O Exército de Salvação, irá promover entre os dias 17 a 19 de maio o Curso Claves Brincando nos Fortalecemos para Enfretar Situações Deifíceis.

 

Para mais informações, entre em contato com a Roseli.
E-mail: social@bra.salvationarmy.org
Telefone: (11) 5591-7070

 

As inscrições vão até o dia 29/04 e as vagas são limitadas!

 

curso_claves_exercito

No 21° Mutirão Mundial de Oração pelas Crianças Socialmente Vulneráveis, queremos desafiar organizações sociais, escolas, igrejas a participar do intercâmbio de oração com crianças de muitos lugares do Brasil. As crianças do seu projeto social, escola ou igreja, produzirão um pequeno vídeo contendo seus pedidos de oração. A Rede Mãos Dadas colocará vocês em contato com um outro grupo de crianças em uma outra organização, igreja ou escola. Eles por sua vez enviarão para vocês seu apelo de oração em formato de vídeo. Está feita a troca!

Na semana do mutirão de oração, as crianças assistirão ao vídeo com o apelo de crianças de um outro lugar e orarão por elas como parte de suas outras atividades de intercessão relacionadas ao mutirão.

E aí, sua organização topa este desafio? Contamos com você!

Assista ao vídeo acima e faça como o coorenador Lucas Rolim da Rebusca e seus alunos!

 

Veja mais informações de como realizar a atividade  e incrições (AQUI!)

Participe do Mutirão Mundial de Oração 2016 (Clique aqui!)

congresso-janela

Partcipantes do Congresso Janela 4/14

O ProSertão realizou o Congresso Janela 4/14 entre os dias 11 a 13 de março. O tema abordado foi: “Continue crescendo“.

O evento foi direcionado para o discipulado com crianças, mostrando a importância do investimento nas crianças de nossa geração e o que fazer para não perde-las.

A realização do congresso contou com a participação: do preletor Pastor Dalierson da APEC de Maranhão que abordou sobre “Evangelismo criativo e discipulado”, com uma proposta inovadora. Juntamente com sua esposa a missionária Ediane Sarrazin, levaram os participantes a enxergar uma maneira prática de construir um bom relacionamento para com as crianças e ensiná-las os caminhos de Jesus para que se tornem parecidas  com Ele.

A educadora cristã, professora da Faculdade Batista em Belém (PA), Keylla Ciane Martins, que também é coordenadora de um projeto entre crianças e adolescentes, palestrou sobre o tema “Lidando com o abuso”. Continue lendo →

Por Elsie Gilbert

Priscila mora na Ilha Grande (RJ) e é professora da escolinha da Praia Longa, uma escolinha que tem ao todo 23 alunos distribuídos em duas salas de aula. Uma sala acolhe crianças do maternal até o primeiro ano, e a outra do segundo ao quinto ano. Há alguns anos, ela estava sozinha na escola, responsável por tudo. Começou então a orar e jejuar, pedindo ao Senhor que enviasse ajuda, e mais, que a pessoa escolhida por ele, fosse também temente a Deus.

2016.02.29_Angra_dos_Reis_X-E2-2 (1)Suelen foi a pessoa escolhida. Todos os dias, ela e sua filha percorrem o trajeto que começa no bairro onde moram em Angra dos Reis até o cais, e de lá, de barco até a Praia Longa, na Ilha Grande, Angra dos Reis. O trabalho que realizam com as crianças (em geral, filhos de pescadores e pessoal envolvido nos serviços básicos do turismo local) é feito com profissionalismo e dedicação, mas acima de tudo com muito temor e confiança em Deus. Elas estão muito conscientes dos perigos que rondam as crianças, tanto os naturais como os relacionados à violência da exploração sexual presente na ilha por ser destino turístico muito procurado. Pensando nisto, querem se mobilizar para fazer uma segunda edição da Campanha de Vacinação1 antes do início das Olimpíadas, em agosto próximo.
Continue lendo →

FLTA Faculdade Luterana de Teologia – FLT está oferecendo o curso de pós-graduação LATU SENSU em Terapia Familiar Sistêmica. O curso oferece um enfoque sócio antropológico da questão da família; analisando as várias configurações que a família já teve ao longo da história e o conceito de família atual. Busca o entendimento sistêmico da família e as formas de tratamento dos desajustes que surgem no seio da mesma a partir desta cosmovisão; além disso, procura tornar o aluno apto a agir em intervenções primárias e secundárias em busca de uma saúde integral do indivíduo e da família. Continue lendo →

Leia também Salvando a vida de uma mãe – 1

 

Passo a passo 91 _ imagem 4Práticas culturais prejudiciais
Algumas práticas culturais aumentam a probabilidade de uma mulher morrer no parto.
DDDDDD
CASAMENTOS INFANTIS
As meninas e as mulheres com menos de 20 anos podem sofrer problemas no trabalho de parto porque o seu corpo ainda não está pronto. A probabilidade de morte no parto entre as meninas de 10 a 14 anos é cinco vezes maior, e, entre as meninas de 15 a 19 anos, é duas vezes maior.
DDDDDD
CIRCUNCISÃO FEMININA
A alteração do corpo de uma menina através do corte de partes dos órgãos genitais é muito prejudicial. A circuncisão feminina (às vezes chamada de mutilação genital feminina, ou MGF) é praticada com frequência em comunidades onde a fertilidade das mulheres é altamente valorizada. Contudo, estudos mostram que ela torna muito mais difícil para as mulheres terem um parto seguro. As cicatrizes no local dos cortes e a infibulação (costura do canal do parto) impedem o parto normal. Uma mulher que sofreu cortes frequentemente precisa de cuidados de saúde mais especializados, os quais podem não estar disponíveis no local e podem ser excessivamente caros. Isto aumenta o risco de morte tanto para a mãe quanto para a criança.

Continue lendo →

Passo a passo 91 _ imagem 3

Enfermeira verificando o batimento cardíaco de um bebê.

É trágico quando uma mulher morre ao dar à luz. A família muda para sempre. Precisamos perguntar “Por que ela morreu?”. Geralmente não há apenas uma só resposta para esta pergunta. Com frequência, há vários problemas misturados. Imagine vários pedaços de cordão emaranhados formando uma bola. É preciso desemaranhar a bola para ver os diferentes pedaços de cordão. Então, os problemas ficam mais claros, e podemos começar a ver algumas soluções.

Fatores médicos

Quando uma mulher morre numa clínica ou num hospital, os fatores médicos que levaram à sua morte são escritos no prontuário como a causa oficial da morte. Se os exemplos abaixo parecerem assustadores, lembre-se de que eles dizem o que deu errado no corpo da mulher, mas não dizem nada sobre outros fatores, como, por exemplo, se ela teria sobrevivido caso tivesse recebido ajuda mais cedo. A maioria destes problemas médicos não levam à morte se forem reconhecidos e tratados com tempo suficiente. Continue lendo →

CNAS_2O período para o envio de documentos dos segmentos interessados em participar do processo eleitoral da representação da sociedade civil no Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS– Gestão 2016 a 2018 – iniciou-se em 1º de fevereiro e encerra-se no dia 2 de março de 2016. Os representantes ou organizações de usuários, das entidades e organizações de assistência social e das entidades e organizações dos trabalhadores do SUAS devem apresentar o pedido de habilitação com a documentação exigida,  conforme dispõe a Resolução CNAS nº 14/2015.

São duas as formas de participação das organizações da sociedade civil nesse processo importante para o Controle Social: elas podem solicitar habilitação como ELEITORA ou como CANDIDATA. Cabe esclarecer que toda candidata é automaticamente eleitora também no processo eleitoral.

A decisão sobre a análise dos pedidos do processo eleitoral será divulgado no dia 15 de março, conforme calendário de eleição. Fique ligado e não perca o prazo.

Confira abaixo o calendário do processo eleitoral CNAS. Continue lendo →

Claves_2

As inscrições para o curso Brincando nos Fortalecemos para Enfrentar Situações Difíceis do CLAVES está acabando.

Interessados deverão entrar em contato com a Tânia Marques nos contatos abaixo.

 

Objetivo

  • Dar aos participantes ferramentas essenciais para o desenvolvimento de oficinas de prevenção â violência doméstica e abuso de crianças e adolescentes;
  • Introduzir os conceitos fundamentais relacionados à temática dos maus tratos e da violência sexual;
  • Identificar sinais de violências sexuais em crianças e adolescentes e agir de maneira adequada;
  • Conhecer e reduzir os fatores de risco ou potencializadores do surgimento do problema;
  • Aumentar os fatores protetores das crianças e adolescentes, fornecendo-lhes um repertório de estratégias e solução de problemas.

 

Data:
10/03 – 18:00 horas às 22:00 horas
11/03 – 08:00 horas às 18:00 horas
12/03 – 08:00 horas às 18:00 horas

Continue lendo →

Mais de um bilhão de pessoas (uma em cada seis pessoas no mundo) sofrem de uma ou mais doenças que a Organização Mundial da Saúde chama de “doenças tropicais negligenciadas”. Estas doenças podem debilitar (enfraquecer), deformar, cegar e matar. Neste artigo, compartilhamos alguns conselhos práticos sobre quatro doenças, uma em cada categoria.

Grande parte do material deste artigo foi retirada de Where There Is No Doctor: a village health care handbook for Africa, (Onde não há médico) de David Werner, com o nosso agradecimento à editora, Hesperian, por permitir sua utilização.

 

Passo a passo 83 _ imagem 2MATAR – Dengue

A dengue propaga-se mais em áreas urbanas e semi-urbanas e não é tão comum nas áreas rurais. Ela possui sintomas semelhantes aos sintomas da gripe, mas é mais grave. O tipo chamado dengue hemorrágica pode matar dentro de um período de 12 a 24 horas após a pessoa infectada ter apresentado insuficiência circulatória e choque. A maioria dos países da América Latina e da Ásia é afetada pela dengue hemorrágica, e esta é uma das principais causas de mortalidade infantil na Ásia.
Causa – Vírus transmitido por mosquitos Continue lendo →