Coragem se aprende desde cedo!

Quanto mais as crianças crescem, mais “vivas” se sentem, os sentidos se aguçam e vem o interesse em explorar e descobrir, que se tornam aprendizado. Veja abaixo um trecho do livro “O Direito de Brincar – Guia Prático para Criar Oportunidades Lúdicas e Efetivar o Direito de Brincar” sobre as necessidades na primeira infância (18 meses a 3 anos) e algumas sugestões para brincar.

Exploradores!

Crianças com idades compreendidas entre 1 e 3 anos são grandes exploradoras de seu ambiente físico e de todos os objetos que estão ao seu alcance. A segurança é uma necessidade primordial e elas precisam de um lugar seguro para brincar e de supervisão constante.
Além de testar por meio do brincar as características de qualquer item que elas possam ter em suas mãos, elas também gostam de escalar, correr e escorregar.

Elas adoram água, areia e lama. Começam, também, a usar a imaginação para que um pequeno bloco se torne um “alimento”, uma caixa se torne um “carro”, e assim por diante. Elas aprendem a dizer “não!” e podem ser teimosas e ter acessos de raiva quando se sentem frustradas.
Essas crianças brincam com outras crianças, mas raramente se envolvem ativamente com elas.

Sugestões para brincar

• Tanques de areia e brinquedos específicos para areia. (certifique-se da higiene do local)
• Brincar com água.
• Patinetes de plástico e brinquedos de rodas.
• Brinquedos de montar e desmontar, blocos ou brinquedos de empilhar.
• Balanços, como os feitos com pneus que possam segurar a criança com segurança.
• Escaladas: trepa‐trepas, caixas de papelão para que possam subir.
• Coordenação: quebra‐cabeças fáceis (quatro peças), quebra‐cabeças embutidos.
• Arte: giz pastel, pintura a dedo, massinha, materiais pegajosos e com gosma.
• Histórias e livros interativos, com páginas mais grossas e texturas diferentes.
• Tendas, cabanas, “casinhas” embaixo da mesa.
• Brinquedos mais macios, bichinhos de pelúcia, bonecas e carrinhos de bebê, caminhões, pequenos, carros e bolas.

Que tipo de brincadeira, as crianças da primeira infância, mais exploram?

________________________________________

Veja mais baixando o PDF do livro “O Direito de Brincar – Guia Prático para Criar Oportunidades Lúdicas e Efetivar o Direito de Brincar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>