Muitas crianças e adolescentes vivem hoje nos Estados Unidos sem a presença do pai. Estima-se que este número já ultrapasse os 25 milhões, o que representa 33% das crianças e adolescentes de até 18 anos. Sua experiência pessoal e a realidade brutal evidenciada pelos números levaram Jonh Sowers a fundar uma organização cujo nome é “The Mentoring Project”, na cidade de Portland, Oregon.

O desafio é zerar a lista de espera de crianças que crescem hoje sem a figura paterna presente em suas vidas. Trata-se de uma lista de 1.000 crianças à procura de mentores na cidade de Portland, Oregon. A lista foi criada com um processo simples de inscrição preenchido pelas mães destas crianças. Agora ele recruta mentores (pessoas dispostas a caminhar com a criança) nas igrejas, capacita-os para esta nobre tarefa, e os une a uma criança da lista de espera para uma relação de troca longa e frutífera.

Ele acredita que “Rejeição é a característica mais marcante de uma geração sem pai. A ausência paterna cria um apetite na alma que exige satisfação.” Ao descrever o que chama de anatomia de um mentor no seu livro “Fatherless Generation: Redeeming the Story”, ele afirma:

“Presença, envolvimento e consistência. Estas são as formas primordiais usadas pelo mentor para comunicar amor para uma criança. A primeira coisa que um mentor precisa estar disposto a fazer é comparecer. Sem um envolvimento constante, é impossível desenvolver num relacionamento os padrões de confiança e familiaridade. E sem consistência (firmeza e estabilidade), o mentor se torna só mais um entre muitos que entram e saem da vida da criança.”

John Sowers é também um estrategista. Está convencido de que a igreja tem um importante papel a cumprir neste cenário, se quiser ser fiel a Cristo no mundo contemporâneo. Veja o desenho abaixo que demonstra sua visão geral da atuação do “The Mentoring Project”.  Definitivamente, uma boa ideia para a realidade brasileira também!

Imagem traduzida do site www.thementoringproject.org

Fonte: “Fatherless Generation, Redeeming the Story”, Sowers, Zondervan, 2010. Trechos traduzidos  por Elsie B. C. Gilbert.

Link: http://thementoringproject.org/about/

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>