No mês de março, a Editora Ultimato comemorou junto com a Aliança Bíblica Universitária (ABU) os 43 anos de fundação da ABU Editora e os 7 anos de parceria, desde que Ultimato passou a ser a responsável por comercializar os livros dessa editora. Atualmente Ultimato tem mais de 50 títulos da ABU em seu catálogo.
 
A seguir você pode ler um trecho de Crer é Também Pensar, de John Stott, um clássico da ABU Editora e um dos livros mais vendidos em 2017.

O apelo à santidade

Muitos segredos para a santidade nos são dados nas páginas da Bíblia. De fato, um dos maiores propósitos da Bíblia é mostrar ao povo de Deus como viver de forma digna e agradável ao Senhor. Porém, um dos aspectos mais negligenciados na questão da santidade é o papel da mente, mesmo que Jesus tenha esclarecido a questão quando prometeu que “conhecerão a verdade, e a verdade os libertará”.1

É por meio da verdade que Cristo nos liberta do domínio do pecado. Como isso funciona? Onde está o poder libertador da verdade?

Para começar, precisamos ter uma visão clara do tipo de pessoa que Deus quer que sejamos. Precisamos conhecer as leis morais e os mandamentos de Deus. Como John Owen expressa, “aquele bem que a mente não pode descobrir, que a vontade não pode escolher, que os sentimentos não podem discernir”. Ainda assim, “nas Escrituras a corrupção da mente é comumente vista como o princípio de todo o pecado”.2

O melhor exemplo disso talvez seja encontrado no começo da vida de nosso Salvador. Por três vezes o diabo veio até ele e o tentou no deserto da Judeia. Por três vezes ele reconheceu que a sugestão do diabo era maligna e contrária à vontade de Deus. Por três vezes ele enfrentou a tentação com a palavra gegraptai, “está escrito”. Não havia espaço para debate ou argumento. O problema estava resolvido na mente dele desde o começo. Porque a Escritura tinha estabelecido o que era certo. Um conhecimento claro da vontade de Deus é o primeiro segredo para uma vida reta.

No entanto, não é suficiente sabermos o que devemos ser. Precisamos ir além e empenhar nossas mentes nisso. A batalha é quase sempre ganha na mente. É por meio da renovação da nossa mente que nosso caráter e comportamento são transformados.3 Assim, as Escrituras nos chamam novamente para uma disciplina mental a esse respeito. “Tudo o que for verdadeiro” – ela afirma – “tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas”.4

Novamente, “portanto, se vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas. Pois vocês morreram, e agora a sua vida está escondida com Cristo em Deus”.5

E, uma vez mais, “quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas, quem vive de acordo com o Espírito, tem a mente voltada para o que o Espírito deseja. A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz”.6

Notas
1 – João 8.32.
2 – OWEN, John. Pneumatologia ou A Discourse Concerning the Holy Spirit. [S.l.: s.n.]: 1668. p. 111.
3 – Romanos 12.2.
4 – Filipenses 4.8.
5 – Colossenses 3.1-2.
6 – Romanos 8.5-6.
Trecho do livro Crer é Também Pensar. ABU/Ultimato, 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>