e coordenando um curso intercultural em português, na Suíça.

  1. Como amo a vida o exemplo desses dois. Se parecem tanto com Jesus que chega me constranger. Que o Senhor continue vis usando por onde quer que seja e em breve espero estar com vocês. Sigo orando por vocês. Um abraço enorme para os dois.
    Fran

  2. Um exemplo lindo de Amor e dedicação na obra missionária. Que privilégio foi ter conhecido esse casa, desejo sucesso e sinceramente, oro para vê-los em breve!

  3. Priscilla Estevam Guimarães

    Pastor Beat e irmã Úrsula, exemplos de pessoas de Deus e que viveram e vivem suas vidas em prol do evangelho de Deus. Louvo a Deus por ter conhecido pessoas tão lindas e especiais como vocês. Obrigada por tudo que me ensinaram… Um grande abraço para vocês.

  4. Daniel Ricardo Canestraro

    Beat e Ursula nos inspiram. Em janeiro de 2019 faremos parte da “família” PróSERTÃO no Piauí. Deus tem levantado Brasileiros de diversas partes do Brasil (somos do Sul) pra atender ao desejo dos queridos irmãos Suiços!!!
    Um grande abraço ao casal que tanto abençoou nossa nação.
    Daniel e Debora Canestraro

  5. Francisco Saraiva Moreira Júnior

    Pais na fé da minha esposa, meus exemplos de ministros do Senhor, professores queridos!
    Amamos vocês!
    (Júnior/Lena)

  6. Wanderley Mendes

    gostaria de comunicar com o casal de missionários Beat e Ursula Katrin Roggensinger pelo e-mail ou WhatsApp! meu e-mail: mendes-wanderley2016@bol.com.br – WhatsApp 55 31 99381 3226. Em Jesus, Wanderley Mendes.
    ET – sou leitor assíduo de “Ultimato”. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>