Por Davi Koiporo

Pastor Francisco Rodrigues Ferreira foi missionário entre os indígenas e plantador de igrejas no interior do Maranhão. Atualmente reside em Teresina (PI).

Em 1994 os missionários Francisco e Alfredo, que trabalhavam entre indígenas, estavam fazendo uma viagem entre as aldeias onde desenvolviam ministério na cidade de Barra do Corda, no Maranhão. No meio do caminho, em um povoado chamado Bacabal do Maciel, os dois fizeram uma parada.

Uma moradora local pediu que os missionários realizassem um culto no povoado. Os missionários disseram que não poderiam fazer, pois estavam bastante ocupados e tinham que visitar as aldeias. Nesse momento, aquela mulher disse as seguintes palavras: “Nós (sertanejos) devemos ser muitos desgraçados. Os índios têm missionários e nós não”.

O pastor Francisco conta que aquela frase entrou como uma faca em seu coração. O que o deixou aflito por diversos dias. Ao contatar as igrejas locais, da região, nenhuma demonstrou interesse em iniciar um trabalho evangelístico no alto sertão maranhense, pois alegaram ser uma missão muito trabalhosa.

Mas, graças a Deus, um pequeno grupo de irmãos da Igreja Cristã Evangélica do Bairro Altamira, em Barra do Corda, se mostraram desejos de alcançar esse povo e aceitaram a missão. Na primeira viagem, três povoados foram alcançados através de visitas e cultos. A partir daí, foram realizadas várias viagens e muitas vidas foram alcançadas. Uma missão foi iniciada a partir desse movimento, chamada Projeto Missionário do Alto Sertão (Promase), que até hoje atua no sertão do Maranhão.

• Davi Koiporo é casado com Andressa e ambos são missionários da PróSERTÃO. O casal desenvolve um trabalho no interior do Piauí e está à espera de seu primeiro filho.

  1. Maravilha mano David. Bela iniciativa do pastor Francisco. Pena que nem todos aceitam o desafio

  2. Flávio Pereira de Deus

    Essa história se repete ainda hoje, o sertão nordestino ainda possui menos de 3% de sua população cristã protestante. As igrejas alegam dificuldades logísticas, falta de recursos humanos e financeiros. Seria por quê no sertão não há mídia televisiva e ofertantes generosos? Adotem meu amigo no Rio grande do norte -> Missão Sertão Vida – Renato Magnus

  3. Weliton Almeida silva

    Pastor Francisco. nunca iremos esquecer aquele dia. Suas palavras nos desafiaram de tal forma que ecoam até hoje em nossos corações. Por isso continuamos naquele região, ,falando ao sertanejo que Deus se importa, Deus ouviu o seu clamor. Weliton e Clea missionários integral no sertão desde 2008.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>