Poesia fotográfica: texto de Zenilda Lua e foto de John Medcraft

A paz que excede todo entendimento
produz alento salpicado de rumores
canta a cigarra, o pintassilgo, o bem-te-vi
e o colibri faz seu balé beijando as flores

 

A madressilva com suas mãos animosas
lembra uma rosa que aprendeu a usar luva
vai revestindo cercas, muros e treliças
é uma delícia o seu perfume de chuva

 

Escutar cigarras, trinca ferro e corruíra
uirapuru com o seu cantar sofredor
ver a lagarta transformar-se em borboleta
e pulando a cerca, segue o grilo sonhador

 

É necessário cuidar do Meio Ambiente
faz-se urgente reforçar a preservação
desde os insetos, os dejetos, a atmosfera
tudo que voa ou que rasteja pelo chão

 

Deus bem avisa, está lá em Apocalipse
ELE é bem claro, objetivo e nunca erra
a sua ira chega aos pequenos e aos grandes
destruirá, a quem destrói a própria TERRA.

 

(Apocalipse 11.18)

 

• Zenilda Lua, nascida em Patos (PB), reside atualmente em São José dos Campos(SP). Atua como Assistente Social, escreveu livros de poemas e é mãe de Brisa.

• John Philip Medcraft, nascido em Londres, naturalizado brasileiro, mora em Patos (PB) há 45 anos. É pastor presidente da ACEV (Ação Evangélica) com compromisso com missão integral nos sertões nordestinos. Apaixonado por Jesus, Betinha, Caatinga e QPR (idealmente nesta ordem).

Leia mais:

» O céu na terra: esse é o nosso destino

» Beleza das cores e formas que Deus criou

» O cuidado com a criação: Ultimato e meio ambiente

  1. Antonia Leonora van der Meer

    Linda foto do Pastor John Medcraft e linda e profunda verdade apresentada de forma poética pela Zenilda. Assim nos chamam a cuidar desse maravilhoso meio ambiente que Deus criou para nós. Parabéns.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>