O lugar é lindo, mas estiagem torna difícil a vida do povo sertanejo, que luta para sobreviver, carregando sempre um sorriso no rosto. O povoado fica na zona rural de Araci, Bahia, e se chama Baixinha de Fora. É lá que vive um jovem casal missionário, desde agosto de 2016. Naturais do estado de São Paulo, Elvis e Gilvânia atendem seis povoados. Caminham de casa em casa, conversam com as pessoas, fazem amizades e oferecem estudo bíblico os que dão abertura.

O casal dá suporte ao trabalho da missionária Márcia Rodrigues, que está há mais tempo no local. Foi ouvindo o testemunho dela, em março de 2013, que Elvis se sentiu direcionado por Deus a ir para o sertão da Bahia compartilhar do evangelho. Na entrevista abaixo, ele conta um pouco da vivência e dos desafios que o casal tem experimentado no campo.

Como você foi parar no sertão da Bahia?

Aos 22 anos, durante um culto em minha igreja, em São Paulo (SP), ouvi o testemunho da missionária Márcia Rodrigues Pereira, atuante no sertão da Bahia. E nesse dia, em março de 2013, Deus falou ao meu coração e me chamou para pregar o evangelho no sertão da Bahia. Dessa data até 2016 me formei no curso de Missão Integral, pelo Centro Evangélico de Missões (CEM), me casei, em 2015 e fomos enviados no dia 02 de Agosto de 2016 ao campo missionário no Sertão da Bahia.

Quais as principais dificuldades que um jovem casal missionário recém-casado pode enfrentar no campo?

Graças a Deus não passamos problemas em nosso casamento. Mas o fato de sermos jovens gera um pouco de preconceito dos mais velhos que não nos conhecem. Eles nos veem como meninos. E a nossa inexperiência, algumas vezes, dificulta o desenvolvimento do trabalho.

O que mudou na visão que você tinha sobre o sertanejo para como você os vê hoje?

Antes de ir ao campo, eu via os sertanejos como coitados. Mas agora os vejo como guerreiros e muito inteligentes.

O que você aprendeu durante o tempo em que está aí?

Aprendi um novo “idioma”. Aprendi a viver com pouco. Estou aprendendo a trabalhar em equipe e a viver como o povo daqui vive.

Conte uma situação ou história marcante que você viveu aí no campo?

Foi marcante quando chegamos ao povoado de Santa Virginia para começar o trabalho de evangelismo e vimos as pessoas reunidas em um só lugar nos esperando para ouvir a palavra de Deus. Também foi marcante participar dos batismos das pessoas que discipulamos.

• Elvis do Nascimento Santos, 27 anos, nascido em Caieiras, SP, é casado com Gilvania Rodrigues Santos, 27 anos, natural de Capão Bonito, SP.

Leia mais
11 livros que todo candidato a missões no nordeste precisa ler

  1. Parabens! Por desempenharem tao bém a missão que Deus direcionou para vocês que Deus abençoe sempre cada vez mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>