Desconheço uma receita que combine as três frutas. Mas em 2017 a colheita no blog Paralelo 10 foi com sabor de açaí, ciriguela[1] e tucumã. O açaí representa a colaboração que vem da “cidade das mangueiras”, Belém (PA), nos textos missiológicos de Héber Negrão. A ciriguela vem da “capital do Agreste”, Caruarú (PE), nos cordéis de Jénerson Alves. E o tucumã vem do “coração da Amazônia”, Manaus (AM), nas notícias e reportagens de Priscila Mesquita.

Um pouco dessa colheita com sabores tão diversificados e exóticos foi apresentado durante a Festa da Colheita 2017 da editora Ultimato – um encontro realizado todo fim de ano para celebrar e agradecer a Deus pelos frutos do ano que passou. De forma criativa, cada setor apresenta relatórios, números, metas, casos de sucesso e boas práticas. O Paralelo 10 também contou seus frutos e compartilha agora com o leitor alguns deles.

Ao longo do ano gerencial 2017 da Ultimato, que compreende o período de novembro de 2016 a outubro e 2017, fizemos 117 publicações no blog e enviamos 24 edições do boletim Conversa Paralela, para mais de dez mil e-mails cadastrados. Comparando o ano gerencial 2017 com o ano anterior, tivemos um crescimento no blog de 25,85% em sessões, 27,87% em usuários e 26,40% em visualizações de páginas.

>>> Assine o Boletim Conversa Paralela <<<

Héber Negrão, velho amigo e colaborador regular do blog desde 2013, participou com quatro textos relacionados a missiologia, contextualização, liderança e povos indígenas. Héber é paraense, mestre em Etnomusicologia e casado com Sophia. Ambos são missionários da Missão Evangélica aos Índios do Brasil (MEIB) e da Associação Linguística Evangélica Missionária (ALEM). Residem em Paragominas (PA) e trabalham com o povo Tembé. Confira os textos de Héber:

>>> Música: uma flecha que atravessa o coração
>>> 5 desafios de Stott para líderes cristãos do Norte e Nordeste
>>> Contextualização e simbolismo na Santa Ceia
>>> Povos Não-Alcançados no Brasil: a realidade indígena

Em 2017, o time de colaboradores do P10 ganhou reforço de uma jornalista do norte e um jornalista/cordelista do nordeste.

Priscila Mesquita é natural de Manaus (AM), jornalista e gestora do Ministério de Comunicação da Igreja Presbiteriana de Manaus (IPManaus). Priscila escreve regularmente para o blog desde janeiro de 2017 com notícias e reportagens da região. Ao longo do ano a jornalista contribuiu com cinco textos:

>>> O “preso-livre” morto no Compaj, em Manaus
>>> ‘Cemeadores’ de sonhos mudam histórias de crianças e adolescentes
>>> Participantes do Conplei Norte realizam ‘Expedição Transcultural’ pelo rio Negro

>>> Missionários inauguram novo templo em Envira (AM)
>>> Das grades para a liberdade em Cristo

Jénerson Alves é natural de Caruaru (PE), jornalista, cordelista e presidente da Academia Caruaruense de Literatura de Cordel (ACLC). O convite para Jénerson colaborar com o blog surgiu após conhecermos o cordel A Reforma Protestante em Literatura de Cordel. Além de cordéis, que são sua marca autoral, o jornalista também contribuiu com notícias e artigos, somando oito textos ao longo de 2017:

>>> 5 artistas nordestinos que você precisa conhecer
>>> A Reforma: protesto em poesia
>>> Palavras em carne e osso
>>> Machados de Assis, o profeta Oseias e o amor
>>> A história dos dois devedores
>>> Chuvas causam transtornos e despertam solidariedade em Pernambuco
>>> Agradeço ao Criador porque nasci no Sertão
>>> O ovo e cova – Um cordel de Páscoa

Poesias fotográficas

Não podemos deixar de mencionar uma grata surpresa que pousou como um passarinho no blog Paralelo 10: as poesias fotográficas de Zenilda Lua e John Medcraft. A parceria rendeu cinco contribuições durante segundo semestre do ano:

>>> Aboliu as minhas dívidas
>>> Jardim regado
>>> Incompleta de vazios
>>> O amor pelas palavras
>>> Andava triste e mal amado

Voz do Sertão

Também lembramos e agradecemos a contribuição de Maycon Barroco, missionário e fundador da base do IRIS Global no Piauí. Maycon colaborou com textos sobre o sertão para o blog entre dezembro de 2015 a março de 2017. Alguns deles são:

>>> O sertão que a igreja precisa enxergar
>>> Quem é o Sertanejo? Lampião ou Lamparina?
>>> A importância da Bíblia e da literatura para o sertanejo
>>> A eucaristia sertaneja
>>> Esperança para o sertão
>>> A “solitude” sertaneja

O Paralelo 10 é profundamente grato aos colaboradores que fazem do dom da comunicação escrita um ministério de serviço. Talvez nem todos saibam, mas todos doam seus textos sem receber nada por isso.

Que Deus nos dê em 2018 mais uma colheita farta de açaí, ciriguela, tucumã e muitas outras frutas do norte e nordeste!

Nota:
[1] O Aurélio afirma que a fruta se chama siriguela, com s e i. Já o Houaiss diz que se escreve com s e e: seriguela. O nome científico é Spondias purpurea da família das Anacardiaceae.

Editor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>