O analfabetismo atinge 8% da população brasileira entre jovens acima de 15 anos. Já entre o público de 5 a 17 anos, a taxa de analfabetismo sobe para 11,4%. As regiões Norte e Nordeste apresentam percentuais acima da taxa nacional nas duas amostras. Os dados apresentados na última terça-feira (10) em um levantamento da Fundação Abrinq, baseado em números da Pnad 2015 (Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílios), mostram que:

  • No Nordeste, a taxa de analfabetismo entre jovens acima de 15 anos é de 16,2%, o maior entre as regiões brasileiras. A região Norte, com 9,1%, também tem um índice de analfabetos acima da taxa nacional.
  • Entre crianças e jovens de 5 a 17 anos, os índices de analfabetismo também se mostram bem superiores nas regiões Norte e Nordeste, respectivamente 15,6% e 13,9%. A média nacional é de 11,4%.

Veja outros dados do levantamento.

Percentual de analfabetos entre a população de 15 anos ou mais (Fonte IBGE-Pnad):

  • Brasil: 8,0%
  • Nordeste: 16,2%
  • Norte: 9,1%
  • Centro-Oeste: 5,7%
  • Sudeste: 4,3%
  • Sul: 4,1%

Percentual de analfabetos entre crianças e jovens de 5 a 17 anos (Fonte IBGE-Pnad):

  • Brasil: 11,4%
  • Norte: 15,6%
  • Nordeste: 13,9%
  • Centro-Oeste: 10,3%
  • Sul: 9,5%
  • Sudeste: 8,9%

De acordo com a fundação Abrinq, este e outros números regionais da educação brasileira podem dificultar que o país alcance as metas assumidas em 2015 nos ODSs (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da ONU (Organização das Nações Unidas).

Com informações de UOL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>