“Não me sinto forçado a acreditar que o mesmo Deus que nos agraciou com senso, razão e intelecto pretendeu que renunciássemos a seu uso”. Esse é um trecho da carta de Galileu Galilei à grã-duquesa Cristina. Tais palavras, escritas em 1615, ecoam ainda hoje de forma prática no exemplo de organizações cristãs que utilizam a tecnologia para beneficiar comunidades. O nordeste e o norte do país têm registrado experiências positivas, que estão transformando a vida de famílias inteiras.

Biodigestor Sertanejo

Comunidade Sítio Jatobá – Carnaíba, Pernambuco – Sertão do Pageú

Um exemplo é o Biodigestor Sertanejo, que produz gás de cozinha e adubo orgânico. A iniciativa é da Diaconia – organização formada por 11 igrejas evangélicas e que há 50 anos trabalha em favor daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social -, a qual integra as redes ecumênicas ACTAliança e Miqueias Brasil. Até agora, o projeto possibilitou que mais de 650 famílias, em sete estados do Brasil, tenham acesso ao biodigestor, que também contribui com a preservação do meio ambiente, pois as famílias param de desmatar a vegetação local. A economia familiar também apresenta melhorias, já que as famílias deixam de consumir o botijão de gás. Ademais, o projeto alcança resultados como a redução do desmatamento da caatinga e da emissão de gases de efeito estufa e a produção de húmus que contribuem para a ciclagem mais eficientes de nutrientes na agricultura e na pecuária.

Outro aspecto positivo é a conexão da igreja local com a comunidade. É a redenção extrapolando a dimensão individual e alcançando a dimensão comunitária, em consonância com a definição paulina de que a igreja é “a plenitude dAquele que enche todas as coisas em toda e qualquer circunstância” (Ef. 1:22-23, NVI).

Captação e armazenamento de água

Foto: Diaconia

São instáveis os ciclos de chuva e estiagem no Sertão, provocados por uma série de fenômenos naturais, como o aquecimento das águas do Oceano Pacífico. Os grandes períodos de seca fazem com que a região apresente um cenário de tristeza, traduzido nos poemas de Patativa do Assaré e nas músicas de Luiz Gonzaga.

Uma forma de modificar esse cenário é através da instalação de cisternas, tanques de pedras e barragens subterrâneas, dentre outros equipamentos, garantindo às famílias sertanejas condições adequadas para captar e armazenar água em suas propriedades por longos períodos.

A Diaconia é referência na implementação de tecnologias sociais em Pernambuco e no Rio Grande do Norte. Além de construir as tecnologias, a organização também capacita as famílias apoiadas para que possam gerir o recurso natural da melhor forma, evitando desperdícios e mantendo os equipamentos sempre em boas condições.

Mais informações em diaconia.org.br.

Água limpa para os curumins

Foto: Asas de Socorro

Na Bacia Amazônica, a despeito da abundância de água, famílias carentes precisam de acesso a água potável, de maneira sustentável e segura. Esta foi uma constatação da organização Asas de Socorro, em parceria com a Tearfund. De acordo com o estudo, a falta de banheiros e locais adequados para dejetos contaminam a água e o solo nas proximidades do Rio Tracajá, no estado do Amazonas. Para ajudar a resolver o problema surgiu o projeto “Água Limpa que Dá Vida aos Curumins”. A iniciativa proporciona à população água potável, diminuindo o alto índice de doenças causadas por contaminação.

Uma das formas de atuação do projeto é a implantação de filtros bioativos de areia. O projeto também possui ações de desenvolvimento socioambiental para a garantia do direito fundamental à água e saneamento de famílias em 17 comunidades ribeirinhas na Amazônia.

A proposta prevê, ainda, a realização de evangelismo, palestras preventivas e ações terapêuticas, com o intuito de dirimir os índices de violência, abuso sexual e alcoolismo no setor.

No ano passado, a instituição conseguiu construir 70 unidades sanitárias, dando início à construção de outras 75, as quais intenta-se concluir ainda em 2018. Cada unidade custa R$ 1 mil. Até agora, a organização conseguiu R$ 9.622, ainda restando R$ 65.378 para a conclusão das ações. Informações sobre doações, podem ser encontrada no site.

Texto: Jénerson Alves
Edição: Phelipe Reis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>