A missão: Livres para servir e sob nova direção

A missão: Livres para servir e sob nova direção

Texto básico: Êxodo 5.1—6.27

Textos de apoio
– Êxodo 6.1-13
– Êxodo 6.28—7.7
– Ezequiel 11.16-25
– Ezequiel 29.1-21
– Isaías 19.1-15
– Jeremias 2.1-37

Introdução

O capítulo 5 descreve o primeiro encontro de Moisés e Arão com o faraó. Nesse encontro, Moisés repete as palavras que o Senhor tinha ordenado que ele dissesse ao faraó “Agora, deixe-nos fazer uma caminhada de três dias, adentrando o deserto, para oferecermos sacrifícios ao Senhor, o nosso Deus” (3.18). Compare com o 5.1, 3.

1. A frase se repete várias vezes. A ênfase está não só no pedido de autorização para sair, mas na finalidade da saída. Liste as expressões usadas nesses versículos que descrevem a intenção ou propósito da saída (“para …”).

2. Leia o 5.2. Observe a reação do faraó. Qual é a pergunta e a afirmação que ele faz? Você percebe alguma ligação com o que já foi dito antes? Percebe alguma relação entre o modo como o faraó é caracterizado aqui e como o outro faraó foi caracterizado no 1.8? Preste atenção no verbo conhecer/saber.

3. Mais uma vez temos a pergunta sobre quem é o Senhor. Como Êxodo e as passagens que seguem respondem essa pergunta?

Para entender o que a Bíblia fala

1. Leia o 5.4-9 e 5.17-18. Qual é a visão do faraó à respeito da liberdade e do culto (oferecer sacrifícios)? Você percebe nisso um paralelo com uma visão moderna secular a respeito da fé, religião ou espiritualidade?

2. Leia o 5.19-23, em especial a oração de Moisés no 5.22-23. Você percebe a angústia de Moisés? Consegue se identificar com o seu dilema?

3. Leia o 6.1-8. Como Deus responde a oração de Moisés? Veja no quadro a estrutura do texto.

4. Essa passagem é muito significativa. Ela está estruturada em torno da expressão “Eu sou o Senhor”. A primeira parte (v. 2-5) fala do que Deus fez no passado aos pais e como se manifestou, literalmente, se tornou conhecido, a eles como Deus Todo-poderoso (El Shadai), não como Senhor (YHWH). A partir do v. 6, Deus diz o que fará aos israelitas que estão no Egito. Observe os verbos no plural. Veja que os primeiros três verbos (livrarei, libertarei, resgatarei) estão associados à ideia de libertação da escravidão do Egito. Os próximos verbos (farei meu povo, serei o Deus, saberão [conhecerão], farei entrar, darei; v. 7) estão ligados à ideia de Deus estabelecer uma relação com o seu povo e os levar à terra. É particularmente significativo aqui a afirmação “vocês saberão [conhecerão] que eu sou o Senhor, o seu Deus, que os livra…” (v. 7). Observe o contraste e movimento: antes ele não foi conhecido pelo nome Senhor, agora os israelitas conhecerão que ele é Senhor. O que isso diz a respeito do propósito da salvação?

5. Essa é a afirmação de fé básica do Êxodo e a partir daqui da fé dos israelitas. O Senhor se torna conhecido como “o que os tirou da terra do Egito” (veja 12.42, 51; 13.9, 16; 16.6; 29.46; 1Rs 9.9; 2Cr 7.22; e outros). Isso mostra também que Deus não está apenas tirando o povo de uma situação de opressão, mas, sobretudo, tornando o seu Deus e se manifestando ao povo. É preciso, então, que além de sair do Egito os israelitas façam essa confissão, esse reconhecimento, de que Deus é Senhor.

6. Leia 7.1-7. Esses versículos introduzem o tema do endurecimento do faraó (7.3; cf. 4.21). Procure entender qual a finalidade disso. Preste atenção na frase “saberão [conhecerão] os egípcios que eu sou o Senhor” (7.5).

7. Deus está constituindo Moisés com autoridade perante o faraó (lit. “coloco por Deus”). O que significa isso?

Hora de avançar

1. Moisés e Arão pedem ao faraó a permissão para o povo sair para o deserto a fim de prestar culto a Deus. Ele não só não atende como também agrava a opressão. Moisés fica perplexo. Ele obedeceu ao chamado, mas o faraó não colaborou e agora os líderes dos israelitas estão desejando a morte de Moisés e Arão, e Deus não fez nada ainda (5.23). Deus reafirma a Moisés o seu compromisso e propósito. A experiência de Moisés é típica de muitos líderes diante de uma difícil missão. De que maneira você consegue se identificar com essa experiência de Moisés?

2. O 6.9 diz que Moisés declarou aos israelitas o que Deus tinha lhe dito no 6.2-8, mas que eles não deram ouvidos por causa da “angústia e da cruel escravidão que sofriam”. Quais são algumas angústias que nos impedem a compreender o ato gracioso de Deus de nos livrar e ser o nosso Deus?

Para terminar

1. Deus diz que libertaria o povo da escravidão para que eles o conhecessem, o reconhecessem que ele é Senhor. De que maneira manifestamos hoje o nosso reconhecimento de Deus como nosso Senhor?

2. Como podemos esses textos nos ajudam a entender a nossa missão na atualidade, seja da igreja como um todo ou dos indivíduos a quem Deus confia responsabilidades num mundo que pensa como o faraó que fé, culto, liberdade é para quem está ocioso e tem falta do que fazer?

Autor do Estudo: pr. Billy Lane

Print Friendly, PDF & Email

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário