Prática da humildade

SÉRIE   |   Práticas Devocionais   |   Estudo 4

A humildade é o mais perfeito conhecimento de nós mesmos
[
São Bernardo]

Texto Básico: 1 Pe 5.5-7

Textos de Apoio:
Ez 29.1-16
Dn 4.28-37
1 Sm 2.1-10
Lc 1.46-55
Fp 2.5-11
Tg 4.4-10

O que é realmente a humildade?

Aí está uma pergunta de difícil resposta, já que a humildade não pode ser aparente nem fingida. Ela existe ou não existe. É uma virtude para Deus ver, e não para o homem ver. A humildade não é a negação pura e simples de dons, capacitação e virtudes pessoais. Pelo contrário, é o reconhecimento de que estes dons, capacitação e virtudes vêm de Deus. Se eles existem em nós, é somente porque Deus existe antes de tudo e quis nos presentear com eles. É o reconhecimento também de que, junto com estes dons, todos temos fraquezas, latentes ou não, das quais nunca poderemos nos orgulhar.

Não há como negar: a humildade é uma das virtudes mais difíceis e raras, possível apenas com o auxílio do próprio Deus e pela zelosa imitação da humildade de Jesus.

1. Para entender o que a Bíblia fala

a) Mesmo na vida secular a soberba é tratada como algo perigoso. Diz-se com  freqüência que ela tem sido um dos motivos de surpreendentes derrotas no mundo esportivo. E a Bíblia, como trata o assunto? Faça suas anotações a partir destes textos:

>> Sl 19.13 – A oração de Davi:
>> Pv 16.18 – O provérbio de Salomão:
>> 1 Pe 5.5 – A citação de Pedro:
>> Lc 1.46-55 – O cântico de Maria:

b) A soberba é um problema tão sério que, para ser exterminada, exige medidas radicais.

> O CASO DO EGITO – EZEQUIEL 29.1-16

Como foi o tratamento de choque dado por Deus neste caso? O que seria necessário para o Egito tornar-se “o mais humilde dos reinos”?

> O CASO DE NABUCODONOSOR – DANIEL 4.28-37

O rei da Babilônia excedeu-se em sua soberba (v. 30).

Qual foi o tratamento de choque aplicado a Nabucodonosor?

Depois de tudo, o que ele finalmente aprendeu? (versos 2, 3, 34 e 37)

Nabucodonosor tornou a ter um reino de majestade e resplendor, depois de recuperado, talvez com mais poder do que antes. Em que sua atitude foi diferente dessa vez? (versos 36 e 37)

c) Que fatores devem ser lembrados para que o sucesso não desencadeie orgulho?
>> Jo 15.5
>> 2 Co 12.10
>> Sl 71.7 e 2 Co 3.5

Hora de Avançar

“A prática da humildade é a arte da contenção e privação da soberba e seus semelhantes, como o orgulho, a vaidade, a auto-suficiência e a estima exagerada, aliada à arte de sentir-se constantemente necessitado de Deus, reconhecendo que só Ele é digno de receber louvor, honra e glória”.

2. Para Pensar

O sucesso faz parte dos planos de Deus para o homem. Ele quer que tenhamos bom êxito na vida devocional, no casamento, na criação dos filhos, nas relações humanas, na profissão e no desenvolvimento dos dons do Espírito. Desse sucesso global, depende, sob a perspectiva humana, a velocidade da implantação e da plenitude do reino de Deus na terra. Na verdade, o sucesso é inevitável para quem está plantado junto às águas: “Tudo quanto ele faz será bem sucedido” (Sl 1.3).

Não tenha medo da humildade, apesar de ser uma atitude contrária a este nosso tempo. A humildade também tem galardão. Entre ser honrado aqui e agora pelos homens e ser honrado por Deus, a diferença é enorme.

O que disseram

O primeiro passo rumo à humildade é o reconhecimento do nosso orgulho. (C. S. Lewis)

Humildade é a virtude que nos dá o sentimento da nossa fraqueza. (Dicionário Aurélio)

Humildade não é a mera rejeição de prêmios e coroas, mas a transferência destes para quem de direito, como acontece com os vinte e quatro anciãos no Apocalipse de João (Ap 4.9-11). Não é a inatividade, mas a atividade comandada e alimentada pela sabedoria e pela providência de Deus.

3. Para responder

> Você se conhece bem?
> Faça uma lista de suas capacidades, qualidades e dons e outra de suas fraquezas. Agradeça sinceramente ao Autor e Doador da vida pelos dons que Ele lhe deu.
> Devolva toda a glória a quem de direito.
> Depois, pense em suas fraquezas e entregue-as ao Senhor, pedindo-lhe poder para vencê-las.

Você e Deus

1) É importante vigiar sempre. Se a humildade não for prudentemente mantida, com certeza o sucesso fomentará a soberba e esta, por sua vez, a ruína.

2) Muito cuidado com a falsa humildade, que é pior que a falta dela! Jesus repudiou com veemência toda forma de fingimento, falsidade e hipocrisia.

>> Estudo bíblico a partir do capítulo 6 do livro Práticas Devocionais. Editora Ultimato.

Print Friendly, PDF & Email

10 Comentários para “Prática da humildade”

    Error thrown

    Call to undefined function ereg()