Certa vez ouvi um pregador falando que a igreja tinha deixado de cumprir a missão para a qual foi chamada: levar o nome de Jesus por todas as nações. Até aí eu estava concordando, pois acho mesmo que temos esquecido a nossa missão. Foi quando ele usou o argumento que a missão da Coca-cola era que cada habitante da terra pudesse experimentá-la pelo menos uma vez e, com um século de existência, ela já estava cumprindo sua missão. E a igreja, em dois mil anos de história, não cumpriu a sua.

Por algum tempo fiquei pensando como uma empresa que está vendendo uma bebida e que busca apenas o lucro pode estar exercendo sua missão melhor do que nós, a igreja, que temos a mensagem de vida eterna. Mas quando me dei conta, vi que isso é um argumento furado.

Como podemos comparar missões com a venda da Coca-cola? Penso que o evangelho tem que ser vivido, que a mensagem não pode ser só falada e sim encarnada pela pessoa que a está levando.

Às vezes temos tratado a mensagem do evangelho como se um bom marketing e investimento financeiro pudesse resolver. Ao conversar com uma missióloga, ouvi que na década de 90 o Brasil teve um alto índice de missionários que retornaram do campo precocemente por falta de preparo, problemas de caráter e sustento adequado.

Jesus, em sua missão de salvar o mundo, encarnou-se para viver o que vivemos e mostrar que existe uma vida melhor (João 1.14). Só se pode ver a glória de Deus através da encarnação na missão do mensageiro.

Não é só a mensagem, mas é também a vida. A experiência nos mostrou que não podemos mais chegar em um lugar, longe ou perto, falar de Jesus e simplesmente virar as costas. Não foi este o exemplo que Cristo nos deixou. Temos que estar, viver e entender o lugar e as pessoas e, através da mensagem, com a vida de Cristo em nós, transformar as pessoas e o meio em que vivem.

Acredito que realmente não estamos fazendo missões do jeito que deveríamos, pois nos prendemos no nosso mundinho e esquecemos da grande comissão. Mas tenho a certeza que não é com os valores, métodos e números de uma multinacional que devemos nos comparar.

Que Deus nos ajude a servi-lo com maestria.

  1. Oieee…..te conheço do acampamento Jovens da verdade, entrei no seu perfil e li o que escreveu e cheguei até o seu blog.rsMuito bom esse blog e os seus posts.Temos que praticar o IDE. Ide e pregai o evangelho.Vou te linkar aos que leio no meu blog.Passe por lá quando puder.bjuFique com o Rei!!!!!!

  2. Olá MarcosRealmente não podemos comparar o evangelho com uma multinacional, mas damos os “crentes” gastam mais dinheiro em coca-cola do que em missões. É preciso um reajuste dos nossos valores e princípios, vejo que hoje a igreja não se preocupa em atingir todas as nações, é triste, não podemos nos esquecer da nossa MISSAO.Cara, tentei lhe mandar um e-mail, mas está voltando, please me envie tiago@tiagonogueira.com.brPassa lá no meu blog também: http://www.tiagonogueira.com.brUm Forte AbraçoTiago Nogueira

  3. oii..eu sempre passo aqui pra ler seus artigos.. mas nunca deixei um comentário..mas esse post merece:Dacredito que muitos de nós estamos acomodados, falamos ser o ”sal da terra e luz do mundo”.. mas sal que não gera sede, que não faz diferença pra nada tem serventia, e luz que não ilumina as trevas e se faz indiferente ao caos.. não é luz.Jesus nos confiou a missão de ir pelo mundo e pregar o evangelho.. devemos mostrar a vida para as pessoa ao nosso redor, devemos pregar o evangelho seja com palavras, atitudes, simples gestos!.. que nós possamos refletir a Cristo, e sermos movidos pelo mesmo amor que O moveu!parabens pelo blog!te linkei ta?beeijo

  4. Opa Marcos, seus textos são de forma geral, muito bons.Mas ouvi essa pregação sobre a coca-cola e não vi em momento algum o pregador comparar a missão da coca-cola com o evangelho. No que ele falou sobre isso na mensagem, o conflito era “a coca-cola está fazendo sua missão nos estamos fazendo a nossa missão?”Claro, não estou falando que você quis denegrir a mensagem ou algo assim, mas gostaria de saber em qual momento da pregação você viu essa “comparação”?!Fique com Deus!

  5. Olá, Paz !!!Deixando de lado, por um momento, os pormenores do assunto, se houve ou não comparação, os desdobramentos do assunto sobre nossa missão (como estamos fazendo ? as pessoas estão vivendo a palavra ?), etc., tenho um questionamento a fazer:Será que Osama bin Laden experimentou pelo menos uma vez a Coca-Cola ? Todos seus seguidores a experimentaram pelo menos uma vez ?Se alguém souber me responder eu agradeço.PAZATODOS !!!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>