Aquarela “Amizades e Árvores”. Frase de Phelipe Reis e ilustração de Ludmilla Reis.

Por Phelipe Reis

A internet nos possibilita conhecer coisas e pessoas que dificilmente teríamos acesso de outra maneira. Para quem aprecia a arte, de forma geral, como eu, há infinitas possibilidades de encontrar muitas obras bonitas por aí.

Foi assim, despretensiosamente, que encontrei, quer dizer, fui encontrado pela arte da Ludmilla Reis. Apesar de termos o mesmo sobrenome e não sermos parentes, o que chamou minha atenção não foi isso, mas sim a simplicidade, a delicadeza e a singeleza das pinturas da Lumdilla, com cores, figuras, tonalidades e palavras que me transmitiam paz e serenidade.

>> A Arte não precisa de Justificativa <<

Ludmilla é de Pouso Alegre (MG) e desde criança gosta de pintar, desenhar e fazer pequenas esculturas em biscuit e argila. Ela conta que até um tempo atrás, quando entrou para o curso de Engenharia Civil, tinha parado de desenhar e de fazer arte, por falta de tempo e estímulo.

As dúvidas e crises de uma jovem universitária, conformada com a profissão que escolheu, fizeram a jovem pensar que não gostava mais de desenhar. Até o dia em que sentiu uma intensa inspiração lhe invadir. “Comecei a sentir que tinha, realmente, uma vocação; que Deus havia me criado para um trabalho que me faria muito feliz e glorificaria o nome dele”, conta.

Há cerca de quatro meses ela comprou uma aquarela. Desenhou a mulher samaritana. Daí em diante, mil ideias começaram a aparecer. Tantas que nem consegue colocar no papel. Uma de suas fontes de maior inspiração é o trabalho de Stênio Marcius, cujas canções a fazem se sentir dentro de situações e cenários bíblicos, em um relacionamento bem próximo a Jesus, como se fossem amigos.

>> A Arte e a Bíblia <<

Eu Boto Fé na arte da Ludmilla porque ela quer “colocar pessoas conhecidas, amigos, em momentos com Jesus, como se fossem os discípulos, mas com suas roupas, seus cabelos, como se não existissem os 2017 anos entre a geração que andou com Jesus e a nossa. Até porque, eu sinto que sou cada um daqueles homens e mulheres cujas vidas foram relatadas por Jesus em seus pecados, fracassos, medos, amores… Desfrutando da mesma graça”.

Veja um pouco da arte de Ludmilla na galeria abaixo e visite seu perfil no Instagram.

  • Phelipe Reis é amazonense, jornalista e missionário. Marido de Luíze e pai da Elis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>