O pecado que todo pastor gosta de confessar

14212793_1163605470349236_2630234970951037534_n

Em algumas entrevistas de emprego é comum o entrevistador perguntar: qual a sua maior fraqueza? Geralmente a resposta é: sou muito cabeça-dura quando sei que estou certo, sou briguento pelos valores que acredito, dedico muito tempo ao trabalho, etc.

Esse tipo de confissão de “fraqueza” é muito propicio para uma entrevista de emprego, pois na verdade o candidato não está confessando um defeito e sim vendendo uma imagem de super trabalhador.

Vejo esse mesmo erro sendo cometido por muitos pastores que conheço e as vezes até por mim mesmo. Gastamos muito tempo nos ministérios, e sabemos que isso tem prejudicado nossas famílias, mas não levamos a sério esse pecado.

Às vezes os pastores são muito apaixonados pelos sonhos ministeriais, mas não se apaixonam pelos sonhos da família.

Temos grande facilidade de planejar os ministérios, de articular ideias, de nos debruçarmos nos detalhes de cada empreitada, mas quando chega na hora de planejar um momento de lazer em família, pensar numa estratégia para o culto familiar ou repensar a rotina da casa no próximo mês não conseguimos ter ânimo nem energia pra fazer.

Pastores “confessam” o tempo todo que estão se dedicando demais ao ministério e as pessoas ouvem e dão leves conselhos, como: “Toma cuidado pastor!” ou “Isso não é saudável”. Não percebem que a próxima confissão pode ser uma separação ou algo pior.

Se o pastor falha em algo no ministério é ruim, mas o pastor pode tentar de novo e refazer tudo, mas se ele falha na família, tudo se desmorona.

Por isso, quando um pastor “confessar” com um orgulho de canto de boca que tem se dedicado demais ao ministério e está cansado, olhe para ele seriamente e confronte-o em amor: Você está se confessando ou vendendo uma imagem?

COMPARTILHE essa mensagem com teus amigos.

Mais imagens e reflexões no Instagram @marcosbotelho

Você já leu isso errado! JOVEM RICO | TEOLOGEEKS

Os teólogos geeks, Marcos Botelho e Victor Fontana,  começaram uma nova série “Você já leu isso errado!”, e nesse episódio da serie eles falaram sobre a interpretação do CAMELO PASSAR NO BURACO DE UMA AGULHA do texto do Jovem Rico do evangelho de Lucas 18.

Mais >

Você já leu isso errado! PEROLAS PORCAS | TEOLOGEEKS


Os teólogos geeks, Marcos Botelho e Victor Fontana, gravaram mais um video da série “Você já leu isso errado!”, e nesse episódio da serie eles falaram sobre a interpretação do PÉROLAS AOS PORCOS do texto de MATEUS 7:6

Mais >

Tocha olímpica é a teologia da prosperidade | TEOLOGEEKS

Os teólogos geeks, Marcos Botelho e Victor Fontana, vão fazer um paralelo maluco entra a tocha olímpica e a teologia da prosperidade. Confira no que deu essa doideira!

Mais >

Desmascarando o Falso Profeta Liberal | Teologeeks

Os teólogos geeks, Marcos Botelho e Victor Fontana, vão começar a nova serie “Desmascarando o Falso Profeta”, e nesse episodio vão falar da heresia chamada Teologia Liberal. Acompanhe as dicas para você chegar a conclusão se o líder religiosos que você ouve é um falso profeta ou não.

OS PRIMEIROS EPISODIOS
Falso Profeta da Teologia da Prosperidade
Falso Profeta da Teologia Fundamentalista
Mais >

95 MENTIRAS DO MUNDO GOSPEL #LIVROS #CATARSE

95 Mentiras do Mundo Gospel é um livro colaborativo. Um dia, resolvemos compilar as maiores enganações que o mercado gospel tem disseminado. Para isso, contamos com a ajuda de dezenas de pessoas que nos enviaram enganos, absurdos e picaretagens que povoam a boca de cantores e pregadores. Escolhemos as 95 melhores e explicamos porque cada uma delas é uma falácia e esperamos que você e muitos outros leiam e, com humor, vejam que há libertação para quem está travado no mercantilismo evangélico.
Então, se você quer um exemplar de um livro que te fará rir, com muito conteúdo, apoie o projeto e RECEBA!!!

www.catarse.me/95mentiras

Nomes Bíblicos para Mulheres (Zuados) | Teologeeks

Os teólogos geeks, Marcos Botelho e Victor Fontana, nesse episódio vão falar sobre os nomes bíblicos para mulheres que tem significado muito bom, mas que todos desprezam. Por que será?
Mais >