Por Jénerson Alves Domingo à tarde eu estava À sombra de uma mangueira, Pra descansar da canseira Enquanto o tempo passava… Com Seu Zé eu conversava E me perguntou Seu Zé: “Pra você, diga quem é Dos poetas o primeiro?” Eu respondi bem ligeiro: “Patativa do Assaré!” Em seguida, eu expliquei: “Patativa nasceu pobre, Mas […]

Continue lendo →

O que faz um agricultor e boiadeiro, um “boieiro e colhedor de sicômoros”, ir do Sul para o Norte? O que o leva a sair de uma pequena aldeia, Tecoa, para a grande capital, Samaria, em um período de apregoada prosperidade, e despejar claras ameaças sobre os líderes da cidade? Tecoa, é bem verdade, seria […]

Continue lendo →