A grande seca que vem castigando os nordestinos há cinco anos consecutivos já trouxe muitos prejuízos para a população e deve se agravar ainda mais no período de fevereiro a abril. A Agência Brasil noticiou que um documento elaborado pelo Grupo de Trabalho em Previsão Climática Sazonal (GTPCS), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), apresentou previsões que indicam a diminuição de chuvas na região em 2017, causando preocupação com o quadro hídrico. Segundo o documento, a tendência é que os reservatórios do Nordeste não tenham recuperação significativa durante a estação chuvosa, uma vez que as precipitações devem ficar abaixo da média histórica. Um dos estados mais afetados pela falta de água é o Ceará. Assista ao vídeo produzido pela Veja:

 

Você conhece alguma igreja ou organização cristã que tem desenvolvido projetos ou atividades específicas para o enfrentamento da seca no sertão? Então clique aqui e compartilhe conosco. O Paralelo 10 quer construir uma ponte entre organizações que trabalham no sertão e igrejas de todo o Brasil.