A edição da revista Ultimato de set/out de 2015 já chegou para muitos leitores. Com o objetivo de estimular uma leitura mais proveitosa do conteúdo, disponibilizamos um Guia de Estudo, elabora por Ariane Gomes, baseado no artigo “A nobreza secreta”, do pastor Ricardo Barbosa. Confira:

 

*****

Querido(a) amigo(a) em missão,

Dentre outras matérias, a Ultimato de setembro/outubro de 2015 publica o artigo A nobreza secreta, do pastor Ricardo Barbosa (p. 33). Ele reflete sobre a humildade e o valor do outro num mundo que valoriza o “eu” e as preferências pessoais.

Somos desafiados, a partir do exemplo de Jesus e de homens e mulheres cuja história conta uma jornada de humildade e serviço, a dar o primeiro passo em direção a um viver que reflita simplicidade e alegria, que incentive o pensar menos em nós mesmos e mais nos outros, a reduzir distâncias e aumentar os círculos de amizade e serviço.

Pensando nisso, elaboramos um roteiro de estudo para você refletir com sua família, amigos e grupo de estudo. Aproveite esta oportunidade! Continue lendo →

P10_11_09_15_Congresso_manaus_ribeirinhosA Aliança Evangélica Pró-Ribeirinhos (AEPR) realiza em Manaus (AM), no período de 24 a 27 de novembro de 2015, o I Congresso de Mobilizadores e Líderes para Missões aos Ribeirinhos. A AEPR é uma rede que agrega aproximadamente 40 organizações, igrejas e irmãos no comum objetivo de compartilhar esforços para viabilizar projetos de evangelização entre povos ribeirinhos. Além da plantação de igrejas também são executadas iniciativas de desenvolvimento comunitário. Continue lendo →

P10_08_09_15_GirassolPor Héber Negrão

Vimos no texto anterior que nosso serviço cristão deve acontecer como obediência ao mandamento bíblico e como uma expressão das bênçãos que Deus tem derramado sobre nós. Neste segundo texto quero mostrar que o serviço cristão não é apenas um pretexto para que o Evangelho seja pregado, mas uma expressão do mesmo.

Christopher Wright explica que o chamado para sermos luz do mundo deve ser evidenciado pelas nossas boas obras (Mt 5.14-16). O contexto de Mateus 5 é de testemunho de vida, e não de proclamação.

Não foi ‘para que eles possam ouvir seu testemunho impressionante’, mas para ‘que vejam as suas boas obras’. Eles de fato tinham uma mensagem para pregar — é claro que sim. As boas novas do reino de Deus devem ser compartilhadas. Mas quando Jesus fala sobre ‘luz’ ele está se referindo a vidas que são atraentes por serem cheias de bondade, misericórdia, amor, compaixão e justiça. 1

Portanto, uma vez que nossa vida foi iluminada pelo Evangelho de Cristo, ela deve refletir essa luz em ação, serviço, boas obras e tudo isso deve redundar em glórias a Deus. O Evangelho deve ser traduzido em ações, para a glória de Deus.

Qual deve ser, portanto, a nossa postura quando vivemos num contexto onde enfrentamos impedimentos para pregar verbalmente o Evangelho? Continue lendo →

Com o curioso título de “David Jurubeba – Um herói nazareno”, o livro de José Malta de Sá Neto conta histórias de algumas famílias de Nazaré do Pico, Pernambuco, e seus combates sem tréguas contra o grupo de Lampião. O personagem principal é David Gomes Jurubeba, um cabra de coragem que se tornou inimigo ferrenho de Lampião, quando se alistou nas Forças Volantes da Polícia Militar de Pernambuco. Jurubeba e Lampião travaram alguns combates violentos pela região.

Leia uma das histórias que o livro narra:

 

Telhado

Leandro Prado_FreeimagesUm dia estava meu irmão João em companhia de meu tio Gomes, ajudando-o a cobrir uma casa, a casa da fazenda Genipapo, na ribeira da Ipueira. João estava em baixo, passando ao tio o material requerido. Ambos estavam entretenidos no trabalho sem ver o que se passava em redor.

Na volta do caminho, surge, de repente, Virgulino*, que se aproximava acompanhado dos irmãos, todos armados, montados a cavalo. Meu tio estava em cima do telhado. Virgulino tirou o chapéu e falou:

– Benção, meu tio… no costume que os rapazes sertanejos têm de pedir a bênção aos mais velhos, costume esse que recua a tempos coloniais.

O velho Gomes, numa atitude enfezada e de cara fechada, nada respondeu. Virgulino riu-se e um dos irmãos falou baixinho, conforme contou meu irmão que estava em baixo, junto aos Ferreira:

– Derrubemos esse velho com um tiro que é melhor que fazemos. Continue lendo →

 

Por Ivny Monteiro

 

Prat_21_08_15_ultimato_capaEnquanto escrevo essa nota, alguns de nossos colegas de trabalho organizam o envio de pacotes da revista Ultimato para todo o Brasil. Esses pacotes vão para os titulares de assinatura coletiva (pessoas responsáveis por um grupo de assinantes) e também para os representantes do Paralelo 10.

Cada representante utiliza as revistas com um grupo local, promovendo encontros de discussão sobre um dos temas abordados. Já temos representantes em quase todos os Estados do Norte e Nordeste, e estamos crescendo. Nosso maior objetivo é ver irmãos e irmãs sendo fortalecidos e motivados por meio de uma literatura bíblica e atual.

Uma boa notícia é que neste mês, além das revistas, os representantes também receberão outros materiais do projeto. Depois contaremos mais sobre estes materiais.

Aqui no nosso blog você pode conhecer muitas histórias de nossos representantes e se alegrar conosco pelos frutos que temos colhido.

As revistas para os participantes do Paralelo 10 (aqueles que recebem individualmente) também já estão a caminho.

Que Deus nos abençoe na leitura dessa edição.

 

  • Ivny Monteiro é a coordenadora do Paralelo 10.

O Programa Povos e Línguas apresenta o trabalho da missão Asas de Socorro entre os ribeirinhos da região amazônica após uma das maiores enchentes do Rio Madeira, com o Projeto SOS Enchente do Rio Madeira.

Assista e envolva-se também no socorro aos ribeirinhos!

 

Parte I

https://www.youtube.com/watch?t=55&v=C8cbdtIi0CE

Parte II

https://www.youtube.com/watch?t=27&v=xVvuRlEx40k

 

Por Heber Negrão

 

P10_26_08_15_hands-color freeimagesHá algum tempo atrás escrevi um texto falando sobre os quatro papéis essenciais da igreja: querigma, diaconia, martiria e coinonia. Naquele texto vimos que o querigma é a pregação verbal do Evangelho de que Jesus Cristo é o Senhor de todos. Também tratei sobre a diaconia, mostrando que a igreja deve ter uma vida de serviço para o mundo.

Nesta série de artigos vou aprofundar ainda mais no tema da diaconia, explicando como o serviço cristão está estreitamente relacionado ao mandado missionário da igreja. Quero mostrar pelas Sagradas Escrituras e exemplificar com o nosso ministério transcultural que o trabalho missionário não é exclusivamente a pregação verbal do Evangelho, mas também sua demonstração em forma de serviço. Este serviço exerce o importante papel de demonstrar o amor de Deus para os povos não alcançados. Mais importante, no entanto, é entender que o serviço cristão é uma ordenança bíblica. Continue lendo →