O desafio de ser como uma criança

SÉRIE REVISTA ULTIMATO
Artigo: Ensine a criança no caminho em que deve andar, de Valdir Steuernagel, Ultimato 392

Texto básico 
Marcos 10. 13-16

Textos de apoio
– Salmo 37. 3-6
– Salmo 32. 8-11   
– Provérbios 3. 5-8
– Isaías 26. 3-9
– Lucas 18. 9-14
– Filipenses 3. 3-9

Introdução

No seu “Sermão do Monte” (Evangelho de Mateus, caps. 5, 6 e 7), Jesus inicia o ensino aos seus seguidores com as “bem-aventuranças”, dizendo: “Bem-aventurados os pobres em espírito, pois deles é o Reino dos céus”. Provavelmente Jesus começou por aí porque, de fato, todo o resto parece depender desta confissão de “pobreza”! 

Como nos ensina John Stott, os pobres em espírito “são aqueles que reconhecem que estão espiritualmente falidos. Sua fala é: ‘Nada em minha mão eu trago, simplesmente à tua cruz me apego’”. Ou seja, trata-se de uma constatação da nossa completa dependência de Deus para que sejamos elevados à categoria de “salvos”; ou, em outras palavras, para que sejamos introduzidos no Reino dos céus, com todas as implicações redentoras que isso produz em nossa vida. E para que não houvesse dúvidas sobre isso, Jesus utilizou várias parábolas (histórias relacionadas à vida cotidiana das pessoas) e exemplos reais para enfatizar a natureza e os valores do Seu reino. 

Para ler o estudo bíblico na íntegra, acesse a edição 392 da revista Ultimato.

Print Friendly, PDF & Email

Tags: ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário