1014587_500712953335750_2057663372_o A pergunta que não quer se calar para os seguidores de Jesus Cristo: Jesus iria para as manifestações que aconteceram nos últimos dias no Brasil?

Fui lá perguntar para ele:

Eu – Oi mestre, tudo bem?

Jesus – Mais ou menos, Marcos, o Brasil muito antes das manifestações estava me deixando muito triste.

Eu – Por que dessa tristeza?

Jesus – Por vários motivos, tenho visto vários erros que já tinha falado para evitar como nação, mas que foram ignorados.

Eu – Dê alguns exemplos mestre.

Jesus – São vários, a injustiça aos desamparados que Isaías já tinha denunciado para Judá, um discurso desconexo com a prática, que meu irmão Tiago já tinha falado para tomar cuidado, a corrupção generalizada que o boiadeiro Amós profetizou , a promiscuidade do povo que Oseias sofreu na própria pele para o Brasil entender com clareza, o desprezo com o menor que eu mesmo falei pra nunca deixar acontecer, pois seria melhor amarrar uma pedra no pescoço e ser jogado ao mar.

Eu – E o que podemos fazer para mudar essa realidade?

Jesus – Primeiro, sonde a própria vida para ver se lá dentro a corrupção, a idolatria e o sentimento de levar vantagem a qualquer custo já não tomou conta da sua alma e já está nos seus pequenos atos. Pois, se você não consegue ser justo no pouco, é só questão de circunstancia para ser parte desse sistema corrupto.

Eu – E se fizermos isso, fazemos o que depois?

Jesus – Lute contra a injustiça, não se cale, fale por aqueles que não tem voz, faça isso na internet, na escola, na igreja e nas ruas. Mas faça sempre em amor, nunca use a violência, nunca!

Eu – Então o Senhor iria para as ruas protestar.

Jesus – Não, eu não iria desta vez nas manifestações!

Eu – Mas por quê?

Jesus – Ah meu jovem, eu vou subir o morro para amparar aqueles que não tem consciência nem para entender o que está acontecendo, vou encorajar o policial novato que está apavorado, mas que foi escalado para estar em um ponto crítico dos protestos. Vou ao hospital acudir a menina que tomou um tiro de bala de borracha no olho de um policial inconsequente. Eu vou ficar consolando a tua mãe, que vai ficar orando pela insegurança de um filho que saiu pra protestar sem ter certeza que vai voltar. Não vou pra manifestação para você poder ir!

  1. Fiquei surpresa e maravilhada com a sensibilidade do texto. já havia pensado sobre os policiais e falei com meu filho …que bom que vc tá longe e fora….mas pq estaria com medo e orando.
    Jesus com certeza estaria neste texto.
    Obrigado

  2. O mal dos cristãos atuais é o imobilismo, a inércia. Infelizmente a maioria das nossas lideranças está interessada em manter o status quo, e inclusive o controle de seus rebanhos. Infelizmente, um texto desses, ultra-conservador, só vem reforçar essa paralisia da maioria dos jovens crentes que não tem subsídios para tomar decisões políticas sozinho. Decepção!
    Sem contar que, numa boa, acho meio “leviano” “colocar palavras” nos lábios de Jesus.

      • Com certeza não leu até o fim, mas se quiser economizar leitura leia só a ultima frase que já ajuda.
        “Não vou pra manifestação para você poder ir!”
        Pra VOCE poder ir! Então vá!

    • QUE BURRO, PREGUIÇA DE LER O TEXTO! PIOR QUE FANATISMO RELIGIOSO É IGNORANTE IGUAL VOCÊ QUE QUER CRITICAR E TEM PREGUIÇA DE LER UM TEXTO INTEIRO!!!

      ESTUDE AMIGO, ESTÁ PRECISANDO! E QUANDO COMEÇAR A LER UM LIVRO…LEIA ATÉ O FINAL…NÃO PARE DE LER NA PÁGINA 5 E FALA…. ESSE LIVRO É UMA MERDA…

      MENSAGEM FANTÁSTICA, EU TAMBÉM ASSUSTEI COM O TÍTULO…POIS PELA HISTÓRIA…JESUS FOI UM DOS MAIORES ATIVISTAS DA HISTÓRIA!! MANIFESTAÇÃO É PALAVRA CHAVE DO QUE ELE FEZ.

    • Hein?
      Texto ultraconservador?
      Será que lemos o mesmo texto?
      “Colocar palavras” ou interpretar o que diz a Bíblia?
      Como diz o Marcos, você não leu o texto.
      Pelo menos, não este texto…

    • Cristo está no cuidado, na atenção dos que passam na multidão despercebidos. Nós devemos tentar fazer uma auto-avaliação antes de lutar pelo que, as vezes, nós mesmo praticamos na sociedade, a revolução começa conosco primeiro, pra daí atingir e abranger a sociedade como um todo, se não de nada adianta estarmos lá.

    • Parabenizo o Marcos pela iniciativa e inquietação em expressar isso até como obra de arte tecnicamente escrita e colocando nisso sua maneira de ver essa situação. É bom, saudável manifestar-se das mais variadas maneiras e formas. E poderá sempre haver quem não concorde com aquela de que me sirvo para me manifestar.
      Estou certo de que, como pessoa inteligente que demonstra ser, que deixa transparecer conhecer também ao quê tende-se o pensamento do Cristo, Vini Silva não desejava criticar, assim generalizando, o povo cristão. Mas confrontar pessoas como eu mesmo e como você. Ele também está indignado e sentindo minha falta ao lado dele e deles nesses momentos. Vini, o Marcos, nosso irmão, expressou daquela maneira e, se me permite, gostaria de ler sua expressão, à sua maneira, qual seriam as posições do Nosso Senhor? Será a sua maneira de ver, expressar. Não será de forma alguma uma palavra de ordem para coletividade. Há que se filtrar, processar…
      Reconheçamos: O Vini tem razão quanto a alguns que, como em todo segmento da sociedade há, desejam subjugar, manterem-se no status deles… Há uma massa que não tem consciência de que é manipulada, infelizmente. Mas não deve desses o nosso foco aquí.
      Vini perceberá que isso vem mudando muito e muda, agora mais, com esse e outros espaços para nos expressar e, buscando com respeito, sabedoria a SUA LUZ, possamos convergir para ELE, para a síntese de SEU pensamento.
      Tobias, Judas e outros, naquele tempo tiveram uma visão mais politico-materialista na busca da liberdade do jugo romano; O MESTRE contudo os imunizava priorizando as considerações teosóficas-politicas. E hoje ? Serve Maquiavel? Kant? Robert? Tereza de Calcutá? Paulo Coelho? Nós? Quem há cuja palavra ou expressão supere a expressão do CRISTO, se é que alguém de fato essencialmente a compreende. Desejamos todos a mesma coisa. E não as direi aqui sob pena de ser redundante. Mas falha-se em parte e acerta-se também em parte. E pode-se, sim, sugerir caminhos, estimular o pensamento responsável, comprometido, pois há liberdade para isso e aproveitemos essa liberdade para sermos menos infelizes e caminharmos às realizações que nos farão felizes. PARABENS A TODOS e lembrem-se: “Quer pensamos, quer façamos qualquer coisa, façamos para o bem e para Glorificação do Pai que não está só no Céu, mas que está aí a seu lado agora te iluminando e abençoando conduzindo-o (a) a ser pleno.

  3. Sou sempre a favor de argumentos opositores interessantes, e este é particularmente relevante. Mas não suficientemente convincente. Trata-se de pura especulação do que Jesus faria ou não e não sustenta a indiferença política. Até porque ao não ir as manifestações, duvido que os cristãos moverão um só palmo, seja para ir ao morro, aos hospitais etc. Nem orar eles irão. Pelo contrário, estarão com seus televisores ligados acompanhando os protestos como expectadores.

  4. Parabéns…
    Uma análise bem elaborada da situação que estamos vivendo no nosso país…e o Cristianismo da atualidade …
    algumas vezes precisamos sair da zona de conforto para fazer realizar alguma mudança.

  5. Gosto de Pensar que o nosso DEUS pai estaria na manifestacâo, pois o proft Isaías, cita; Aprendei a fazer o bem, atendei aa justica, repreendei ao opressor, defendei o direito do orfâo,,pleiteai a causa das viúvas. Vinde e arrazoemos,,,,,,,diz o senhor.
    Isa 1:17-18.

  6. Marcos, a visão contra-cultural é clara no texto. O olhar ampliado e bem específico. Eu creio que Jesus é compativel com este texto. Porém quero te dizer que Jesus estaria enviando seus discípulos nesta missão. Pessoas que sabem o que devem fazer para que este clamor caminhe para um libertação da nação do espirito de gerson. Confrontando a classe dominante e mostrando que ” Aqueles que abalaram o mundo chegaram até aqui”….
    ps.: Um amigo meu cristão foi preso porque mobilizou aqui no PR mais de 1500 cristãos no evento aqui em Curitiba.

  7. Foi mal. Fui meio mal educado.
    Mas é isso aí, vc acha mesmo que JC iria deixar de ir protestar contra “sua era messianica”? Alias, era sua obrigação como “messias”.
    Simão era um zelote, Lc 6:15 e At 1:13. Manifestantes do movimento contro o domínio Romano.
    Isso aí, no máximo são palavras de um seguidor de cristo, um seguidor do testamento grego.
    Informe-se sobre tudo.

  8. Marcos, fiquei decepcionada com o seu texto. Eu li o texto até o fim e foi justamente o fim que me decepcionou. Falar que Jesus subiria o morro pra consolar a “mãe que não sabia se o filho iria voltar” é pensar muito dentro da caixa, o contrário do que vc costuma propor. Se Jesus vivesse no nosso tempo, estaria em um contexto democrático, em que o cidadão não só pode quanto deve (e por vezes, é obrigado a) manifestar sua opinião e depor um mau governo sem que isso seja crime ou “rebeldia”. Numa democracia, o povo é o “patrão”, que tem todo direito de demitir e exigir um determinado comportamento do administrador que escolheu para seu país. Jesus saberia disso e atuaria dentro disso. Ok, Jesus não procurou liberdade política para os judeus, mas o contexto era outro. O Jesus de Isaías me parece ser bastante mais envolvido nessas causas mais concretas e “terrenas” relativas à justiça e aos desamparados. Não sou ousada para afirmar se Jesus iria ou não para a manifestação, mas lembro que não foi o consolo à mãe do filho que não foi alvejado que baixou o preço das passagens (aliás, o número de feridos é mínimo quando comparado ao universo dos que saíram às ruas. Desculpe, mas apelar para a insegurança dos manifestantes é um bocado de sensacionalismo). Talvez seja necessário “desromantizar” um pouco a questão do consolo e dos protestos. Jesus, na época, consolou um povo que estava a um milênio de distância da democracia. Hoje, não sei se a abordagem dele seria essa diante de um povo com tão mais responsabilidade, poder e liberdade. Cá pra mim, Jesus tem muito mais a cobrar de nós e da nossa participação na esfera pública do que pensamos. Jesus se envolveria com os pobres, claro, mas isso provavelmente incluiria estar com eles quando eles exerciam seu direito democrático de protesto. E muito provavelmente protegeria um “vândalo” ameaçado por um policial, e no fim diria: “Vai e não piches mais”.

    • ô querida na primeira vez que li entendi errado mesmo,mas depois fui ver o que se tratava,creio que Jesus não diria que não deveríamos ir,mas a natureza d’Ele,do Pai é essa de AMOR,de compaixão!

      • Laiane, não sei se nós entendemos errado ou se o texto ficou com um final ambíguo mesmo. “Não vou pra que você possa ir” tinha me soado meio irônico. Mas, se for no espírito “Não vou, mas vai por mim”, aí sim, dou meu apoio ao texto. 😉

    • 1) Cuidado que as vezes sair da caixa pode ser um primeiro passo para heresia.

      2) O contexto de Jesus não está no governo vigente, se não no reino de Deus. Jesus não é e nunca foi democrático. Jesus é Teocrático.

      3) Ninguém disse que manifestar a opinião é errado ou não, mas se é relevante ou não para o Reino.

      4) Numa Democracia o povo elege seus representantes. Se o povo escolhe o tiririca temos que rever não a política, mas a sociedade!

      5) A liberdade Política por Cristo vai vir quando ele voltar pra REINAR!! Não para o povo ser democraticamente feliz… mas para se submeter ao rei.

      6) Ninguém disse que Jesus não se importa com os desamparados. A questão é se Manifestações ajudam os pobres e desamparados! (Historicamente não…aguarde pra ver…)

      7) Não se importar com o contexto de cada pessoa que foi ferida é ser incoerente com esse tal movimento que procura se importar com os desamparados.

      8) Reveja seus conceitos de democracia e liberdade. Não sei vc, mas cristãos vivem debaixo da Teocracia e livres, sim, pois não precisamos pagar aquilo que nunca conseguiríamos! E nessa teocracia, nós temos responsabilidades: Se importar com o pobre e necessitado, o que, convenhamos, independe do governo…Dilma, LULA, Sadam Hussein, etc….

      9) Só completo com minha opinião:
      “(Definição de lutar pela pobreza): Dia 17/06 milhares de brasileiros, que #vemprarua, voltam pra casa e outros milhares alheios à situação #FicamNaRua.

      Enquanto alguns lutam por (R$ 0,20 + Direitos) outros clamam por R$ 0,20 no semáforo…

      Mudar o brasil requer mudar a sociedade, não o governo.
      O problema é cada um aceitar a própria corrupção. Isso é pesado. Isso é difícil. Isso é loucura!

      Por um Brasil melhor, sim, mas que não depende do governo pra mudanças.”

      Mude. Não no dia x ou y, mas em todo tempo, debaixo de todas as pontes, nos bancos de praça. Isso gera mudança. Impacto direto na realidade das pessoas. Isso é ser Igreja. Isso é o que Jesus estaria fazendo enquanto perde-se tempo em manifestações. Ele transformaria vidas, salvaria pecadores do mundo e não mudaria o o mundo.
      Afinal ele não veio pra julgar o mundo. Ele veio pra salvar pessoas. Portanto…
      …”Dê a César o que é de César”

    • “Se pois o Filho vos libertou, verdadeiramente sereis livres”!
      Primeiro oramos em secreto ao nosso Pai sobre o assunto e depois tomamos a decisão de participar ou não. Qualquer coisa após “o amanhã trará o seu próprio mal, não se preocupeis com nada!” e aí, “se confessarmos os nossos pecados a Ele, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e purificar de toda iniquidade”. Jesus ” é o caminho, a verdade e a vida”.

    • Concordo com suas provocações. Particularmente, não gosto desse tom de “consolador” que colocam Jesus. Ele também era confrontador. Que ele console a todos, mas também esteja na manifestação ativamente com o povo. O texto faz parecer que ir a manifestação é um reducionismo de ações frente as demandas objetivas. A manifestação não é um fim em si mesmo, é um meio. Li o texto e compreendi. Mas se não for a intenção do autor, ele criminaliza sim o ato de manifestar. Jesus manifestou contra os vendedores na casa do Pai…foi ativo. Jesus se colocava nas questões da sua época confrontando autoridades, o povo e seus discípulos também. Esse Jesus calmo, sereno e tranquilo se mostra na bíblia, mas não é sua única manifestação. Quando vou a manifestação estou indo com sentimento de amor, de compaixão por aqueles que sofrem os frutos das injustiças desses país. Finalizando, a interpretação do texto é livre, mas a intenção do coração do Homem….esse só Jesus pode julgar.

  9. Realmente muito interessante,o ruim é que uma minoria acaba fazendo confusão,o que na realidade vai ser beneficio para todos nós os protestantes,alguns irmão ai tem razão,pq a maioria da igreja que fala que não deve ir para as ruas e ficar orando acabam não orando e só observando e desfrutando dos resultados obtidos pelas manifestações.. Mas,eu não esperava outra posição do meu Jesus …

  10. Andei vendo vários pontos de vista sobre essa questão e não tinha parado para pensar nesse ainda. Pode ser apenas uma especulação mas nos leva a pensar e vamos lá, faz sentido. Quanto aos que criticam os cristãos que não tem ido as ruas, bom eu quero dizer que tenho um grupo de amigos cristãos, cerca de 35 pessoas ou mais que estão orando e indo as manifestações, com cartazes e muito amor , como pacificadores do Reino aqui na terra.

      • Caroline Cruz, muito boa sua observação!

        acredito que essa é uma questão muito interessante, pois como o próprio texto diz:

        “Jesus – Primeiro, sonde a própria vida para ver se lá dentro a corrupção, a idolatria e o sentimento de levar vantagem a qualquer custo já não tomou conta da sua alma e já está nos seus pequenos atos. Pois, se você não consegue ser justo no pouco, é só questão de circunstancia para ser parte desse sistema corrupto.”

        Me levando a outro questionamento, como nós cristãos estamos vivendo as boas novas do Evangelho? Porque pra nossa sociedade chegar nesse ponto, algo está muito errado.

        De fato orar para ir ou não às manifestações é necessário, pois chegar lá e não fazer a diferença no meio de pessoas que querem atitudes “éticas” dos governantes, no entanto não são “éticos”, não me parece que será uma ajuda válida.

        Sobre a frase que fecha o texto, “Não vou pra manifestação para você poder ir!” De acordo com as frases ditas anterior a essa citada, posso entender de duas formas:
        1º Galera! acorda! precisamos fazer mais coisas como parte do corpo de Cristo, se vcs estivessem fazendo, as coisas não estariam nesse pé!
        2º Não se esqueçam do significado da cruz! Pois, não vou descer da cruz, para que vocês possam viver em novidade de vida, e ao viver essa novidade, contagiar as demais pessoas 🙂

        Bom esse é meu entendimento! Parabéns Marcos pelo texto

  11. Gente, o autor do texto é a favor das manifestações pacíficas !! No fim do texto, ele fala isso ! Mas também fala que antes de irmos pras ruas, devemos nos examinar, pra vermos se não somos iguais aqueles que queremos tirar do poder, até porque as peças de substituição somos nós mesmos, o material humano vem do povo que protesta ! Texto inteligente !

  12. O texto é muito bonito, Marcos, como tudo que escreves. No entanto, terminá-lo com “Não vou pra manifestação para você poder ir!” foi, a meu ver, um pouco infeliz. Desculpe, não me leve a mal, não quero te magoar, longe disso. Foi muito bonita a reflexão, onde Cristo assume alguns compromissos para nos deixar livres. No entanto, Cristo aprovar a ida do cristão às manifestações, assim como também negar, colocaria o próprio Cristo do diálogo em contradição, uma vez que ele dá uma ordem política da qual não saberíamos se ele faria parte ou não. Continue com os bons textos! Um abraço.

  13. discordo de vcs, pois se formos ficar sempre nessa comodidade crista de orar para depois fazer algo nao vamos a lugar algum. Eu acredito sim no poder da oraçao mas nao acho que deva ficar restringido somente a isso , afinal de contas o cristao , branco, negro, pardo , indio tambem fazem parte da sociedade e esses protestos podem nao significar muita coisa hoje mais para as proximas geraçoes será um grande marco.

  14. Nossa… Como as pessoas interpretam errado! Deve ser por tal simplicidade de pensamento que há a necessidade hj desta manifestação. Afinal se não enxergam a mensagem linda deste texto, não conseguem ver as intenções camufladas em promessas de campanha dos políticos! Parabéns Botelho! Eu entendi… \o/ rs

  15. Discordo Completamente do seu texto! Sendo eu Cristão, tenho sim que lutar pelos meus direitos aonde for, se houver “OMISSÃO” de nossa parte, como acontece em várias igrejas no Brasil em assuntos polêmicos com o caso da PL 122, que é uma vergonha a maioria dos pastores não tomarem uma posição séria sobre o tema, deixa a bomba na mão de alguns pastores que o caso do Pr. Silas Malafaya e o outros.. Infelizmente isso é regra no meio Evangélico atual! lembrando que o próprio Jesus fez o que mesmo no Templo? quando viu pessoas fazendo comercio lá dentro? ele pediu gentilmente? então… e só lê “E entrou Jesus no templo de Deus, e expulsou todos os que vendiam e compravam no templo, e derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas;
    E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; mas vós a tendes convertido em covil de ladrões.
    Mateus 21:12-13”

  16. Olá Marcos, achei interessante o texto, e respeito sua opinião, o posicionamento enfim, mas não concordo com ele. Acho que Jesus estaria sim nas ruas, protestando contra a injustiça social, e toda a sujeira na nossa atualidade brasileira! Claro, que não falo da parte violenta que está acompanhando todos estes dias! Mas se nós (os cristãos) levamos alguns temas como a injustiça social como carros chefes na tentativa de deixar o mundo mais adequado aos padrões do reino, não podemos deixar de participar ativamente nesse tipo de protesto! Forte abraço,

  17. Marcos muito bom o texto, o legal mesmo é este final “Não vou pra manifestação para você poder ir!”. Aconselho quem não entendeu ler novamente e pegar os detalhes do texto.

  18. antes de mais nada, EU LI ATÉ O FIM, ok?

    Mas concordo e não concordo.

    “Ah meu jovem, eu vou subir o morro para amparar aqueles que não tem consciência nem para entender o que está acontecendo, vou encorajar o policial novato que está apavorado, mas que foi escalado para estar em um ponto crítico dos protestos. Vou ao hospital acudir a menina que tomou um tiro de bala de borracha no olho de um policial inconsequente.”

    Isso não acontece no meio da propria manifestação?

    Manifestantes cuidando dos interesses dos mesmos. E detalhe de grande importância: grande maioria nem é cristão evangélico – arrrg, que nome feio.
    Acudindo as vítimas de balas, gases, até mesmo de quedas…
    Tenho certeza que todo cristão presente no manifesto, não está apenas pela baderna e alvoroço, mas está ali porque acredita na causa. Além do credo nele pela mudança, aquele cristão – excluindo os de mentirinha – vai estar debaixo da graça dEle, em constante oração e tendo em mente sempre o texto a seguir:

    “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. ”
    2 Crônicas 7:14

  19. Texto muito bom! Não estou contra as manifestações e, sim aos atos de vandalismo.
    Apenas uma observação, Inara querida, “orar antes de fazer algo não é um ato de comodidade e, sim busca de orientação, de sabedoria, de proteção, enfim, devemos sim “Orar sem cessar” 😉 Fiquem com Deus!

  20. “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra”.
    (2 Crônicas 7:14)

  21. Desculpe, mas pelo que eu sei, a bíblia diz que mil cairão ao teu lado, dez mil a tua direita e tu não serás atingido. Acho que uma mãe que conhece essa palavra, não se preocuparia em saber se o filho vai voltar ou não, ela simplesmente entregaria o caminho do filho nas mãos do Senhor e descasaria , pois ela saberia que o filho estaria lutando por uma nação melhor e que Deus o estaria protegendo. Só acho….

  22. Gente, qual a dificuldade de vcs?! O texto está exatamente sendo contra o imobilismo!! Será que por conta da internet as pessoas desaprenderam o português?!!
    Texto inteligente e sério!! Parabéns!

  23. Primeiro, Jesus não escreveu isso hahahah.
    Segundo, fui tomado por um ponto outro dia, o de que Jesus em sua época foi um líder político e não religioso, veja bem as narrativas na bíblia, Jesus não chegou a todos no templo de seu pai e pediu gentilmente a cada um que deixassem aquele lugar que seu pai cuidaria para que não passassem fome, Jesus não foi até o império romano dizer àqueles que sofriam localmente com o domínio romano para apaziguar seus corações e não entrar em guerra porque seu pai guardaria um reino nos céus, pra mim o cara se existiu foi um político habilidoso. Ele sempre foi ao local e chocou as pessoas com a sua palavra e acho que iria até o ápice das manifestações sim, na linha de frente exigindo respeito mútuo e mudança profunda na nossa sociedade tomada pelo egoísmo do lucro, descaso pelos pobres, intolerância a diversidade cultural, étnica e até sexual.

    • Me desculpe, mas esse ponto é fruto de uma interpretacao errada da pessoa e do propósito de Jesus.
      Jesus nunca foi um líder político.
      Ele confrontou o sistema injusto instaurado no templo que impedia os gentios de adorarem a Deus.
      O judeus se decepcionaram com Jesus porque Ele nao tomou o reino de Israel a forca das maos dos Romanos.
      Os sacerdotes e escribas o crucificaram porque as palavras Dele ameacavam a posical política deles, mas Jesus nunca teve nenhum intento de instaurar um governo terreno.
      Ele veio inaugurar o Reino de Deus. Jesus é o Rei das nacoes, sentado num trono celestial.
      Ele quer que nós vivamos os principios de justica desse Reino aqui na terra independentemente to sistema político vigente, todos os dias.

      Agora, eu nao estou dizendo que é errado abrir a boca contra a injustica. Pelo contrário, estaria negando a mesma Biblia que defendo qdo digo que Jesus nao era um ser político, mas quanto a parte do papel social do cristao na sociedade, vou apenas remeter ao texto muito bem elaborado de Paulo Mostasso acima.
      O que é bem longo e tem 9 pontos.

  24. Muita gente não entendeu nada da última frase. Quando Jesus diz que não vai pra que você possa ir e diz antes o porque, justamente mostra de forma poética que o Senhor vê o problema de forma muito mais ampla que nós. É um alerta contra o maniqueísmo pregado pela mídia. O manifestante do bem e o policial do mau, por exemplo. Entendi que o texto passa a ideia de que todos, sem exceção estão envolvidos até o pescoço nesse lamaçal e que Cristo estende a mão a todos, para o PM , para a mãe, para os manifestantes, para as vítimas e ainda fortalece e encoraja o manifestante a ir as ruas. Jesus, nessa alegoria, “não irá” as ruas não pela omissão, mas porque simplesmente Ele já havia ordenado ao crente clamar pela Justiça. Lembro quando os discípulos perguntaram ao Mestre sobre o que fazer com seguidores famintos no deserto. O Senhor apenas respondeu: DA-LHES VÓS DE COMER! A obrigação é de vocês!!! Mesmo assim multiplicou os pães e peixes. Em outras palavras, enviou e capacitou, revestiu, porque sem Ele nada podemos fazer. Jesus por amar a todos, se preocupa com todos, até mesmo com o governador e o prefeito e a presidente, grandes responsáveis por esse cenário caótico. Ainda acrescentaria ao texto fantástico, que Jesus iria também ao Palácio do Governo para ordenar a resolução dos problemas porque Ele é o Senhor de todas as coisas.
    Texto maravilhoso.
    Deus continue te iluminando e parabéns!!!

  25. Aos que não concordaram com o texto compartilhado em primeiro momento, convido a re-leitura do texto depois de ler o meu comentário.

    Até fui trocar uma idéia primeiro com um amigo que rapidamente comentou na minha publicação que discordava, pra saber como ele tinha entendido o texto. Afinal, é se relacionando que a gente se entende, né.

    Devo dizer que tem muita gente querendo provar certos e errados nos últimos dias nas redes sociais através de publicações, imagens e vídeos. Diversas óticas, opiniões, partidos, etc.
    Quem tem se interessado no assunto, tem realmente “desligado a TV” e lido muita coisa na ultima semana, tem visto muita gente com opiniões divergentes. Eu sou um deles, que ando dormindo pouco e lendo muito.
    Então, esse meu comentário não é pra isso, não quero te “convencer” de nada aqui, mas pra dizer como eu interpretei o texto. Talvez, eu e você, estamos pensando da mesma maneira.

    Bom, tenho acompanhado o Pr. Marcos Botelho nos últimos meses nos seus vlogs, publicações e recente preleções. Então sintonizei na forma de comunicar dele, gerando polêmica, mas fazendo o leitor a refletir. E o título do texto foi extremamente polêmico, que eu mesmo antes de ler o artigo na integra pensei: “COMO ASSIM??”

    A essência deste texto é refletir, à luz da nossa fé (nós os cristãos), em como reagir a isso tudo. E o que refletir. Mas a isso tudo, não só em manifestações, indo às ruas protestar. Calma, já chego na minha resposta e reflexão da pergunta: “Jesus não iria nas manifestações??”.

    Reflexo de tudo que estamos ouvindo e vendo atualmente, e até devido ao nosso perfil de geração, acabamos as vezes querendo encontrar respostas objetivas, rápidas, mas algumas vezes rasas demais.

    Eu, pessoalmente, penso que se Jesus estivesse vivo em nossa sociedade hoje, Ele estaria lá, nas ruas, junto com a gente, gritando por justiça e segurando um cartaz fazendo sua menção ao AMOR de Deus e ao próximo.

    O autor no texto também exprime isso, com a resposta de Jesus, no trecho “Lute contra a injustiça, não se cale, fale por aqueles que não tem voz, faça isso na internet, na escola, na igreja e nas ruas.”

    Agora, a ultima menção do texto onde o autor pontua sobre uma resposta “negativa” de Jesus, é justamente pra te fazer refletir (se questionar e talvez até discordar ao primeiro momento) e pensar no porque dessa resposta.
    “Eu – Então o Senhor iria para as ruas protestar.
    Jesus – Não, eu não iria nas manifestações!
    Eu – Mas por quê?”

    E então, porque?? Cristo não está mais aqui, em forma de homem, entre nós. Simplesmente por isso. Não é uma negativa! Ele é o filho de Deus, ressureto.

    Eis o fecho do próprio autor:
    “Não vou pra manifestação para você poder ir!”

    E o que isso significa?
    A cruz. Que Cristo morreu pra que você tivesse vida!

    Cristo continua o mesmo! Continua se relacionando com seu povo! Continua amando, e ainda a ser o exemplo a ser seguido.

    E depois de entender o final, a finalidade, voltemos ao evangelho.

    Termino com Romanos 12:1-2

    “Portanto, com a ajuda de Deus, quero que vocês façam o seguinte: entreguem a vida cotidiana — dormir, comer, trabalhar, passear — a Deus como se fosse uma oferta. Receber o que Deus fez por vocês é o melhor que podem fazer por ele. Não se ajustem demais à sua cultura, a ponto de não poderem pensar mais. Em vez disso, concentrem a atenção em Deus. Vocês serão mudados de dentro para fora. Descubram o que ele quer de vocês e tratem de atendê- lo. Diferentemente da cultura dominante, que sempre os arrasta para baixo, ao nível da imaturidade, Deus extrai o melhor de vocês e desenvolve em vocês uma verdadeira maturidade.”

    Vamos juntos as ruas! Mas entenda que isso ainda não é o suficiente… 🙂

  26. Marquinhos,
    Sou cristã, conheço você de longa data e acho complicado você afirmar que Jesus não iria às manifestações. Conhecendo o que Jesus fez e nos ensinou a fazer posso supor que sim, Ele iria às manifestações!! Este assunto estaria em sua agenda. Iria na manifestacao das 17h dando suporte aos desamparados, desesperados e oprimidos no caminho. Voltando de um dia cheio nos hospitais, escolas, centros de saúde, centros de convivência e parques (micropolitica) das nossas cidades. Mas, ainda assim envolvido com a macropolitica do seu povo. Ele nos daria suporte sim, na manifestação. Dando exemplo pacifico! Não se omitindo sentado na frente da TV acalmando seu coração e mente com um discurso: “Fiz o suficiente hoje e estou muito cansado. Vou deixar essa bonita manifestação para os desocupados.” Este não seria nosso Senhor Jesus Cristo.

  27. Fazer a nossa parte Fernanda Bleck significa ir, posicionar-se, agir.
    Ficar um dia sentada orando, sozinha ou em grupo, como estratégia de suporte aos outros é legal e válido, apenas se no dia seguinte for a sua vez de ir e manifestar.

  28. Assim como o Jorge Castillho, gostei do texto, me fez refletir!
    Concordo completamente com nao usar a violencia, mas acho que quem sobe “o morro para amparar aqueles que não tem consciência nem para entender o que está acontecendo” é Deus.
    Tenho certeza de que voce e outras pessoas entendem muito mais da biblia que eu, mas sempre tive a impressao de que Jesus nao se conformou com a “politica” de sua epoca e foi a luta.
    O que eu quero dizer é que, até onde eu sei, Jesus sempre deu a “cara pra bater”, foi sempre ele que de certa maneira mobilizou a multidao, ou nao?
    Essa atitude de “Eu vou ficar consolando a sua mãe, que vai ficar orando pela insegurança de um filho que saiu pra protestar sem ter certeza que vai voltar” me parece um pouco comodista e nao é o tipo de fala que eu esperaria de um cara que mudou o curso da história!
    Abraco!
    P.S.: Eu li o texto até o fim, mas se ainda sim voce achar que eu nao entendi nada, entao aponto duas possibilidades: 1- Voce nao aceita a opiniao das outras pessoas; Ou 2- Voce nao escreveu de maneira compreensível.

  29. Coisa mais estúpida que já li na vida. E daí? Estamos vivendo o agora, e se esse ‘deus’ permitiu que isso tudo acontecesse, que aguente as consequências, estamos brigando pelo o que devia ser nosso.

  30. haha… acredito que Jesus iria sim. Minha questão aqui não é se o texto é para encorajar ou desencorajar as pessoas à protestarem, mas sim pelo fato de ter sido criado uma fábula sem base Bíblica com o nome de Jesus… É apenas minha opinião, porém com base na própria Bíblia… Marcos 11.15-17 fala de quando Jesus entra no templo expulsando os mercadores e derrubando mesas e cadeiras.. acho que ele estava bem revoltado com algo que estava errado, que ia contra a aquilo que a Palavra nos ensina, que seria a Lei. A Bíblia diz, “irai-vos, mas não pequeis”. Não é pecado mostrar indignação e revolta diante do que está errado, diante do que fere a Lei, e se movimentar para que haja mudança. O próprio Jesus teve seu momento de revolta (com fundamento, claro). Claro que não devemos sair por aí queimando carros, quebrando vitrines, propriedades de pessoas que não tem nada a ver com o que estamos lutando contra. Mas acho uma vergonha usar o nome de Jesus dessa forma, totalmente sem base Bíblica…

  31. Marcos
    Meu amigo,fica em Paz que nao vamos agradar a muitos.
    Isso é sadio…..Porque nos faz pensar.
    Cara entendi o seu texto.
    E quero mandar um recado aqui.
    Juventude.
    Andar onde Jesus andou e facil
    Basta comprar um passagem e ir para Jerusalém..
    Agora permitir que Jesus ande atravez de nos em lugares que ele nunca andou,esse é o desafio.
    Portanto Pra turma que entendeu o texto.
    Vamos permitir que Jesus ande na manifestação atravez de mim e de voce.
    Pra turma que esta em duvida do texto.
    Permita que Jesus suba os morros,vá nas casa,fique sentado vendo na Tv….
    Essa e a multirao forma de Dele trablahar em nos.
    E tudo que formos fazer que seja Pra ELE.
    Se voce vai Pras ruas vá por ELE.
    Se ficar em casa fique com ELE
    Se vai subir o Morro que seja com ELE
    Se vai visitar alguem vá do ELE
    Se nao for assim…..
    O nome desse ato se cham Obras Morta.
    Ou estaremos correndo atraz do vento.
    Tudo deve ser feito por Ele,por meio Dele e para Ele
    Se Lê habita em nos.
    Manossssssssss
    Com certeza ele vai se manifestar em todos os lugares.
    Paz.
    Pedro do Borel

  32. Provérbios 28:2 Os pecados de uma nação fazem mudar sempre os seus governantes, mas a ordem se mantém com um líder sábio e sensato.

    Ótimo desfecho…
    Jesus nunca fazia o que era de se esperar.
    Sempre surpreendia, e ia além, pensando em algo mais profundo, para nós ensinar

  33. Também li até o final. E o problema está bem ai. A mensagem por traz desse texto é:
    “JESUS ESTÁ MAIS PREOCUPADO COM AS CONSEQUÊNCIAS DO QUE COM AS CAUSAS”.

    Isso pra mim é um equívoco!

  34. Meu amigo, que interpretação mais esquisita. Ler a bíblia eu sei q vc lê. seu texto é extramente infundado, sem conotação com o contexto ou realidade atual. Jesus sempre foi underground e estaria na liderança do movimento tenho certeza. Respeito seu ponto de vista, mas tenho orgulho de dizer q vc n me representa e nem representa o verdadeiro Senhor que a bíblia me ensinou a amar. Um conselho: leia o livro “a outra face” do John MacArthur.

  35. Estranho desfecho… o inconformismo dele foi claramente exposto quando ele expulsou os vendilhões do templo. Marcos, você realmente falou com Jesus? Acho que você deve ter tido contato com outra pessoa… será que você não errou o caminho? A mim pouco importa como ele reagiria diante de todas estas manifestações, afinal, há liberdade total para consultar minha consciência e ter a tranquilidade que estou fazendo minha parte, que também é ajudar os que choram… no entanto, corrigir injustiças e desvios do dinheiro público, podem salvar milhões de vidas que enchem os corredores dos hospitais ou dos milhares de famintos que hoje não terão o que comer, também consolaria o coração das mães que não sabem se verão seus filhos vivos amanhã e estes todos estão à margem da sociedade e existem pelo simples fato que precisam existir para manutenção de todo o processo político eleitoral. Não… eu não consigo acreditar que esta figura que conversou com você seja Cristo… verifique quem realmente falou por ele… e tome cuidado com estes interlocutores, pois eles aparecem nas mais diferentes formas.

  36. Grande amigo, entendo o seu ponto de vista, mas discordo totalmente.

    Quando se trata de libertar o povo do jugo da escravidão, como o que o brasileiro tem vivido, lembre-se que até Deus deixou de ser pacífico com o povo do Egito, vide as 10 pragas, e a última delas a pior de todas.

    Não estou aventando a “ira do Deus do VT”, mas creio sim que o cristão tem a obrigação de mostrar a sua voz e sua indignação.

    Sou seu fã, mesmo discordando. Abraço

  37. “Não vou a manifestação para voce poder ir”
    Sera que os sem entendimento não leram isso? Que isso gente, misericordia!
    Todo mundo sabe que a manifestação de Jesus ja aconteceu, Ele não precisa “ir em outra” mas nos apoia! So que o departamento dEle hoje é outro! Parem de ler os texts sem a interpretação do Espírito Santo, porque de critica leviana o mundo ja nos da muito! Temos que ser um! Se não concordou com algo, expresse o de forma coesa, não como li de Laguna comentarios.
    “Jesus – Primeiro, sonde a própria vida para ver se lá dentro a corrupção, a idolatria e o sentimento de levar vantagem a qualquer custo já não tomou conta da sua alma e já está nos seus pequenos atos. Pois, se você não consegue ser justo no pouco, é só questão de circunstancia para ser parte desse sistema corrupto.”

    ENTENDERAM?

  38. li o texto todo e discordo. Espero nao ser taxado como quem “nao entendeu nada”. Concordo no que diz respeito a avaliarmos a nos mesmos, mas sem demorar meses pra isso.
    Avalie-se enquanto caminha nas ruas e enquanto caminha nas ruas, avalie-se.
    Mude e promova mudança. AGORA!!!
    Muitos líderes cristãos dizem o mesmo que a frase final do texto: “vai la que eu oro por voce”. Enquanto deveriam estar nas ruas marchando, nao quebrando.
    Oremos em voz alta, nas ruas, dobrando nossos joelhos em praça publica.
    Tenho muitos amigos pastores e lideres que estao nas ruas, com seus filhos, dando exemplo de cidadania e que da mesma forma vao a hospitais, sobem morros e consolam familias.
    Discordar do texto nao diminui o valor dele.

  39. Quantos evangélicos que participaram das manifestações acordaram pelas madrugadas, dobraram seus joelhos e clamaram a DEUS pelo quebrantamento dos seus próprios corações, pela renovação das suas próprias mentes e pela limpeza das suas próprias mãos? Ou passaram os dias visitando as viúvas, acolhendo os órfãos e atendendo os peregrinos?

    Manifestar-se pela transformação dos governantes para fazerem o que a própria igreja não está fazendo é fácil.

    Um povo corrupto não pode cobrar a ética dos governantes antes de ser e dar exemplo. Ser corrupto não é somente atitude de governante, tem muito manifestante que é corrupto até no troco da padaria… a responsabilidade de ser honesto é individual. Muitos dos que protestam hoje se passar para o outro lado fará a mesma coisa ou até pior.

    Não adianta protestar sem ser luz do mundo e sal da terra, sem tirar a trave do seu próprio olho.

    “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” 2 Crônicas 7:14

  40. Marcos Botelho, se eu descobrir que eu sigo a um Jesus bundão eu paro se segui-lo. Devo agradecer a quem me mostra a verdade. Mas eu não vou parar de seguir a Jesus por causa de uns irmãos bundões que eu tenho, embora eu deva amá-los como ele ensinou.

  41. Pode ser que esteja enganado mas, acho esse movimento muito bonito e inteligente da parte estudantil, conforme alguns governantes mencionaram. Uma postura perfeita diante do poder encastelado e impune. Por outro lado vejo os aproveitadores (partidos) de plantão socando os políticos com o aval estudantil, estragando a meta a ser alcançada. Tirando isso, está perfeito. Acho que o Senhor se alegraria de participar desse manifesto, com ordem, inteligência e desconforto para o poder. A força não está nos músculos e sim na inteligência.

  42. Muito bom o texto e a reflexão para não sermos iguais aos que estão no comando do nosso país, tentando levar vantagem de alguma forma, só uma discordância, apesar que sei que você fez isso justamente para chamar a atenção, mas JESUS IRIA SIM À MANIFESTAÇÃO, onde seu povo está ele vai, valeu parabéns pelo texto!!!

  43. Marcos, você está perdendo toda a credibilidade para mim. Talvez, isso para você pouca importa, mas de um em um, forma-se uma multidão, e a partir daí tu não terás mais credibilidade para falar qualquer coisa.

    1) Você está incorrendo por um caminho extremamente perigoso. Quem é você para dizer que Jesus ia ou não ia participar, visto que o momento político no qual Ele estava inserido na época era bem diferente? Sei que o texto é ficcional, mas não coloque palavras na boca de Jesus das quais Ele não falou, das quais você não sabia que Ele realmente fosse dizer. Isso é ensino herético, meu caro. Prenda-se à palavra a ao seu restrito ensino, e à sua restrita interpretação. Não use isso para manobrar massas e para colocar seu ponto de vista em relação a alguma coisa.

    2) No Brasil, a liberdade de expressão está garantida, mas busque se informar mais sobre o movimento, busque se informar sobre psicologia das massas, busque se informar mais sobre quem está por detrás de tudo isso, antes de ficar despejando besteira na internet. Leia o último post de Rodrigo Constantino no site.

    Abraços!

    Felicidades!

  44. Corretíssimo Marcos.
    Cristo nos enviou para fazermos a diferença no mundo.
    Somos nós, enquanto corpo de Cristo, que devemos ir as ruas , denunciar as injustiças e a opressão.
    É Ele mesmo, que enche nosso coração de esperança e, por seu mover incontrolável do Espírito, reacende o ânimo do povo, que agora clama por libertação de sistemas opressores, de favorecimento e corrupção.

    Abraços.

  45. Gostei bastante, mas acho que ele estaria TAMBÉM no meio dos manifestantes. Não foi Ele que se manifestou de maneira que muitos considerariam “violenta” pra expulsar os vendedores do Templo?

  46. Concordo plenamente!
    Em Levítico fala para não nos juntarmos aos revoltosos, pois sempre temos as autoridades que merecemos, lembrando que toda autoridade chega ao poder com permissão de Deus. Em vez de nos rebelar contra o governo, devemos nos rebelar contra o pecado em nós mesmos, e nos transformarmos em justos, para depois merecermos um governo justo. Infelizmente, a maioria desse país não merece um governo que jogue limpo. Parabéns pelo texto!

  47. Nossa que texto é esse?? perdi meu tempo lendo esse texto??? FELIZ A NAÇÃO CUJO DEUS É O SENHOR, Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;
    Mateus 5:9
    Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as VOSSAS BOAS obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.
    Mateus 5:16

  48. Jesus tinha todos os direitos. Mas, abdicou dos seus direitos. Os protestos sao validos para resultados imediatos, mas a longo prazo se nao formos capazes de asumir nossas responsabilidades o sistema corrupto vai continuar. Enquanto nao tivermos dispostos a repartir o nosso com o proximo que precisa mais, sempre cobraremos que o governo faça o que nao fazemos. Ou seja, viveremos de protestos um atras do outro, uma eterna transferência de responsabilidades. Acredito que nesse momento Jesus assumiria a responsabilidade e mostraria aos governantes, como se governa. Jesus nao andava gritando e cobrando que as pessoas fizessem sua parte. Pelo contrario, ele mesmo consertava o que eatava errado, ele mesmo mostrava como se faz de maneira correta.

  49. Texto simplesmente perfeito, ao que descreve no texto fiquei muito feliz por ter me perguntado que Jesus acharia de tudo isso, e até entrei em um debate com minha mãe a respeito disso, e acho que não errou em nenhuma das palavras usadas, pois acredito sim que Jesus enquanto estamos nos protestos esta nos protegendo sim enquanto estamos lutando corretamente por nossos direitos sem perder a razão, e também esta consolando nossas mães tenho certeza por que minha mãe fica muito preocupada, mais fica orando para que nada de mal aconteça, Jesus esta sim enviado cada filho seu para uma obra, existem aqueles que não conseguem mais ir as ruas manifestar, mias pode ir até os hospitais ministras a palavra aos corações, existe também aqueles que estão nos orfanatos asilos, e não estão nas ruas neste momento, mais aos jovens que são forte que na própria Bíblia fala esses sim estão nas ruas lutando pelos direitos de todos sem perder a razão, pois querendo ou não somos diferentes, então para quem for reparem bem nas atitudes tomadas por cada um, você vai ver e sentir a diferença, então este texto foi simplesmente lindo e fiel a palavra do Senhor, e Marcos você não foi irresponsável ao mostrar um dialogo que logo seria Jesus falando com você, mais você foi ousado por deixar Deus te usar, gostei muito e continua sendo uma benção…abraços

  50. mas nós Cristãos não devemos ir para a rua interceder? mostrar que existe um Deus que é a solução?
    Na minha opinião devemos sair das quatro paredes de nossas igrejas ou casas e mostrar a cara pro mundo. Jesus deve sim estar muito triste com o acontecido e deve estar mais triste ainda por ter seguidores tão comodos, que se limitam em orar somente em casa ou na igreja. Vamos ser realistas, são poucos os que saem de casa para ir em hospitais ou subir o morro para consolar alguém, e os que fazem não são jovens, tlavez por falta de tempo!
    Eu acho que ta na hora da juventude brasileira conhecer um Jesus que se mistura com a multidão sim. Um Jesus que mostra o pai através de seu amor incondicional.
    Em meus passos o que faria Jesus? Sera mesmo que Ele vivaria as costas para os manifestantes? Ou sera que Ele tentaria mostrar uma solução?

  51. Amigão…nao adiante ficar repetindo ” Você leu até o fim??? Acho que vc não entendeu nada!” Seu texto tem carece de interpretação por parte dos leitores e essa ideia de “eu não vou pra vc ir”não se enquadra com o Jesus que sempre vai a frente! Grande Abç – Deus o abençoe!

  52. Já cliquei no link pensando:”Deus, o que mais irão falar que se manifestar é errado, gente?” E na verdade, fui recebida por um belo texto com um final mais belo ainda. Demais! Não conhecia seu espaço, já dei like e voltarei mais vezes! Fica na paz!

  53. Divido muito que Jesus não fosse ao protesto. Ele era muito ativo politicamente (lembrando o evento do “quebra-quebra” que ele fez quanto ao comércio nos templos).
    Com certeza ele estaria atuando como mencionado no texto, mas teria na sua agenda um horário reservado pra participar das manifestações sim…

  54. Acho muito bonito o texto, mas não vamos esquecer que Cristo lutou bravamente ao entrar no templo e jogar as mesas pra cima e contestando e mostrando que ele não estava omisso aos acontecimentos. Creio que precisamos parar de falar tanto e literalmente agirmos verdadeiramente, temos que pensar como Cristo, viver como Cristo e agir como Cristo nas pequenas coisas, precisamos mudar nossa postura, precisamos viver todas essas coisas do texto sem esquecer que não somos deste mundo. Não podemos nos conformar com esse mundo, mas devemos renovar nossos entendimentos. Deus é amor, mas também é justiça!!!

  55. Achei fraco. Talvez se Jesus responde-se: Não vou pq no meio da multidão vai ter 3 ou 4 que vão quebrar tudo e fazer a anarquia livre. Talvez seria melhor o texto, enfim. O que vemos a realidade do cristianismo e igrejas evangélicas nesse Brasil é um comodismo um individualismo um egoísmo, se existe tantos evangélicos no Brasil pq o Brasil ainda não se salgou com esse “sal” que é o “povo” de Deus? Porque o Brasil anda nessa onda de corrupção e violência gratuita impunidade, “escuridão” , se somos a “Luz do Mundo”. Sou Cristão e as Manifestações(pacificas) me representam e dia 22 aqui em Anápolis eu estarei lá Gritando pq eu não posso me conformar com esse mundo e pq não sou mais um crentinho alienado!

  56. Texto excelente! Mas que deve ser lido de forma cuidadosa para se ter o entendimento dos vários pontos colocados:
    – Cristo é reto e justo, mas a prioridade de ter vindo ao mundo não era trazer a justiça, ele veio para que primeiro pudéssemos conhece-la, o que até aos dias atuais temos bastante dificuldade de visualizar, o objetivo principal de seus ensinamentos é a revolução interior e não a social.
    O argumento de que o messias veio trazer justiça e livrar a sociedade dos corruptos e da injustiça é o mesmo do qual os Judeus esperavam dele, e por este motivo ainda que muitos Judeus até hoje não acreditam que Ele tenha o sido.
    – Em momento algum o autor quis dizer que nós não devêssemos ir ao protesto, mas sim que deveríamos avaliar o porque de estar indo e se o motivo é condizente com o que nós praticamos e defendemos.
    – Não se esqueça, Cristo geralmente faria – e fez, geralmente o que não podemos imaginar, e pensa em quem não pensaríamos, antes de pensar como todo mundo pensaria.

  57. Concordo com o comentário da Manu…o envolvimento dos cristãos na política (e não só a partidária, mas a que decorre da qualidade de cidadão) é perfeitamente compatível com a bíblia…há inúmeros personagens na bíblia que se posicionaram e abençoaram a sua nação…cito Samuel, que foi juiz e braço forte de três reis de Israel; Neemias, que, em virtude do prestígio e do cargo que exercia obteve junto ao Rei recursos para mobilizar a reconstrução dos Muros de Jerusalém; Natã, que foi boca de Deus para o Rei Davi, entre outros casos…
    Me assusta ver a relutância dos cristãos à participação na vida da comunidade…
    Por óbvio as maiores armas que possuímos são as espirituais, mas a nossa voz política, o nosso posicionamento deve ser ouvido…essa é a encruzilhada da igreja…ela não toma partido de nada, nem das suas próprias convicções (a exemplo da luta à causa gay), nem dos anseios da sociedade em que está inserida…
    um abraço…

  58. achei que o título poderia ser outro, pois tem muita gente que só vai ler o título e vai tirar as conclusões erradas sobre o texto e sobre ir ou não aos protestos..e vai ignorar quem eh cristão e quer ir exercer a cidadania com respeito e pacificamente.

  59. Não entendi.
    Jesus liderou a revolução moral de seu tempo e foi crucificado por isso.
    Jesus derrubou as bancas dos vendedores e confrontou os líderes religiosos de seu tempo.
    Eu acho que Jesus estaria nas ruas liderando a manifestação como fez no seu tempo.
    O caminho da cruz passa pelas ruas…

  60. concordo plenamente que o contexto em que cristo da tais orintaçoes era diferente pois estavam subjulgados pelo império romano,mas a orientação deve ser aplicada ainda hoje,porém dentro do nosso contexto.TEM QUE COLOCAR ESSA CAMBADA DE CORRUPTOS PRA C ORRER.SER CRISTÃO NÃO É SINÕNIMO DE COVARDIA.

  61. Show! Jesus nunca foi contra o sistema, mas sim a favor de pessoas escravas dele. O interresse dEle sao as pessoas, ñ o sistema. Eh nossa responsa, cono cidadaos brasileiros exigir justiça, e como cidadaos do Reino, clamar pelos principios do Reino.t

  62. Penso que é uma linda maneira de nos fazer pensar sobre o nosso momento. Pena que todo mundo está focando o fato de ir ou não pra rua. Nos conhecermos e nos analisarmos seria uma grande questão a ser discutida. Ir ou não pra rua é escolha de cada um. O fato de está no protesto não quer dizer (necessariamente) que luta pela causa. Vale a pena ler o texto mais vezes pra entender o que o Marcos quis passar.
    Abraço!

  63. AO LER ESSE TEXTO, ME ENVERGONHO DE SER CHAMADO DE PROTESTANTE, ASSIM COMO VC.
    Vejo na bíblia um Cristo, que talvez não seja o seu, que prega o Reino de Deus, que luta (e me incentiva a lutar) pelo pobre, o órfão e a viúva, que questiona e expõe os poderosos, expulsa aproveitadores do templo, que afirma que o amor é maior que a Lei, que é acusado por causar tumulto (e de fato causou). Vejo um Cristo que levou essa luta até as últimas consequências, foi taxado de subversivo, e foi morto por isso. Isso me faz pensar, porque esse Cristo, não é politicamente correto como é o SEU cristianismo. Esse Cristo que vc ousou colocar palavras na boca, é diferente do que leio na Bíblia. É por isso que muitos de nós são chacota para nação. Que Deus retire de nós o fundamentalismo que tanto dos afunda.

  64. Marcos. Parabéns pelo texto. Achei muito romântico, no que diz respeito ao olhar de Deus e pouco pratico com relação as ações sociais.
    Acredito que Jesus iria sim nas manifestações. Ele é a própria manifestação contra a injustiça, corrupção, abandono e outras causas. Jesus não viraria as costas para o povo que busca mudanças, para ficar consolando e amparando os que ficaram em casa.
    Abraços,
    Carlos.

  65. Marcos parabéns, pois não tinha uma explicação melhor para tal argumento, mas creio que Jesus está em meio a todas essas manifestações e ao mesmo tempo nos lugares q vc mencionou no seu texto pois ele não é um Deus só de um lugar. Não q Deus concorde com essas manifestações com quebra-quebra, gente machucando outros apanhando, não creio que ele concorde com isso mas como ele é pai não vai abandonar seus filhos nessas horas, mas acredito q ele não é contra manifestações pacificas onde buscamos por melhorias, por nossos direitos sem agredir ninguém, assim chegaremos no nosso objetivo……

  66. Concordo em partes…entao agora vamos todos ficar em casa orando?…é a mesma coisa que vc pedir a Deus um emprego e nao levantar a bunda…não ir atras de um emprego..
    O que fez Martinho Lutero?…a causa era outra mas ele protestou!!!…ou ficou só em casa orando?

  67. Ele iria na zona ficar com as putas, no hospital ficar com os doentes, no congresso ficar com os políticos. Enfim ele iria em todos os lugares, menos nas igrejas os pastores e padres não aceitariam um comilão e beberrão!!!

  68. Ótimo texto! Participei de protestos e continuarei a participar sempre que achar que valha a pena fazer. Sou filha, mas também sou mãe… Fui e levei minha filha. Expliquei a ela o porquê eu considerava certo estar lá e porque é importante para o País e para as próximas gerações. Entendi muito bem o porquê da “subida de Jesus ao morro” porque, mesmo no meio da RUA, conheço muitas das preocupações de mães e pais. Sua sensibilidade foi ímpar! Pena que nem todos que lerão seu texto têm visão aberta o suficiente para aceitar diferentes pontos de vista. E de toda forma, que sejamos TODOS abençoados e iluminados por Deus.

  69. Quando ele disse q tem q ficar somente orando e não ir as manifestações? Na verdade ele disse q devemos dá validade ao nosso grito, através de nossa vida. Afinal muitos que estão no poder hj um dia estavam nas ruas tb. A ideia é que nós devemos em nossa pequena esfera social sermos justos, para validar nosso grito de insatisfação. Senão no final das contas se torna pura hipocrisia. Pq sinceramente ainda é mais facil ir para as ruas do que no dia a dia promover justiça, amor e paz.

  70. Vou resumir aqui pra vc que não entendeu o texto:
    1 – Jesus não iria pq iria cuidar das pessoas que vão entre outras citações.
    2 – Você cristão deve fazer a sua parte e sem violência ir pra ruas!

    Abraços! E #vemprarua

  71. Também fui lá perguntar pra Ele.
    – Eu: Jesus, o Sr. nasceu em uma época e região de extrema injustiça , sob forte opressão econômica, social e política.
    -Jesus: Sim meu filho. Eu nasci sob jugo do impiedoso Império Romano.
    – Eu: Mas o Senhor ficou em casa, rezando ajoelhado para que seu Pai, Deus, iluminasse os corações dos Romanos opressores, certo?
    – Jesus: Não meu Filho! Eu percorri centenas de quilômetros pregando a igualdade de condições e justiça para todas as pessoas. Ensinei a verdade espiritual e moral para os homens. Minhas pregações eram libertadoras. E durante estas, entrei em vários conflitos com meus contemporâneos, autoridades judaicas, sacerdotes e claro com o poderoso governo romano e sofri a acusação de conspirar contra o Império.
    – Eu: Quer dizer que o Sr. não só foi as manifestações como também era o líder de várias delas?
    – Jesus: Sim. Percebi que se desejamos algo diferente e melhor para nós e a sociedade em que vivemos, devemos levantar e sair em busca destes objetivos. Não devemos agir como um rebanho de carneiros, inertes e engessados apenas rezando para que um ser Divino resolva nossos problemas e angústias.
    – Eu: Sr. mas este caminho lhe levou ao sofrimento e a condenação. Não seria bem mais fácil e seguro pedir ao seu pai que interviesse?
    – Jesus: Filho. Se não tivesse lutado contra aquilo que acredito, você não estaria falando comigo hoje, pois muito provavelmente Eu nem seria conhecido entre os homens e a religião que leva meu nome nem existiria!
    – Eu: Agora entendo Senhor!

  72. Ué, então o que foi que Jesus fez no templo? Naõ foi uma manifestação aquilo? Ou será que somente ele pedindo com educação os comerciantes iriam sair do templo? Infelizmente esquecemos que Jesus não era tão “passivo” como queríamos achar…

  73. Tava demorando para os crentes envolver essa religião mesquinha e atrasada que é o cristianismo. A religião empata o progresso da humanidade! O que está escrito no texto não faz diferença pra mim, porque não acredito em deus.

  74. É por isso que estamos protestando, é preciso melhorar o ensino das escolas públicas, muita gente com dificuldade de interpretar texto rsrsrs. Parabéns texto fantástico, estamos no momento de agir, tenho certeza que Deus está cuidando dos seus e não quer que nos calemos frente a tanta desigualdade e corrupção, o cristão tem por dever fazer a diferença.

  75. Que lixo de mensagem em Sr. Marcos
    Jesus só iria falar o seguinte amigo: O MEU REINO NÃO É DESTE MUNDO, E O MUNDO INTEIRO JAZ NO MALIGNO, ARREPENDEI-VOS E CREDES NO EVANGELHO. Eu só falei segundo o que Ele realizou e está registrado para todos poderem conhecer plenamente a verdade.

  76. Achei o artigo interessante e os comentários dariam um novo artigo, fiquei na mensagem principal e não nas “entrelinhas” que tantos destacaram.
    Mas afinal quando Jesus veio a esse mundo, alguns povos esperava um messias guerreiro, outro politico-libertador e Ele quebrou os paradigmas, portanto é legal pensar como seria, mas no fundo nenhuma dessas opiniões podem ser relacionadas ao que realmente Jesus pensa sobre tudo isso…Apenas uma contribuição, Paz e Bem a todos

  77. Olá Marquinhos, li seu texto até o fim e achei interessante, na verdade li outro texto, do Wilson Porto Jr., que tinha consigo o mesmo argumento que o seu em relação as injustiças e corrupções que ocorrem nas microesferas das nossas vidas. No entanto eu penso que argumentar que Jesus não iria as manifestações para que nós pudêssemos ir, não seria uma perspectiva reducionista da pessoa do Cristo? Seu texto nos alerta para olharmos para todos os envolvidos, para todos os lados e saber que neles sempre haverá pessoas que precisam de ajuda.

  78. A conclusão sincera, portanto, é:

    Nós devemos ficar em casa, avaliando nossa vida…. Mais que isso, lutando para mudar a própria vida, o interior podre. Não vejo como passar pelo primeiro passo indicado no texto tão rapidamente. As maravilhas do Senhor se renovam a cada dia mas o velho homem também luta para retomar o seu lugar e isso deixa o primeiro passo mais lento.

    Será que esses que estão lutando nas escolas, ruas, na internet – falamos aqui de cristãos – já fizeram bem feito o primeiro dever sugerido no seu texto?

    Parece que a auto sondagem é muito rápida, feita numa malha muito grosseira que filtra muito pouco e então logo ESTOU PRONTO PARA A LUTA….

    Finalmente, pensar em obter tudo o que é de direito vai na contramão do carater cristão que almejamos: padecer, ser perseguido, ser injustiçado, perdoar os que nos prejudicam. Quem ensinou isso foi Jesus, portanto, seu eu seguir bem e for chamado de comodista, o meu crítico está falando com Jesus e não comigo, não é assim que está em Mateus?

    Achei o texto interessante porém dá respaldo as manifestações com base em uma rapida auto-análise e acaba funcionando da seguinte forma: me limpei e estou pronto. Lembra um pouco a postura do jovem rico ao dizer que já cumpria os 10 mandamentos, não acha?

    Abraço

  79. Olá Marcos,

    Li seu texto e o compreendi [antes que alguém dotado de inteligência sobrenatural tente explicar algo em sua defesa]

    Como dizia meu professor no tempo da faculdade: “Fora da Bíblia, não há salvação”

    Estou certo que, num tempo de total analfabetismo teológico, seu texto evidencia aquilo que meu amado professor, nos falava durante às aulas de exegese do NT.

    Me desculpe pela crítica, mas, além de não ser Bíblico, seu texto passa um ensinamento equivocado a respeito de Cristo.

    Lamentável!

  80. Achei o texto bonito, mas com o Marcos.
    Sou contra a violência, contra a religião e a favor de Cristo Jesus. A Voz no silêncio da oração sempre Diz o que melhor a ser feito. Cada um tem seu propósito.

  81. Bom texto, porém o título deveria ser não à violência, mas é legítima tanto a manifestação por direitos como a disposição de cada um fazer a sua parte para o Brasil mudar. Jesus iria sim às manifestações, mas para fazer calar o inimigo e o vingador, pois até o mar e o vento lhe obedecem! Nesse caso o silêncio não é o melhor remédio; é necessário CLAMAR a plenos pulmões, porém violência JAMAIS! (Ass.: Helio Oscar Freire).

  82. Sabe porque há manifestações… porque não temos vivido os ensinamentos de Cristo.
    Ultimamente as pessoas tem usado muito o texto sobre orar e clamar… mas quantos estão verdadeiramente buscando a face do Senhor, se humilhando e se arrependendo dos seus maus caminhos?!

  83. Muito bom para se pensar e se colocar em prática!


    Paulo Mostasso:

    1) Cuidado que as vezes sair da caixa pode ser um primeiro passo para heresia.
    2) O contexto de Jesus não está no governo vigente, se não no reino de Deus. Jesus não é e nunca foi democrático. Jesus é Teocrático.
    3) Ninguém disse que manifestar a opinião é errado ou não, mas se é relevante ou não para o Reino.
    4) Numa Democracia o povo elege seus representantes. Se o povo escolhe o tiririca temos que rever não a política, mas a sociedade!
    5) A liberdade Política por Cristo vai vir quando ele voltar pra REINAR!! Não para o povo ser democraticamente feliz… mas para se submeter ao rei.
    6) Ninguém disse que Jesus não se importa com os desamparados. A questão é se Manifestações ajudam os pobres e desamparados! (Historicamente não…aguarde pra ver…)
    7) Não se importar com o contexto de cada pessoa que foi ferida é ser incoerente com esse tal movimento que procura se importar com os desamparados.
    8) Reveja seus conceitos de democracia e liberdade. Não sei vc, mas cristãos vivem debaixo da Teocracia e livres, sim, pois não precisamos pagar aquilo que nunca conseguiríamos! E nessa teocracia, nós temos responsabilidades: Se importar com o pobre e necessitado, o que, convenhamos, independe do governo…Dilma, LULA, Sadam Hussein, etc….
    9) Só completo com minha opinião:
    “(Definição de lutar pela pobreza): Dia 17/06 milhares de brasileiros, que #vemprarua, voltam pra casa e outros milhares alheios à situação #FicamNaRua.
    Enquanto alguns lutam por (R$ 0,20 + Direitos) outros clamam por R$ 0,20 no semáforo…
    Mudar o brasil requer mudar a sociedade, não o governo.
    O problema é cada um aceitar a própria corrupção. Isso é pesado. Isso é difícil. Isso é loucura!
    Por um Brasil melhor, sim, mas que não depende do governo pra mudanças.”
    Mude. Não no dia x ou y, mas em todo tempo, debaixo de todas as pontes, nos bancos de praça. Isso gera mudança. Impacto direto na realidade das pessoas. Isso é ser Igreja. Isso é o que Jesus estaria fazendo enquanto perde-se tempo em manifestações. Ele transformaria vidas, salvaria pecadores do mundo e não mudaria o o mundo.
    Afinal ele não veio pra julgar o mundo. Ele veio pra salvar pessoas. Portanto…
    …”Dê a César o que é de César”

  84. Ainda bem que em nossos dias temos o Espírito Santo que foi enfiado pelo Pai e Pelo Filhos. Na grande comissão, Jesus disse: “Eu estarei convosco, até a consumação dos séculos”. Assim, Ele está conosco em toda parte, Ele é Omnipresente e, está na manifestação, no morro, nos lares e com todos os que nele creem. Cristo em vós, esperança da Glória.

  85. A questão é simples… Jesus disse isto? NÃO! então não o fale!
    Se quer ir ou não à manifestação isso é decisão sua, pessoal com Deus, agora, querer influenciar pessoas colocando palavras na boca de Jesus é manipulação de conhecimento bíblico, e já que você é um formador de opinião, se atente a dizer SOMENTE o que Cristo disse, pois tudo o que Ele disse é o SUFICIENTE!

  86. Interessante sua suposição da opinião de Cristo sobre as atuais manifestações. Não vou concordar, nem discordar pois apesar de ter pensado um bom tempo antes de postar este meu comentário, eu não tenho conhecimento suficiente para chegar à uma conclusão exata sobre tal hipótese. Minhas únicas certezas são: Os ensinamentos de Jesus vão contra a violência e a injustiça. Um verdadeiro manifestante vai à rua com o único intuito de representar fisicamente e dar voz à uma sociedade que parece literalmente rendida aos caprichos dos poderosos. A violência, as depredações ao patrimônio público que acontecem em um ambiente como este são práticas de uma parcela de ignorantes que se dizem manifestantes, mas estes não representam um todo. Cabe a cada um decidir se vai e o que vai fazer em um ambiente como esse. Concordo quando diz que cada um deve fazer a sua parte, o mundo seria perfeito se todos entendessem os verdadeiros ensinamentos de Jesus, mas devemos entender que o mundo não é assim, e uma única pessoa mal intencionada e detentora de poder pode destruir a paz não de uma, mas de milhares de vidas, como é o caso de um político corrupto. Minha opinião é que se eu posso fazer algo além de ser uma pessoa correta, se eu consigo fazer algo de forma pacífica que trará resultados positivos à toda uma geração, eu também tenho a obrigação moral de faze-lo. Quando digo que tenho “obrigação” de faze-lo, falo no sentido de obrigação comigo mesmo de ser alguém melhor, claro que ninguém é obrigado a pensar da mesma forma que eu. Estou falando por mim, e isto é o que diferencia minha opinião da sua. O que Jesus disse é o que está escrito na bíblia, e não acho ético colocar palavras na boca dele.

  87. LINDO O TEXTO ,TEM BASE BÍBLICA.,MAS UM POUCO DE TENDÊNCIA DO BLOGUEIRO,eu sei que deus defende os filhos dele e ampara,é só não fazer baderna não quebrar tudo,e a voz de um povo que usa o Sus,que muitas vezes morre zem atendimento ,será que o blogueiro usa o SUs.será que o Blogueiro dá aula na escola pública como eu e não temos nem inspetores em período nenhum ,devido a políica do psdb,será que o blogueiro estudou como eu ,uma duas ,tr|ês graduações para dar aulas para aluno drogado,que ninguém quer cuidar ,mas nós professores temos que suportar e até sermos maltratados,será que o blogueiro trabalha até as 23:00 como eu?Professor é a classe mais injustiçada do estado de Sp,não reclamam mais ,porque perderam as forças,e para finalizar será que o blogueiro dá aulas para uma geração gerada no ácool e na droga e vive de mãos atadas ,pois pouco podemos fazer pelas crianças>fica ai o meu protesto ,sou a favore da manifestação sim sem violência,esse é o momento do povo que nunca reclamou de nada ganha 620.00 reais e não reclama,Deus ´é conosco
    há 22 minutos · Curtir

    Elisete Pereira de Oliveira TEXTO ESCRITO POR ELISETE

  88. ANTES DE SUBIR O MORRO da Cruz, Jesus andou pelas ruas das cidades “promovendo desordem”, curando, ensinando, etc. JESUS FOI as ruas sim!! Ganhou muita simpatia, discípulos, e também levantou adversários ferozes.
    E dizer que não iria as manifestações é algo fantasioso. É temerário colocar palavras e pensamentos na boca de Jesus!

  89. Ê Marcão! Gerando confusão outra vez…rsrs
    Concordo com você!
    Porque é tão dificil entederem que Jesus só não vai à manifestação apenas porque estará nos dando o suporte enquanto estivermos lá!
    O Deus que é igual a Jesus, é o Deus que grita contra a injustiça!

  90. Olá Marcos,
    Ainda não conhecia seu blog, mas li seu texto através de uma amiga que compartilhou no meu face. Sou católica praticante, e confesso que o título do seu texto é bem polêmico!!…rss, mas despertou a minha curiosidade. Li até o fim e me emocionei, muito bom!! Fico feliz em ver que mesmo nos dias de hoje tem Cristãos que desejam sair da caixa!!! Parabéns pelo seu trabalho, que Deus abencoe!!!

  91. Marcos 11:12 – Jesus entrou no templo, EXPULSOU todos os que ali vendiam e compravam, DERRUBOU as mesas dos cambistas, e as cadeiras dos que vendiam as pombas;
    João 2:15,16 – e tendo feito um azorrague de cordas, EXPULSOU a todos do templo, as ovelhas bem como os bois, DERRAMOU pelo chão o dinheiro dos cambistas, VIROU as mesas
    e disse aos que vendiam as pombas: Tirai daqui estas coisas; não façais da casa de meu Pai uma casa de negócio.
    os versículos postados mostram que quando foi necessário Jesus quebrou o pau, ou vocês consideram expulsar, derrubar e virar com um relho protesto pacifico?

  92. Ótimo texto para refletir e amadurecer a idéia do posicionamento cristão. Porém faço minhas observações:
    1) O texto é mais uma reflexão poética de um posicionamendo do autor.
    2) Muitos estão conjecturando o que Jesus faria, mas só Jesus se estivesse tomaria a sua decisão como sempre fez, ouvindo Deus Pai primeiro e não a pressão popular ou as ameaças do políticos.
    3) Concordo de Jesus era teocrático, mas somente Ele Pois era homem perfeito e podia cumprir todo o mandamento de Deus sem pecado, estava aqui com uma missão muito específica e tinha pouco tempo para se preocupar com questões políticas da época, mas o que queria era libertar o homem começando de dentro para fora e assim atingisse a liberdade fora mesmo quando fosse opresso pelos poderes humanos religiosos e políticos ao ponto de não negarem a fé mesmo quando ameaçados de morte. Porém o Cristão na minha opinião ele é teocrático no que diz respeito à crer nos ensinos de Jesus se submetendo a ele, mesmo contrariando a maioria se poventura quiserem viver foras dos princípios e valores de Deus, mas também é um cidadão e está submetido ao governo do país onde está, devendo participar para melhoria em todos os sentidos inclusive usando as habilidades e dons que Deus lhe deu para contribuir, inclusive profissionalmente.
    4) Quanto às manifestações todo cidadão é livre para fazê-lo conforme nossa constituição com ordem e descência, reivindicar direitos e necessárias mudanças não fere nem a constuição do nosso regime democrático nem fere os valores cristãos que se baseiam no ensino teocrático de Deus, porém isso é livre ao cristão participar ou não é consciência de cada um se não quer ir, não julgue e não critique quem faz e os que vão não critiquem os que não vão, pelo menos acho que isso que o apóstolo Paulo diria hoje à Igreja brasileira.
    5) Quanto à tranformações profundas no homem diria que a igreja brasileira deveria pensar seriamente em uma mudança de postura e retorno ao evangelho rapidamente, se quiser apresentar para os outros um caminho para Deus, deverá primeiro endireitar as suas veredas, abandonar o legalismo, a divisão, o partidarismo e inclusive se tornar laica de verdade, para dar exemplo ao mundo.

  93. Caro Marcos,
    que belo texto!
    Você pensou que Jesus estaria colocado onde muitos de nós não nos colocaríamos numa hora dessas. E, realmente, estar com as pessoas que você sugeriu é uma grande responsabilidade para o corpo de Cristo.
    Necessária e muito importante também é a presença do corpo de Cristo no meio da massa para salga-la e iluminá-la, pois foi isso que Ele (o Cabeça) nos ordenou.
    Não há esquizofrenia no corpo de Cristo, todos os membros cooperam com seus dons e chamados dirigidos todos ´por uma só mente.
    Então, creio que Jesus se faz presente através de nós em cada lugarzinho que um membro do seu corpo se coloca.
    Nesse momento o medo e a timidez podem impedir que saiamos às ruas para legitimamente protestar, mas Ele sempre nos diz: Não temais!
    #vemprarua Marcos.

  94. Gente, pelo amor de Deus! Com todo amor, deixem de ser imbecis! O texto e como se fosse uma parábola! Qd se diz “Jesus”- Nao vou,mais vc pode ir.” So quer dizer que façamos a nossa parte que nos e de direito / humanos e que Ele fara a parte Dele “Deus, Soberano, Onipresente, Onipotente, Medico dos médicos, Consolador…
    Ahhhh para!

  95. Mas não temos que ser imitadores de Jesus? Então o certo seria fazermos o que Ele faria (pelo menos no que o texto acima diz) mas fazer o que ele faria, ninguém quer, o povo quer é tá na muvuca!! Apesar de eu descordar só nessa parte, gostei muito do texto!

  96. Estou horrorizada com alguns comentários aqui! Sério!
    Marcos, achei muito pertinente o seu texto, ainda mais qd Jesus fala que precisamos fazer uma análise das nossas atitudes e valores. Exatamente isso que devemos fazer, pois senão, estaremos sendo mais hipócritas dos que estão do lado de lá. Acredito que há um conjunto: devemos primeiramente interceder pelo nosso país e pelos nossos governantes (sim, n importa se vc gosta ou não, se votou ou não, lembre-se que toda autoridade vem do Senhor), avaliarmos as nossas vidas e sairmos as ruas em protesto contra as injustiças. No texto há uma fala assim:
    “Não, eu não iria desta vez nas manifestações!” Jesus aqui diz q já foi e fez protestos, mas que, dessa vez, ele iria estar com aqueles que estavam precisando de amparo. Cumprindo o seu papel de estar cuidando de nós, deixando nós irmos, sabendo que ninguém estaria desamparado. Com essa história, não estamos vendo um Jesus ‘bundão’, como um infeliz disse acima, estamos vendo um Jesus cheio de amor, amor esse que nós precisamos buscar a cada dia mais, sem amor, minha gente, não precisa nem sair de casa, pois estará sendo mais um no meio da multidão, gritando aos ventos apenas. Sejamos diferente como Jesus foi e é.

  97. JESUS SERIA O PRIMEIRO A ESTAR NAS RUAS.
    SERÁ VOCÊ O CULPADO?
    Solidarizo-me com vocês profissionais (de tantas áreas) que pagam um preço enorme por exercerem suas profissões com dignidade e sem ao menos serem valorizados por isso. Não se culpem pelas limitações que são enfrentadas no seu dia a dia. Nem ao menos deixe alguma fagulha de culpa entrar em sua alma por não conseguirem o desempenho máximo que tanto sonhou enquanto ainda se capacitava. Não. Definitivamente vocês não têm culpa nenhuma.
    A culpa é de quem poderia fazer algo e não o faz. A culpa é de quem foi eleito e escolhido dentre tantos para nos representar e esculhambam nossa escolha, corrompendo-se e sendo fantoches em um jogo sujo e mesquinho. Até quando teremos que suportar esse descaso que aí está e virmos os culpados, apenas depois de pressionados, aparecer para dizer que vão fazer alguma coisa?
    Hipócritas. Estão há tanto tempo no poder e o utilizam para benefícios próprios. As ruas sempre estarão cheias de pessoas cansadas de vocês. Cansadas mas vivas em seus sonhos e ideais. Não importa qual a cor da roupa que vestem. Não importa qual adereço usem. Se apitos, máscaras, nariz de palhaços, pinturas no rosto ou cartazes. Saibam vocês que essas pessoas não estão nas ruas por modismo ou onda, e quem afirma isso são os panacas que lhes apadrinham. Essas pessoas das ruas são revoltosos porque não aguentam mais os bandidos travestidos de Robin Hoods engravatados no poder. Elas não aguentam mais virem seus representantes legais serem atraídos pelos “prostíbulos dos subornos” e seduzidos pela “meretriz corrupção”. Essa Jezabel sedutora será desmascarada, imorais.
    Não se esqueçam que essa gente está na rua cantando o hino nacional por causa do inerente e intrínseco nacionalismo apaixonado e amor à pátria; quem sabe herdado com a Revolução Francesa. (o que vocês descaradamente fazem questão de negar com seus atos e condutas espúrias). Essa massa na rua está querendo dar um recado. Não percebem isso falsos Parlamentares? Essa gente, mesmo que alguns poucos nem saibam as causas reais do porque marcham, Cansou. Cansou da sua hipocrisia e falsidade. Cansou das promessas não cumpridas. Cansou da sua cara lavada, dissimulada e mentirosa.
    Não. Essa gente pode até inocentemente ser levada pela empolgação do jargão babaca que o “Gigante acordou”. Mas essa gente definitivamente não está satisfeita com vocês. O que fazer? A Renúncia para os que forem julgados e condenados pelas leis do País seria a melhor maneira de admitir e reparar o erro, mostrando que ainda lhes resta o mínimo de dignidade. Se esse não for o seu caso, ouça o clamor popular. Arrependa-se, repare urgentemente os erros cometidos e corrija a omissão de não priorizar o que realmente tem valor e importa, lutando por construir uma sociedade mais igualitária e democrática. Dignifique-se em servir a “Pátria amada” com honestidade, honra, integridade e trabalho. Miguel de Cervantes já dizia: “A formosura da alma campeia e denuncia-se na inteligência, na honestidade, no reto procedimento, na liberalidade e na boa educação”. Portanto, Conquiste a confiança do Povo. Sim, é possível. Governe para o Povo e em prol do Povo. Esse é o meu recado.
    “Quando os justos governam, o povo se alegra; mas, quando os maus dominam, o povo reclama (geme)”. Provérbios 29:2 – Rômulo Cordeiro carvalho (23/06/2013 – 01:37)

  98. O teu texto é romântico, sensível até, mas não têm apoio na Palavra. Jesus e os apóstolos jamais se levantaram contra Cesar, ou quiseram mudar o sistema político vigente.
    A sujeição a autoridade, por mais difícil que seja, é uma característica autêntica dos cristãos. Jesus não patrocina nossos desejos ou paixões, por mais nobres que sejam…
    Por mais injusto que seja o governo, não cabe a nós passarmos lápis grossos em Romanos 13 para justificar uma justiça que só cabe a Deus fazer. Deus não vai contra sua palavra. Nunca! , Se o cristão têm de fazer algo, é orar e jejuar pelos governantes (1 Timóteo 2.1-2). Essa é a guerra, não com armas carnais, por força, protestos. ““Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim, poderosas em deus, para destruição das fortalezas” (2 Coríntios 10:4).
    Fiquei muito entristecido ao ler esse texto… de como há imaturidade no meio cristão. Cada um seguindo seu enganoso coração. O texto apresenta um fermento sutil disfarçado, e engana os mais incautos.
    As pessoas sequer sabem quem está a frente deste movimento, e os cristãos sendo incentivados a seguirem o que no fundo desconhecem. A Igreja do Senhor não foi feita pra ser cauda, mas cabeça, e não trabalha por força, mas com mansidão, humildade e cheia do Poder de Deus, através da oração e jejuns. E assim, o SENHOR nos ordena sim que renunciemos às nossas vontades, renunciemos a nossa justiça humana, às obras feitas no corpo, entregando nossas causas a Ele, para que Ele julga retamente. (1 Pe 2:23)
    Isso é Fé. O resto é desobediência a Palavra, e por mais bonitinho e emocionante que pareça, não opera o Poder de Deus.

  99. Jesus iria sim!
    Em espírito, na mente e nos nossos corações… de todos nós, nos guiando e nos protegendo nos fazendo ajudar a quem precise… mas principalmente nossas manifestações devem ser a todos os dias e onde quer que andemos dizendo não a corrupção devolvendo um troco que foi nos estregue a mais em um objeto que achamos que não nos pertence, rejeitando muitas vantagens que nos são oferecidas a todos os dias…

  100. Boa tarde! O texto é muito bonito e admirável, elaborado com sabias palavras, mas quando falamos de Jesus, falamos de Amor, não tem o que discutir e nem ofender as pessoas que discordão de você, e sim fazer o que o texto em si fala, a mudança tem que partir de nós mesmo, e não é confrontando quem não entende a palavra de Deus.Não devemos nos calar diante de tanta injustiça, e sim orar para que Deus nos de força para fazer o que é certo e justo, e não mais ficar esperando as coisas acontecerem de braços cruzados.

  101. não precisa de protesto, vcs não tem fé em DEUS, vcs não crê que tudo isso pode ser mudado de outra forma, com JESUS tudo pode ser mudado pela força da oração
    Tenha FÉ acredite no poder de DEUS meu irmão creia sim como MARIA que no poder de DEUS confiou
    Ele VIVE
    Ele REINA
    Ele é DEUS nosso SENHOR

  102. O Brasil sofre de um problema Chamado Analfabetismo funcional … significa que a pessoa Lê o texto .. mais não compreende …

    O final do texto é bem claro … Jesus fala -Não vou pra manifestação para você poder ir!

    (lembrando que isso se trata de um “conto” ou uma parabola)

    o texto é excelente

  103. Amigo, concordo com vc em parte.
    EU fui as manifestações e pretendo ir em quantas mais eu achar necessário. Mas não fui lá como cristão não. Fui lá como CIDADÃO BRASILEIRO.
    Pois é meu caro, as manifestações pacíficas, assim como o voto, o projeto de iniciativa popular as greves, etc, são formas democráticas que a população brasileira tem de demostrar sua opinião a favor ou contra as autoridades constituídas.
    Agora eu lhe faço algumas perguntas? Será que Jesus Cristo faria greve, assinaria o abaixo assinado Fora Renan, ou votaria no candidato A ou B em uma eleição?
    Certamente que não. Essas coisas nunca preocuparam Jesus. Ele nunca foi um ativista político. Ele se preocupa com a salvação das pessoas. O que não significa que eu não deva me preocupar.

    O próprio Jesus disse: Dai a Cezar o que é de Cezar e a Deus o que é de Deus. Posso e devo me interessar por política, lutar contra a corrupção e outros males que afetem a minha nação. (Tudo isso com equilíbrio e a mansidão que o cristão sempre tem). Mais devo saber que esse mundo é de CEZAR não de Deus. Foi Jesus cristo que fez essa separação não eu.

    Um abraço fraterno e que Deus nos abençoe.
    OBS: FIquem a vontade para discordar de mim, estou expressando apenas minha opinião.

  104. BEM,caso alguem venha a ler este texto,ele ,de inpiraçao,pessoal,e com base biblica,conforme o entendimento que me foi dado pelo SENHOR.As opinioes,sao diversas,referentes ao texto,oque realmente ,importa,nao sao nossas,divergencias,mas sim ,que em cada opiniao,habita tambem,o AMOR de DEUS,”atraves,do livre arbitrio,entao nos foi proposto,que o senhor ,jamais interferia,em nossas decisoes,mesmo elas sendo ,de fundamentaçao pessoal.SO por isso se demostra,que DEUS,ESTA ONISCIENTE,E ONIPRESENTE,que atraves de sua misericordia,nos ,divergimos em opinioes,”MAS ACREDITO,QUE ,OQUE REALMENTE,SERIA NECESSARIO PARA SUA PRESENÇA ,NO MANIFESTO,SERIA QUE EM PRIMEIRO LUGAR,””SEU NOME E SUA MAJESTADE FOSSE EXALTADA,ACIMA ,DOS ANCEIOS HUMANOS,QUE A NOSSA DEPENDENCIA DELE ,FOSS UNICA E EXCLUSIVA,PARA SUA HONRA,,AI ,COMO FIES EM CRISTO A E AO SEU AMOR INCONDICIONAL,ESTARIAMOS ORANDO PELOS GOVERNANTES DESTE NAÇAO,””POR QUE TODA AUTORIDADE DADA ABAIXO DOS CEUS E DE ELEIÇAO DIVINA,E ASSIM ,INTERCESSESANDO,SOBRE ESTES ,SEU AMOR SE MANIFESTARIA AO SEU TEMPO.

  105. discordo… mas é um belo texto! Acho que a o texto pode gerar uma atitude ainda mais apática por alguns… Sei que não é essa a intenção do texto, mas na minha concepção pode gerar isso sim!

  106. Achei seu texto tendencioso. Fica a impressão que as manifestações nao sao tão importantes para Jesus, o que faz levar as pessoas pensarem “Se Jesus nao vai, nao é tão importante assim”, mesmo ele “falando” para a pessoa ir, no final. “Falando”, pois nao sao palavras dele, mas suas, que vc inventou. Na minha opiniao, um homem que sempre lutou contra as injustiças de sua epoca jamais falaria para que as pessoas desacreditassem das lutas de manifestações. Manifestação nao é sinonimo de violencia, e se vc acha que é, ou quis passar esta mensagem de forma subliminar em seu texto, vc é entao é apenas mais um manipulado da grande midia. Os protestos sao legitimos, pois exigem o direito do cidadao de ter suas necessidades basicas satisfeitas. O brasileiro paga uma das maiores cargas tributarias do mundo e temos o pior retorno, com piores serviços, pior educação, pior saude, transporte horrivel… a situação é insustentavel. Pessoas que estao nos hospitais vao se beneficiar muito mais se vc abrir sua boca e for demandar, do que vc ir la e ficar com ela, pois atualmente tem gente que nem consegue sequer chegar num leito de hospital porque o SUS nao tem dinheiro para medicos, equipamentos, e leitos. Enquanto isso se têm bilhoes para gastar em COPA, vinda do PAPA, e olimpiadas. Fora os milhoes de reais desviados em corrupção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>