Três opções de programa: (1) com Papai Noel, (2) sem o velhinho mas com com as suas promessas, (3) sem Papai Noel. Estas eram as opções no fim de semana dos dias 30 de novembro e 01 de dezembro deste ano para os moradores de Jequié, BA.

Eu estava lá a convite de Endres Netto Barros, diretor executivo de uma ONG recém-formada, o Instituto Sublime Tarefa.

Grande foi volume das vozes das crianças!

Este projeto conduziu atividades de musicalização infantil com 40 crianças de 6 a 12 anos de um bairro periférico da cidade—conhecido  como Km 2 e Km 3 na BR 116—durante todo o ano de 2012, e queria celebrar o seu primeiro aniversário.

No hotel localizado no centro da praça, eu tentava dar os toques finais à minha palestra que seria pronunciada logo após a apresentação da primeira cantata do Coral Encanto, coral formado pelas 40 crianças do projeto Sublime Tarefa. Revia o que eu queria dizer sobre a criança para o povo de Deus daquela cidade, quando ouvi um outro convite pelo auto-falante de um palco montado na praça. “Papai Noel estará na praça de Jequié, logo mais às 19:00. Venham prestigiar…” À voz do locutor se seguiu a tradicional música instrumental “Jingle Bells” e alguns fogos de artifício meio tímidos.

Anteriormente, eu tinha sido abordada por um casal de muito boa aparência na copiadora da mesma praça que me convidara para um outro evento. Este seria realizado num auditório de uma escola local e prometia resolver todos os meus problemas, principalmente os financeiros. Descobri que eu e o casal estávamos hospedados no mesmo hotel. O homem, muito motivado, me explicou que a oportunidade de negócios que ele anunciava já tinha feito do seu fundador um multi-milionário. O convite era bem misterioso porque ele só revelava o milagre mas para obter a fórmula milagrosa era necessário ir assistir a sua palestra. O mais curioso é que sua fala era permeada por linguajar evangélico e referências bíblicas.

Então, eram três as opções anunciadas para os cidadãos daquela cidade do sudoeste bahiano, Jequié, um entreposto comercial com seus quase 200.000 habitantes: ver o Papai Noel na praça central, ouvir segredos revelados sobre como se tornar um milionário, ou prestigiar 40 crianças pobres na sua primeira apresentação musical pública e ouvir sobre “O potencial espiritual da criança”, tema da minha palestra. Uma opção fazia um esforço tímido de trazer o Papai Noel para o centro das atividades comerciais de final de ano, outra opção fazia um grande esforço de trazer o lucro e sua promessa de uma vida melhor para o centro das preocupações de cristãos, homens e mulheres tementes a Deus daquela cidade.

A terceira opção fazia um grande esforço de celebrar os pequeninos, os pequeninos do Reino. As 700 pessoas presentes, as que escolheram a terceira opção, foram recompensadas em sua escolha. Muitos foram os olhos cheios de lágrimas, grande a energia e animação das crianças, enorme o volume de suas vozes. Mães não se continham e se levantavam para tentar tirar aquela foto mais próxima, pais sentavam emocionados e encabulados com as suas próprias emoções. Os músicos entraram no espírito das crianças e começaram a improvisar alguns acordes com seus instrumentos, rindo e se divertindo com a surpresa que causavam nos colegas. Que noite linda! Comecei a sentir que a minha fala se fazia totalmente desnecessária!

Ao final, pedi para as crianças se colocarem nos corredores. Elas pegaram nas mãos dos adultos, e estes oraram por cada uma delas. Depois, uma das crianças, orou abençoando os adultos.

Não sei o que aconteceu na praça, não sei o que aconteceu no auditório da escola, mas sei que o que aconteceu na 1ª Igreja Batista de Jequié, naquela noite, com certeza encheu o coração de Jesus–o  dono do futuro, o provedor de tudo o que temos, o Criador do Universo—de grande alegria. Ali, naquele momento, nós presenciamos o Natal que é Emanuel, Deus conosco!

Veja fotos aqui!

Elsie B. C. Gilbert

  1. Caros irmãos e irmãs, também já tive um ministério com crianças e pré adolecentes, gostei muito da idéia: Natal sem papai noel, gostaria se fosse possível um roteiro, pois já penso em colocar em prática neste ano. Grato.

    Fiquem na Paz

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>