Por muitos anos fui pastor de jovens e adolescentes. Sou da geração seguinte à “revolução” musical nas igrejas, com a entrada da guitarra, bateria e atabaque (esse ainda está se convertendo). Por isso, me sentia na obrigação de, sempre que íamos nos reunir em culto, fazer um louvor “completo”, com todos os instrumentos, os cantores, […]

Continue lendo →

Esta semana participei de um encontro para discutir a liberdade religiosa no Brasil. Estive ao lado de líderes das religiões budista, muçulmana e do candomblé. Confesso que geralmente não aprecio esses debates, pois vejo da parte de alguns uma teologia muito “liberal”, em que os pilares da revelação são relativizados. Mas foi tão bom ouvi-los […]

Continue lendo →

Uma das parábolas mais famosas de Jesus é a chamada “O Filho Pródigo”, que aparece no capítulo 15 do livro de Lucas. Dar um nome tão inapropriado para essa parábola reflete muito da condição religiosa dos estudiosos que deram esse título, como a minha e a sua também. Pra começar, a parábola fala de dois […]

Continue lendo →