certidao-davi036

João (2014)

Por Liz valente

Estou pensando sobre o momento em que peguei os meus pequenos pela primeira vez. Foram em circunstancias distintas que me vi grávida deles, mas ambas as gravidezes trouxeram o mesmo sentimento sublime de que a vida estava em curso. A vida estava compartilhada entre meu corpo forte e seus corpinhos frágeis ainda em formação.  Pegá-los pela primeira vez foi especial, a partir de então cada um era apenas um e começamos a jornada deliciosamente assustadora de nos descobrirmos.

Eu nunca fui daquelas meninas que sonham com a maternidade.  Mesmo na juventude eu não fantasiava com a ideia, ser ou não ser mãe era apenas uma coisa que poderia ou não acontecer. Por isso quando segurei o João em meus braços instantes após seu nascimento tive uma reação que me surpreendeu: imediataneamente o amei. Chorei aliviada da dor do parto e fui tomada pela presença palpável da misericórdia de Deus. A misericórdia de Deus pesava aproximadamente 4kg, e se enrolava feito tatu bola em meus braços inseguros. Ela parecia um marca texto destacando a beleza da vida humana tão inédita que ali respirou pela primeira vez. Continue lendo →

Por uma iniciativa da Orphan Sunday (Membros da Aliança Cristã para órfãos), foi produzido um vídeo com crianças e adolescentes mostrando a importância de dar carinho, atenção e amor, para quem não tem família. Por isso hoje pedimos que você ore conoco no Plantão de Oração!

Qual é a fonte do amor? DEUS!

Toda criança tem o direito de conhecer o amor de Deus, e ela pode conhecer através de você!

Assista ao vídeo e ore!

00

shutterstock_385425097De acordo com uma pesquisa publicada no livro A Criança, a Igreja, e a Missão, as crianças valorizam mais o tempo que você gasta com elas do que qualquer outra coisa!
000

As famílias estão de fato com problemas, e são as crianças que pagam o preço. Ao perguntarem 1.500 crianças em idade escolar “O que você acha que torna uma família feliz?”, elas não mencionaram dinheiro, carros, casas grandes e bonitas ou televisão. A resposta mais comum foi: “Fazer coisas juntos”.

00
O relato abaixo, enviado a nós pelo pessoal do Projeto Calçada demonstra esta necessidade de tempo juntos para uma família feliz. Além disso, ele nos mostra que orar pela coisa certa agrada a Deus e ele, em sua soberania, responde ao apelo de uma criança:
0

Uma das meninas aconselhadas relatou no meio do aconselhamento que ficava muito triste quando o pai ia trabalhar fora da cidade. Ela falou que sua mãe e seus irmãos até choraram quando o pai disse que teria de viajar. No momento da oração durante o aconselhamento com a Bolsa Verde pedimos a Deus que o pai conseguisse um emprego na cidade para poder estar mais presente na família. Hoje o pai mudou de emprego e está trabalhando na cidade em que eles residem.

0
Este relato chegou até nós por Cleisse Andrade, parte de um relatório submetido a ela por um projeto localizado em Joinville, Santa Catarina.

imag_opi_12_10_criancaPor Klênia Fassoni

– Uma história sem pé nem cabeça, do início ao fim divertida, ‘sem’ propósito e ‘sem’ coerência. Tinha ritmo e figuras. Um mundo de impossibilidades que parecia real por suas cores tão nítidas!

– Uma menina dançando, rodopiando, como se estivesse de olhos fechados sem notar ninguém. Tímida, naquele momento estava solta, feliz. Estava em outro mundo, devaneando. Eu a invejei.

– Uma pedra alta no caminho de casa, que virou monumento, onde sempre voltava e reafirmava pequenas certezas de criança, teologia difusa, mas sincera. Eu o acompanhava com o coração.

– Uma alegria “que doía”, de tão intensa, por causa de uma música “triste/alegre”. Ouvia de olhos fechados para senti-la melhor. Neste momento não estava ali, estava em outro lugar invadido por felicidade.

– Uma oração – o Pai Nosso orado como se de fato o Reino de Deus pudesse vir para todos os espaços da vida. Se na escola ensinavam sobre reciclar o lixo, o menino suplicava que “todo mundo do mundo” aprendesse a cuidar do lixo; se tinha dificuldade de dormir, pedia a Deus um bom sono e que isto se estendesse a “todo mundo do mundo”. Continue lendo →

image3659425No dia 12 de outubro comemoramos o Dia das Crianças. Nossas igrejas se mobilizam e festejam com as crianças promovendo várias atividades e fazendo tudo com muito entusiasmo. Nós, da Rede Mãos Dadas, queremos oferecer a vocês um toque reflexivo em meio às comemorações: sua igreja é de fato amiga da criança nos outros 364 dias do ano? Responda o teste AQUI, e nos ajude a buscar meios de ajudar nossas igrejas a obedecer mais e melhor à ordem do nosso Mestre: “Deixai as crianças virem a mim, não as impeçais!”

Elben Cezar

Elben César

Por Elsie Gilbert

Participo de uma comunidade de fé muito especial. Nesta comunidade temos que lidar constantemente com todas as opiniões e vontades divergentes. O exercício da tolerância em amor é constante. Não somos perfeitos! Mas o que torna esta comunidade muito especial é que por várias décadas temos tido o privilégio de sermos o alvo da intercessão de um homem de Deus. Estou falando do Pr. Elben César.
0
Certo dia, perguntei para sua esposa como era a rotina do casal. Ela me disse que seu marido acordava muito cedo, às vezes até às 3:30 da manhã e que gastava a primeiro hora do dia em oração. Quando ela acordava, então era a vez de juntos gastarem mais um tempo em intercessão. A quantidade de causas e pessoas levadas ao trono de Deus por estes dois é incontável!
0
No fim de semana que antecedeu a morte do Pr. Elben, nossa comunidade realizou um acampamento e tivemos como palestrante o Pr. Ivênio dos Santos da Igreja Batista da Redenção em Belo Horizonte. Ele nos levou a pensar na oração intercessória. O título de sua preleção foi emblemático: “Oração: o meu grande fracasso!” A minha comunidade de fé foi desafiada a fazer o que Moisés fez: erguer as mãos para os céus esperando de Deus o socorro enquanto Josué lá embaixo enfrentava os inimigos e buscava a vitória na batalha.
0
Do ponto de vista pessoal e egoísta eu penso: quem vai orar por mim enquanto durmo? Não sou a única pessoa de nossa comunidade a se sentir “desorada”! Deus retirou do Pr. Elben esta tarefa, por vezes árdua, da intercessão e busca pessoas dispostas a preencher esta brecha. É por isto que a Rede Mãos Dadas tem insistido na promoção da intercessão. Uma destas ações é o nosso “Plantão de Oração”.
0
Para o Pr. Elben, oração nunca foi divorciada da ação ou do pensamento crítico. Assim também cremos que os problemas das crianças e o das pessoas que se esforçam para protegê-las em um mundo tão cruel só podem ser superados se a nossa atuação estiver intimamente alinhada com o Comandante Maior. E isto só acontece por meio da oração! Ore conosco!

Ore conosco no Plantão de Oração da Rede Mãos Dadas!

Trata-se de um canal no youtube onde você pode registrar a sua oração por pedidos específicos de crianças. Estes pedidos foram enviados para nós durante o 21° Mutirão Mundial de Oração. Queremos honrar a cada criança e cada projeto social que se dispôs a participar enviando suas contribuições. Dedicaremos todas as sextas-feiras à intercessão.

Interceda pelos motivos de oração das crianças da Rebusca. Entre lá, e escreva sua oração!

Participe! Não pare de orar!

Ore pelas crianças do Rebusca (Turma Responsabilidade)!

Ore conosco no Plantão de Oração da Rede Mãos Dadas!

Trata-se de um canal no youtube onde você pode registrar a sua oração por pedidos específicos de crianças. Estes pedidos foram enviados para nós durante o 21° Mutirão Mundial de Oração. Queremos honrar a cada criança e cada projeto social que se dispôs a participar enviando suas contribuições. Dedicaremos todas as sextas-feiras à intercessão.

Interceda pelos motivos de oração das crianças da Rebusca. Entre lá, e escreva sua oração!

Participe! Não pare de orar!

Ore pelas crianças do Rebusca!

A nossa dica de hoje é a Campanha “Defenda-se!” promovida pelos Maristas. O vídeo abaixo faz parte de uma série de nove pequenos vídeos que podem ser usados em sala de aula para ajudar na proteção das crianças.

Esse vídeo informa que a criança deve estar sempre atenta à situações que possam lhe causar constrangimento, como por exemplo carinhos que não são legais .

Orienta que a criança não deve ter medo nem vergonha de se defender: Sempre que algo estranho acontecer, a criança deve contar para algum adulto de confiança o que aconteceu, ou ligar para o número 100.

Vale ressaltar que a violência sexual acontece principalmente dentro de casa e que essa pessoa de confiança pode não ser da família da criança.

Denuncie!

Realização: Maristas

Contato:  barbara.pimpao@solmarista.org.br

Ore conosco no Plantão de Oração da Rede Mãos Dadas!

Trata-se de um canal no youtube onde você pode registrar a sua oração por pedidos específicos de crianças. Estes pedidos foram enviados para nós durante o 21° Mutirão Mundial de Oração. Queremos honrar a cada criança e cada projeto social que se dispôs a participar enviando suas contribuições. Dedicaremos todas as sextas-feiras à intercessão.

Interceda pelos motivos de oração das crianças da Rebusca. Entre lá, e escreva sua oração!

Participe! Não pare de orar!

Ore pelas crianças do Rebusca!