Forum_missao_urbana2 Acontece no período de 26 a 28 de novembro o Fórum de Missão Urbana, em João Pessoa, Paraíba. Além de promover trocas de experiências de transformação urbana e incentivar a prática de iniciativas para a transformação urbana, o Fórum pretende formar um cadastro nacional de iniciativas missionais no contexto urbano; fomentar o surgimento de uma rede de missão urbana; e fornecer ferramentas para a transformação urbana.

Clique aqui para mais informações.

P10_14_10_15_Alef1“Liderança, Espiritualidade e o Reino de Deus”. Este é o tema do terceiro Congresso para Pastores e Líderes, promovidos pela Alef (Associação dos Líderes Evangélicos de Felipe Camarão). O encontro acontece no período de 21 a 24 de outubro, em Natal, Rio Grande do Norte.

Muito tem se falado sobre a participação da igreja como cooperadora na missão de Deus (Missio Dei). Entretanto, segundo a coordenação do Encontro, o envolvimento prático e efetivo da igreja local na sinalização do reino de Deus requer um processo que vá muito além de encontros pontuais e que envolva: “O estabelecimento do solido alicerce de uma espiritualidade bíblica que forme discípulos de Jesus Cristo com a visão de fazer com que a levedura dos valores do reino levede todas as esferas da sociedade. O desenvolvimento de modelos de liderança que sejam coerentes e testifiquem, na prática, o que significa servir ao mundo com uma compreensão integral de suas carências”.

O objetivo do Congresso é cooperar no fortalecimento de um movimento de igrejas saudáveis que atuem como agentes de transformação e esperança nas suas comunidades e cidades. Entre os preletores estão confirmadas a presença de Valdir Steuernagel, Carlos Queiroz, Antonio Carlos Barro, Jorge Henrique Barro, Leandro Silva, Wilson Costa, José Marcos, Hudson Taylor, Ana Ho, Arturo Menezes Villanueva e Paulo Ritzel.

O Encontro é promovido pela Alef com o apoio das seguintes instituições: Aliança Evangélica, Missão Aliança, Instituto Solidare, Visão Mundial, SBB, Tearfund e Ultimato.

Serviço
Evento: Congresso ALEF para Pastores e Líderes 2015
Tema: Liderança, Espiritualidade e o Reino de Deus.
Data: 21 a 24 de outubro.
Local: Igreja Assembleia de Deus Ministério Paz e Vida. Avenida Presidente Bandeira, nº 1240 – Lagoa Seca. Natal, Rio Grande do Norte.

P10_12_10_15_estudbo_biclicoPor Andy Warren-Rothlin

Alguns anos atrás, no norte de Gana, Kuungkaara, de 10 anos, e seus amigos estavam caçando ratos no mato. Ele colocou a mão num buraco e foi mordido. Achando que tivesse sido uma mordida de cobra, a família de Kuungkaara sacrificou galinhas aos seus deuses locais e embrulhou a mão e o braço do menino em folhas molhadas. Uma semana mais tarde, quando o encontrei, sua mão estava preta, e a gangrena já tinha quase chegado ao ombro. O braço teve que ser amputado, apesar de o médico achar que, na verdade, provavelmente tivesse sido apenas uma mordida de rato – as folhas sujas é que haviam causado a infecção. Agora, Kuungkaara come com a mão esquerda, portanto, ninguém quer comer da mesma tigela que ele, uma vez que a mão esquerda é reservada para a higiene das partes íntimas na cultura local.

Por que a família de Kuungkaara fez o que fez? Como podemos confrontar as tradições prejudiciais na nossa comunidade com os ensinamentos de Jesus e as práticas saudáveis? Continue lendo →

P10_09_10_15_dia_nordestinoO que seria do Brasil sem a gastronomia, o sotaque, a música e o calor do povo mais arretado que conhecemos? É melhor nem imaginar! Mas o Nordeste, mesmo com toda sua beleza, só é o que é por causa da sua gente. Por isso, aproveitamos a comemoração do Dia do Nordestino (8 de outubro) para festejar junto com o nordestino e lembrar que esse povo é “um povo feito por encomenda”, como disse Sérgio Ribeiro, da missão Juvep.

Leia a seguir o artigo do Sérgio, que fala da riqueza e especificidades dos nordestinos, essa gente tão singular, mas que carrega uma necessidade universal: o encontro com Criador!

 

*****

O sertão nordestino é um lugar de grandes desafios e beleza. Sua beleza se revela tanto na estiagem quanto na estação chuvosa. Nos períodos de seca, seu encanto toma uma coloração quase monocromática, dramática com suas paisagens assumindo a cor misturada de cinza-bege do barro e da poeira. Quando desce a chuva, que lava tudo, reverdece o mato, brotam as flores e renasce a lavoura, fazendo que o colorido tome conta da terra de Seu Zé e Dona Maria, de Ciço e de Damiana e a boniteza do lugar atinge o topo da exuberância.

Os desafios do sertão são muitos, mas o maior deles é ser sertanejo, nascer, viver, sobreviver, morrer, fincar descendência, enraizar e perpetuar sua história nesse pedaço de chão cheio de dramas e tramas, de lágrimas e risos, tristezas e alegrias, aventuras, venturas e desventuras. Continue lendo →

pesquisa_gravidezCasamentos informais e nascimento do primeiro filho até aos 15 anos são recorrentes com meninas no Pará e no Maranhão. Este foi um dos resultados apontados pela pesquisa “Ela vai no meu barco”, realizada entre 2013 e 2015 pela organização Promundo, que teve como objetivo analisar as atitudes e práticas em torno do casamento na infância e adolescência.

A pesquisa exploratória, a primeira do gênero no Brasil, foi fruto da parceria entre Promundo (Brasil) e o Promundo-US (Estados Unidos), com o apoio da Fundação Ford. Os dados foram coletados em parceria com pesquisadores locais, vinculados à Universidade Federal do Pará, em Belém, e à Plan Internacional Brasil, um afiliado da Plan Internacional em São Luís, no Maranhão.

Além de apontar que a idade média de casamento e do nascimento do primeiro filho(a) de meninas entrevistadas é de 15 anos, sendo os homens, em média, nove anos mais velhos, a pesquisa também apresenta outros dados importantes. Confira:

– O Brasil ocupa o quarto lugar no mundo em números absolutos de mulheres casadas até a idade de 15 anos, com 877 mil mulheres com idades entre 20 e 24 anos que se casaram até os 15 anos (11%).

– O Brasil também é o quarto país em números absolutos de meninas casadas com idade inferior a 18: cerca de 3 milhões de mulheres com idades entre 20 e 24 anos casaram antes de 18 anos (36% do total de mulheres casadas nessa mesma faixa etária).

– De acordo com dados coletados no Censo de 2010, pouco mais de 88 mil meninas e meninos (idades entre 10 e 14 anos) estão em uniões consensuais, civis e/ou religiosas, no Brasil. Continue lendo →

P10_05_10_15_SBB (1)A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) promove, pelo 14º ano consecutivo, a campanha Natal dos Ribeirinhos, destinada a levar conforto espiritual e material à população carente da Amazônia. Nesta edição, que tem como tema “Amor em Ação!”, serão beneficiadas 15 comunidades localizadas nos municípios de Belém, Barcarena e Acará no estado do Pará.

A ação visa proporcionar uma celebração natalina mais feliz, enaltecendo o espírito solidário, e contribuir para amenizar o período crítico de entressafra do açaí e escassez de pescado, que aprofunda ainda mais a situação de pobreza entre as comunidades ribeirinhas. A campanha arrecadará recursos financeiros e itens como cestas básicas, roupas, sapatos e brinquedos, em prol de um Natal feliz e disseminador de valores cristãos a famílias de comunidades ribeirinhas.

Mantido pela SBB há mais de 50 anos, o Luz na Amazônia – no qual está inserido o Barco da Bíblia – tem o objetivo de levar atendimento médico, social e espiritual a comunidades ribeirinhas da região amazônica. As viagens são feitas no barco Luz na Amazônia III, construído especialmente para viabilizar o atendimento nessa região. A embarcação é equipada com enfermaria, consultórios médico e odontológico, farmácia e laboratório de análises clínicas. O barco realiza viagens periódicas, alcançando preferencialmente comunidades mais isoladas, distantes dos centros urbanos. O Barco da Bíblia – Luz na Amazônia II, abriga livraria e espaço cultural, complementando as ações sociais voltadas para a região. Continue lendo →

jornalprosertaoA Missão PróSertão já está disponibilizando na internet a edição atual do jornal PróSertão. Desta vez, o conteúdo trata sobre o desafio de educar, ensinar e alcançar a geração infantojuvenil nordestina. Dentre os diversos artigos, tem o relato de uma pedagoga que tem usado sua profissão para impactar positivamente a vida de seus alunos. Confira a seguir o testemunho de Ursula K. Roggensinger, que atua como professora e missionária no Nordeste.

*****

Nos primeiros anos em que cheguei ao Brasil, tive a oportunidade de dar aula de inglês. A experiência foi muito boa e nos abriu os olhos para a situação da educação no Nordeste. Sonhávamos em ter salas de aula sempre cheias de alunos interessados, mas como conseguir isso? Muitas das crianças e adolescentes das nossas igrejas não sabem ler ou não têm uma exata compreensão do que estão lendo. Baseado nisso, me pergunto: Como eles crescerão na vida espiritual?

Há vinte anos, iniciamos nosso projeto educacional na cidade de Colônia do Gurguéia, Piauí, em um colégio evangélico. O objetivo era justamente melhorar e aperfeiçoar a educação para as crianças do interior. Através de bolsas, conseguimos ajudar as famílias carentes. Um exemplo desse projeto foi Rosana que estudou em nosso colégio e hoje tem uma vida e famílias estruturadas. Hoje, ela também é membro de uma igreja evangélica, em Brasília, e os pais congregam em Colônia do Gurguéia. Continue lendo →