“Tudo o que tem vida louve o Senhor!” (Salmo 150.6)

O livro de Salmos termina com essa magnífica doxologia, que é um excelente convite à adoração. Cada versículo nos convida a louvar, instruindo-nos onde, como e por que devemos expressar nosso louvor a Deus.

Se não sabemos onde devemos adorar, a resposta é: “Em seu santuário” (numa referência ao templo de Jerusalém) e “em seu magnífico firmamento” (v. 1). Assim, os céus e a terra, os anjos e os seres humanos, unem-se para louvar a Deus.

Por que devemos adorar? Devemos louvá-lo “por seus feitos poderosos” e pela “imensidão de sua grandeza” (v. 2). Israel nunca se cansou de celebrar a Deus pelos seus atos poderosos de criação e de redenção.

Como devemos adorar a Deus? Usando todo tipo de instrumento que se possa imaginar: de sopro, de cordas e de percussão. A “trombeta” (v. 3), sem dúvida, se refere ao chifre de carneiro, usado até hoje nas sinagogas. Segundo um comentarista, alguém com prática nesse instrumento “pode fazer um barulho considerável com ele”. Os outros instrumentos são mais ou menos identificáveis. Assim, a orquestra está reunida. Os adoradores devem soprar o chifre, tanger a harpa, bater nos tambores, tocar as cordas, soprar a flauta e fazer soar os címbalos.

Há ainda uma última questão, relacionada a quem deve adorar a Deus. A resposta do salmista inclui “tudo o que tem vida” para louvar ao Senhor (v. 6). Talvez ele esteja incluindo os animais, pois neles também há “o fôlego de vida” (Gn 6.17), mas parece mais provável que ele esteja se referindo à toda raça humana. Às vezes, quando estamos adorando a Deus no culto público, ouvindo o coro cantando e o órgão ou outros instrumentos tocando, somos transportados para além de nós mesmos e nos unimos aos anjos, arcanjos e a todo o exército celestial ao redor do trono de Deus.

Nossa adoração, no entanto, não deve se restringir ao período de culto nas igrejas. Pelo contrário, enquanto o fôlego da vida estiver em nós, devemos louvar ao Senhor.

Para saber mais: Salmo 150

 

Texto originalmente publicado em A Bíblia Toda, o Ano Todo, Editora Ultimato.

 

Leia mais:
» Louvor, Adoração e Liturgia, Editora Ultimato.
» Adoração na igreja evangélica contemporânea

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *