Adolescentes, adolescentes! Ficávamos discutindo qual a melhor posição para se fazer sexo, éramos estimulados pelas nossas mentes férteis e por materiais não apropriados para a nossa idade a pensar em varias posições sexuais que nos dariam a possibilidade de ter muito prazer!

Mas hoje eu sei que nenhuma pode te dar mais prazer que a posição Papai e Mamãe! Não estou dizendo a posição em si, mas sim a postura de um pai e uma mãe, a postura de um casal que tem planos e compromissos. Vou explicar.

O proibido sempre foi usado como estímulo sexual para criar desejos e esquentar relacionamentos.

As histórias e os filmes pornograficos montam as fantasias com pessoas que estão fora do seu convívio, colocando que o maior prazer vai surgir de repente com alguém que você não conhece bem, com a secretária, a vizinha ou alguém que entrou na sua casa para prestar algum serviço banal.

Dizem que não podemos ter o MAIOR prazer com o que temos em casa, com a esposa, mas é proposto para nós que a melhor posição do prazer é o Papai e a Amante ou a Mamãe e o Outro.

Afinal de contas, o poeta já cantou: “Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça é ela menina que vem e que passa”. Deixando bem claro que a que já estava não é mais bela e nem tem mais graça.

Mas isso não é verdade e, é exatamente por isso que se chama fantasia.

Um posicionamento no Papai e Mamãe sugere um compromisso a longo prazo entre duas pessoas que querem estabelecer uma família, algo para a vida.

O sexo já é um prazer enorme, mas se acrescentar o prazer do compromisso, a entrega é por inteira e não vai haver limites para o prazer! O orgasmo será apenas a porta de entrada para a alegria de estarem juntos gozando a comunhão de alguém que te quer por inteiro(a).

O que os adolescentes precisam saber é que, na verdade, não importa muito a posição sexual, se for Papai e Mamãe, de 4 ou até Canguru Perneta não é o que vai aumentar e perpetuar o prazer, e sim um compromisso duradouro com a pessoa com quem se tem a relação. Um compromisso de confiança, de vida, de família, que eu estou chamando de posicionamento Papai e Mamãe!

  1. hahaha Nem sei direito o que comentar… hahaha mas pensei naquele famoso grito de "Glóóóóória a Deus"! hahahahaÓtimo texto, Marquinhos! Concordo que o importante é o compromisso e a fidelidade no e ao relacionamento!Deus te abençoe sempre!

  2. Muito bacana vc escrever este texto para o público adolescente.É importante nossos adolescentes saberem a verdade contida nexte texto, pois a sociedade tem pregado insistentemente o contrário, e muito mais do que na nossa época de adolescentes…

  3. Marcos, Parabéns pelo texto!A fidelidade e compromisso conjugal é o ápice do relacionamento sexual… não há orgasmo que substitua uma entrega como esta.Abraços

  4. Nossa, parabéns, muito sábias as suas palavras, o blog me chamou atenção pelo título do texto, e sem dúvida alguma é preciso divulgá-lo para os adlescentes dos dias de hoje, e aos jovens também que estão começando a caminhada agora!Que Deus continue a te usar!Paz!

  5. Marquinhos, o que mais eu gosto de ler nos seus textos é sua fala destemida, você não tem medo de usar qualquer expressão.E é assim que a nossa juventude vai acordar pra vida, falando claro!Parabéns pelo texto e por nos deixar tão explícito que a espera, o amor e o compromisso ainda valem a pena.Um abraço.

  6. Fernando Patrocínio

    Namoral ! Falou td e mais um pouco . rs A verdade é que somos bombardeados pelo mundanismo através de idéias distorcidas do que é bom e perdurável, levando-nos para o que é vazio e passageiro. Mensagem curta e eficaz.Esta de Parabéns.

  7. Marcos, muito bom o seu texto. Sem dúvida alguma, sexo sem o compromisso não tem graça. Sou casado a 19 anos e confirmo que amo minha esposa hoje da mesma forma que a amava a 19 anos. O amor e a cumplicidade só aumentam quando há o compromisso sério.

  8. Nossa, muito interessante o seu texto, sério mesmo. É uma pena que as pessoas achem que o sexo só é bom quando corre riscos, quando é proibido. Mas se esquecem que tudo só é bom de verdade (até o sexo) quando é feito com amor.Parabéns pelo seu texto! 🙂

  9. Caramba Botelho, vc a cada dia conseguindo me surpreender com post, tweets e afins… Simples, cristão, sempre compreendendo a geração pós-moderna, ah e tbm sempre é polemico hahaha =).. AbraçãoOBS: Não teve como vir na cabeçam : aquele famoso grito de "Glóóóóória a Deus"! hahahaha [2]

  10. Olá Marcos, não consegui comunicação via Twitter. Valeu o toque, já conhecia, inseri o link do blog no Veredas Missionárias, na seção 'Missionários e Pastores'. Parabéns pelas bênçãos semeadas por meio deste ministério.O que faço é divulgar e promover, via internet (principalmente através de blogs (são mais de 10). EQualquer coisa, é só pedir/escrever.Deus lhe abençoe meu irmão!Um abraço fraterno do Sammis

  11. Muito bom. Ah, com relação ao vício que temos por livros, quais poetas me recomenda?Um forte abraço…estou no seu twitter e obrigado pela mensagem.

  12. Eu admiro a sua sabedoria marcos. Sem preconceitos, superficialidade e hipocrisia vc desenvolve uma idéia de forma clara, transparente, responsável e baseado na Palvra de Deus com algo que eu admiro muito bom-humor!Seu textos me fazem pensar sobre minhas atitudes e como vc traz a realidade…ou seja vc manda o papo reto.E é legal em seu textos que agente se identifica, dá ver que não agente sozinho que passa por esses problemas…mas o que tbm é mais legal que vc nos lembra que com Deus é possível uma vida de Santidade e assim fortalece a fé de que lê!Abraços Deus te abençõe!

  13. Marcos, sem palavras! Quer dizer… Tenho sim o que dizer =D Acredito que você foi levantado para tirar dúvidas comuns entre os jovens, antes mesmo que eles tenham a chance de perguntá-las. Que Deus continue te usando pra ser bênção, eu tenho sido abençoada através do que tenho lido e assistido… Continue assim, sendo claro e objetivo. PAZ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>