A Igreja de Cristo não está parada. Além da assistência diversa aos seus membros e muitas oportunidades de estudo bíblico, oração e interação on-line, vários irmãos estão trabalhando para assistir pessoas, famílias e comunidades onde a carência de recursos e oportunidades é menor.

Há alguns dias, Ultimato recebeu notícias do que a Igreja está fazendo em estados do Nordeste brasileiro para o enfrentamento da pandemia. Veja abaixo:

 

Um grupo de Natal, RN, recebeu uma doação de quase 30 toneladas de feijão e, com a ajuda de pastores das igrejas do sertão do Seridó, RN, e da Paraíba, distribuiu todo este conteúdo em 34 cidades da região. O mesmo grupo distribuiu 100 cestas básicas com um kit de higiene pessoal, nas cidades de Tangará e Santa Cruz, no Rio Grande do Norte.

 

Segundo o pastor Firmino, representante do Paralelo 10 no Nordeste, “a boa mão do Senhor tem derramado generosidade em todas as cidades pelas quais estamos passando”.

• Dados enviados por Antônio Firmino, representante do projeto Paralelo 10 em Natal, RN

 

A Igreja Comunidade Nova Vida em São Benedito, CE, abriu as portas do abrigo Vida Nova para receber pessoas que estavam vivendo nas ruas e também nos lixões e pretende, em breve, implantar uma ala separada para acolher mulheres e crianças vítimas de violência. A igreja conta com um núcleo espiritual, jurídico, de assistência social e voluntariado que está a serviço deste abrigo e de pessoas que precisam de acolhimento. Além do trabalho do abrigo, a igreja arrecadou alimentos, roupas e calçados para as famílias desassistidas pelo poder público. Ofereceu atendimento médico a comunidades que tiveram seus postos de saúde fechados e recebeu, de bom grado, acerolas e abacates doados por um agricultor da região para os hóspedes do abrigo.

• Dados enviados por Willian Vicente, representante do Paralelo 10 em São Benedito, CE

 

A Primeira Igreja Batista do Brasil em Salvador, BA, por meio do Ministério Compaixão, criou o projeto PIB em Ação para abençoar as famílias da igreja que, em função da situação de pandemia, encontram-se desempregadas e sem sustento. Famílias de bairros de Salvador, não ligadas à igreja, e em situação de emergência, também foram alcançadas por esse ministério.

• Dados enviados por Erickson Souza, representante do projeto Paralelo 10 em Salvador, BA

 

Outro grupo de Natal, RN, está ajudando de várias formas: por meio de auxílio para compras destinadas a pessoas mais vulneráveis à Covid-19; com coleta de óleo de cozinha usado para fabricação de sabão e coleta de vasilhas plásticas (garrafas pet) para armazenamento de sabão líquido a ser distribuídos com famílias de baixa renda; com a fabricação de água sanitária para mesma finalidade do sabão; com coleta de doações: máscaras, álcool e alimentos para distribuição entre os que mais precisam; com uma campanha de arrecadação de toalhas para banho para o principal hospital que atende pessoas contaminadas pelo coronavírus; com a criação do Disque Vida uma rede de telefones que funciona 24 horas e se propõe a ouvir e encorajar pessoas aflitas pela pandemia; com a criação de uma lista de transmissão para divulgar ações de combate ao vírus. E, por fim, com um esforço para alcançar os síndicos de condôminos da cidade que podem ajudar a divulgar boas práticas entre os moradores de prédios.

• Dados enviados por Gleidson Nascimento, representante do Paralelo 10 em Natal, RN

 

Em Nova Cruz, RN, o departamento social da igreja Assembleia de Deus (CONAMAD) está trabalhando para reconhecer as famílias mais necessitadas na cidade e oferecer-lhe cestas básicas. Um dos membros da igreja e participante do grupo de estudos da missão integral do Paralelo 10, lidera uma frente evangelística e social na cadeia pública da cidade. Com a ajuda deste irmão, uma TV, um aparelho de DVD e vários DVD’s com conteúdo evangelístico foram entregues ao presídio para oferecer assistência espiritual e entretenimento aos presos.

• Dados enviados por Jean R. de Oliveira, representante do Paralelo 10 em Nova Cruz, RN

 

Leia mais: 
» Boas notícias – Ultimato na Paraíba
» Enfrentando pandemia com um pouco de poesia

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *