Por Jénerson Alves

Com o coração
Que apenas amou,
Jesus ensinou
Fazer oração:
“Pai, dá-nos o pão,
Na fé nos mantenha,
Que o mal se detenha,
Perdoe nossas dívidas
Dá-nos graças vívidas,
Pra que o Reino venha!”

 

A Palavra eterna
Expõe apogeus:
É Reino de Deus
Onde Deus governa.
A vida moderna,
A desigualdade,
O ódio, a maldade,
Tragédia, desgraça…
Clamam que se faça
Do Pai a vontade.

 

No reino invisível
Que Deus é Senhor
O fruto do amor
Se torna tangível.
A ofensa horrível
Entra em extinção;
Vem a mansidão,
A paz, a virtude,
A honra, a saúde,
Amor, redenção…

 

O reino não é
Comida, bebida,
Mansão construída,
Partido nem sé,
Tapa ou pontapé,
Nem hierarquia,
Decreto ou magia,
Do mundo fugaz
É justiça, paz
E santa alegria.

 

Somente a Igreja
De Cristo Jesus
Possui esta luz
Que ao Reino enseja.
Pra tanto, deseja
Poder divinal,
Relacional
Serviço e alento,
Desenvolvimento,
Missão integral.

 

Há comunidades
Sendo transformadas
Ao serem implantadas
Sublimes verdades.
Em meio às cidades,
Em meio aos roçados,
Curando pecados,
Dirimindo danos,
Os seres humanos
Em Deus restaurados.

____________________
 
Um livro que alude
Como testemunha
Fez Maurício Cunha
Junto à Beth Wood,
Expondo a virtude
Com graça na voz,
Mostrando faróis
A cada capítulo
Que tem como título
O Reino entre nós.
Em 2003,
Primeira edição,
A publicação
Ultimato fez.
Após dezesseis
Anos, este tema
Expõe novo esquema:
É republicado.
Fiquei inspirado,
Compus o poema.

Leia mais
» O Reino Entre Nós

  1. Jénerson Alves de Oliveira

    Beth,

    O presente quem recebeu fomos nós, com seu livro tão edificante. Obrigado!

    Jénerson

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>