João Guilherme, 30 anos, e Olavo, 29 anos, resolveram unir uma paixão – a literatura – à vontade de empreender e ao que têm como base de fé. Foi assim que nasceu a Box95, um clube de assinaturas com sede em Brasília, DF.

Como surgiu a ideia da Box95?

Olavo teve a ideia em meados de 2014 quando viu que havia outros clubes com várias temáticas, até de livros, mas nenhum cristão. A partir de uma experiência de crise, deu início à concretização do projeto e convidou João, que se tornou sócio e contribuiu para que a Box95 tivesse o formato de quando começou.

Falem sobre o nome do projeto.

O nome remete às 95 teses de Martinho Lutero. Como as teses são um marco da Reforma Protestante, é uma boa forma de delimitarmos nossa teologia. “Box” é simplesmente “caixa”, em inglês.

Quais foram os maiores desafios na hora de criar um projeto tão focado no público cristão protestante? 

Um dos maiores desafios foi vencer a dúvida quanto a lançar um projeto envolvendo livros em um país com porcentagem tão pequena de leitores. Foi surpreendente descobrir que o cristão comprometido com a Palavra é um grande leitor de bons livros.

Como vocês enxergam a relação entre empreendedorismo, fé e paixão por uma área de atuação? Alguma dica para jovens empreendedores?

Empreendedorismo tem tudo a ver com paixão. Se não houver paixão pelo que se faz é impossível qualquer empreendimento dar certo, pois todo negócio inicial exige máxima dedicação e planejamento, e ninguém tem prazer em dedicar tempo e atenção ao que não gosta. Unir a paixão por livros à fé faz com que nossa experiência empreendedora seja especial, pois podemos perceber de forma muito clara e direta que o nosso trabalho contribui para o crescimento do reino, pela graça e para a glória de Deus.

Em quais “armadilhas” do mundo do empreendedorismo vocês, como uma empresa cristã, precisam tomar cuidado para não cair? 

Precisamos estar sempre vigilantes para não nos esquecer de que pregamos o evangelho em todas as situações e não podemos abandonar os valores éticos cristãos, custe o que custar. Ainda que levemos prejuízo, precisamos ser firmes e propagar a honestidade e a ética nas nossas relações, sempre desenvolvendo o caráter de Cristo em nós.

Como a literatura e a paixão por livros influenciam o modo de viver de vocês, a relação com Cristo, com a Igreja etc.?

Ao lado da Bíblia, uma boa literatura é essencial para o amadurecimento cristão. A paixão por livros contribui para a dedicação à leitura e ao estudo de assuntos teológicos importantes. Como o estudo deve ser acompanhado de devoção, o amadurecimento intelectual deve nos fazer mais parecidos com Cristo e mais úteis nas nossas comunidades locais de fé.

Quais são os próximos planos da Box95?

Temos muitos projetos. Alguns ainda não podem ser revelados (risos), mas já começamos a divulgar que, no segundo semestre, daremos início a um projeto missionário. Hoje, nós apoiamos dois projetos missionários com parte dos recursos. Em breve, os associados da Box95 serão responsáveis pelo sustento direto de um projeto missionário próprio.

Alguma história bacana já surgiu neste tempo da empresa?

Graças a Deus temos colecionado boas histórias. Desde associados que se juntaram para pagar uma caixa específica para outro associado que não pôde pagar em determinado mês, até igrejas que fizeram assinatura para formar bibliotecas para os seus membros. Recentemente, fomos contatados por um casal de noivos que deu uma caixa da Box95 de presente para cada casal de padrinhos. Ficamos muito felizes com esses retornos, os quais nos motivam a aperfeiçoar e vencer os desafios.

  1. Geraldo Gilton de Souza

    A Paz do Senhor Jesus. Deu certo porque juntou à fé, genuína Em Jesus, coragem e fortaleza, E A Presença do Espírito Santo. Não tem como da errado.

  2. Obviamente não pode existir dicotomia , pois , fé e trabalho , ou seja, a vocação celestial se funde na vocação profissional ) uma vida cristã na sua integralidade , tendo em vista um dos sentidos da fé cristã ( ou fé operosa / 1Ts 1. 3 , que glorifica a Deus.

    Pr Sérgio Rezende

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>