Nas cidades, onde vive hoje mais da metade deles, os indígenas parecem ser invisíveis. Vivendo em barracos improvisados ou debaixo de pontes, eles estão ao mesmo tempo no centro e nas margens. Na igreja evangélica brasileira a situação está mudando, mas por muito tempo eles também não receberam dela atenção devida. Para diminuir essa invisibilidade, […]

Continue lendo →