Por Elsie Gilbert

Me ajude a ir direto ao Guia do Mutirão!

Nos anos 60, uma equipe de missionários da Missão Novas Tribos fez contato com um grupo de índios no interior de Rondônia que se chamavam Pacaás Novos. Os missionários ficaram assustados porque o número de crianças na aldeia era muito pequeno! Eles tinham parado de ter filhos. Sem filhos, eles iam desaparecer. Os missionários descobriram que os índios estavam fazendo isto de propósito porque sentiam que não havia esperança para eles. Eles tinham muitos conflitos com as populações não-índias ao redor deles. Já estavam cansados de tantas mortes, ou por violência dos fazendeiros vizinhos, ou por doenças. Por isto, tinham decidido que não era certo criar filhos para terem o mesmo destino. Os missionários contam que presenciaram mulheres cuidando de cachorrinhos como se fossem bebês porque desejavam ser mães mas não podiam. A situação era muito triste!

 

Depois de um certo tempo, com os cuidados médicos que os missionários começaram a dar e com as informações sobre como se relacionar com as populações vizinhas, os índios voltaram a ter esperança e começaram a ter filhos novamente.

 

PRINCÍPIO PARA SEMPRE LEMBRAR: Esperança é uma expectativa positiva quanto ao futuro baseada no que sabemos e acreditamos hoje. A esperança me diz como eu devo me comportar hoje por causa da projeção que eu faço quanto ao futuro.

Isto vale tanto para os cristãos como para os não-cristãos. Por exemplo, os pais colocam os filhos na escola e se esforçam para que os filhos aprendam muitas coisas porque acham que no futuro as pessoas que tiverem uma boa formação, também terão bons empregos e boas oportunidades.

Essa história é a introdução da Dinâmica para Crianças: Orando com Esperança, que está no guia do Mutirão Mundial de Oração 2019. A dinâmica leva as crianças a explorar o conceito bíblico de esperança:

  • A esperança que só os cristãos compartilham;
  • A esperança produz frutos;
  • A esperança se compromete com a oração;
  • Atividades.

Participe conosco! Baixe a dinâmica! Ela está nas páginas de 11 a 15 do Guia

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>