Archive for fevereiro, 2012

O Amante, o Amado e o Amor: Deus, segundo o Cristianismo

8

No âmago do cristianismo está o conhecimento de Deus. No âmago do cristianismo está o anúncio de que Deus veio até nós, e está conosco. É assim que a igreja primitiva compreendeu a revelação de Jesus Cristo, conforme a antiga profecia de Isaías:

Portanto, o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho e lhe chamará Emanuel. (Is 7.14)

Emanuel, “Deus conosco”. O Deus Cristão é outro, ou no mínimo mais do que o deus dos filósofos, por dar a si mesmo na revelação. Pois a revelação bíblica não é a revelação de uma determinada quantidade de informações, ou mesmo de informações a respeito de Deus, mas é a revelação de Deus, dele próprio em sua concretude e factualidade, como um supremo Sujeito e um supremo Objeto (não além da relação sujeito-objeto, como o quer Tillich) que se apresenta ao homem e que é um fato final, incontornável, inabsorvível para o pensamento teórico. Inabsorvível para a ciência e a filosofia, mas nem por isso sem significado (como se fosse o fato-bruto-sem-significado dos teólogos Kantianos) mas um fato que é ao mesmo tempo cheio de significado em si mesmo, e que por isso comunica veracidade ao discurso humano; um fato que não é completamente inefável, ainda que não seja completamente dizível.

Como é esse Deus Cristão? Quem é ele? (mais…)

Cristianismo & Ciência no L’Abri: neste fim de semana!

3

A relação entre fé cristã e ciência é uma das mais intrigantes e importantes na história da humanidade, tocando diretamente a vida de milhões. E mesmo que muitos sejam indiferentes a este grande diálogo, suas consequências afetam diretamente a vida social e pessoal daqueles que vivem no ocidente, desfrutando dos avanços científicos e tecnológicos e das influências religiosas judaico-cristãs na cultura.

Desde os primeiros encontros entre ciência e religião na cultura grega, com a acusação contra Sócrates de afastar os jovens da religião oficial da Polis, passando pelo conflito entre Galileu e os doutores da Igreja no século XVII, a novela da relação entre o crer e o conhecer foi envolta em capítulos de rupturas, tensões e estranhamento, além de frutífero diálogo e integração.

Porém, os vários contornos desta relação continuam vivos e presentes hoje em dia. (mais…)

Escola de Teologia e Espiritualidade do L’Abri Brasil – 2012

3

Caros leitores,

Para aqueles interessados em aprofundar seu conhecimento teológico, a Escola de Teologia e Vida Cristã do L’Abri está com inscrições abertas para os cursos de TEOLOGIA e APOLOGÉTICA. E vamos ter também um programa de estudos à distância (pela internet). Para mais informações, siga para o Blog do L’Abri! (mais…)

Chesterton e a Epistemologia da Ortodoxia

10

 

Se você discutir com um louco, é extremamente provável que leve a pior; pois sob muitos aspectos a mente dele se move muito mais rápido por não se atrapalhar com coisas que costumam acompanhar o bom juízo. Ele não é embaraçado pelo senso de humor ou pela caridade, ou pelas tolas certezas da experiência. Ele é muito mais lógico por perder certos afetos da sanidade. De fato, a explicação comum para a insanidade nesse respeito é enganadora. O louco não é um homem que perdeu a razão. O louco é um homem que perdeu tudo exceto a razão. (mais…)

Claude Goudimel

1

Claude Goudimel (Besançon, 1514 — Lione, 31 agosto 1572), compositor francês convertido ao protestantismo e morto na noite de São Bartolomeu.
Du fond de ma pensèe
Doulce Mèmoire, Denis Raisin Dadre

Todo mundo é crente. Até quem não é…

11

 

“Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra.

Creio em Jesus Cristo, seu único Filho nosso Senhor; que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos Céus, está sentado à direita de Deus Pai Todo-Poderoso, donde há de vir julgar os vivos e mortos.

Creio no Espírito Santo, na santa Igreja católica (ou universal), na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, e na vida eterna.”

 

O “Credo” Apostólico, que remonta aos primeiros séculos do cristianismo, começa (obviamente) com o verbo “crer”, como observa quase toda introdução que se escreve a ele. É claro que o Credo é antes de tudo uma confissão a respeito da fé, mas nada podemos falar do ato da Confissão sem antes considerar a natureza da crença.

Sob certo ângulo, é verdade que ocupar-se demasiado do “crer” enquanto verbo, ação e posicionamento do homem pode nos tirar completamente do foco, uma vez que o Credo jamais foi a celebração ou anúncio de uma condição subjetiva do indivíduo; pelo contrário, ele está completamente absorvido pelo objeto da crença, exatamente como o estado de crer é um estado voltado para fora, extático, intencional, tanto que enquanto falamos do interior da crença, não temos consciência de sua força ou estrutura, e sim de seu interesse.

E talvez pudéssemos nos mover diretamente para isso que é o nosso interesse comum, não fosse “a crença” em geral e “a crença religiosa”, em particular, uma questão tão controversa no mundo de hoje. E na verdade a natureza do ato de fé é realmente algo confuso na cabeça dos próprios cristãos. De modo que não há como seguir sem tocar no assunto. (mais…)

A Mensagem do Credo Apostólico!

0

Caros leitores,

a partir dessa semana iniciamos uma exposição sobre a fé cristã que passará pelos principais “símbolos de fé” do cristianismo: o Credo Apostólico, a Oração do Senhor e os Dez Mandamentos.

O primeiro deles é o Credo, que apresenta a síntese mais antiga em amplamente aceita da visão cristã de Deus. Mas antes de considerar o seu conteúdo vamos conversar um pouquinho sobre a natureza da fé; esse será o tema dos primeiras postagens. E assim que clarearmos esse assunto prosseguiremos para os temas centrais da teologia cristã!

William Lane Craig comenta sua vinda ao Brasil em Março

3

De 13 a 16 de Março será realizado em Águas de Lindóia o 8 Congresso Brasileiro de Teologia Vida Nova, com a participação do Dr. William Lane Craig, um dos mais notáveis, senão o mais importante apologista evangélico na atualidade. O Dr. Craig já participou de debates com os mais famosos e agressivos neoateístas do mundo, e seu ministério tem sido especialmente frutífero no sentido de despertar cristãos para a vida intelectual e oferecer recursos de defesa para cristãos em crise com a sua própria fé – algo que tem se revelado uma necessidade urgente para o cristianismo global, e particularmente em áreas com acelerado índice de secularização (para saber mais sobre a programação e os preletores, siga para o site do evento AQUI).

O Dr. Craig gravou recentemente uma entrevista na qual comenta a sua percepção sobre a importância da formação apologética para o momento atual da igreja brasileira, além da situação de outros países e de informações interessantes sobre o estado do debate apologético em termos globais. OUÇA O MP3 AQUI.

Francis Schaeffer para o Século 21

11

Na semana passada um dos mais importantes personagens evangélicos do século XX fez o seu aniversário de cem anos: Francis August Schaeffer. Nascido em 30 de Janeiro de 1912 em Germantown, Pennsylvania, num lar completamente secularizado, Schaeffer viria a exemplificar uma espécie nova e, para muitos, incompreensível de vivência da fé evangélica, tornando-se o “apóstolo dos intelectuais”, como foi descrito pela revista Times em 11 de Janeiro de 1960, e para muitos um profeta para o cristianismo do século 21. (mais…)

Passe o carnaval com C. S. Lewis

0

Se você não pode ir ao Alargando as Tendas, temos uma outra dica para que você não fique entediado em casa numa maratona infinita de filmes. O L’Abri Brasil realiza, entre os dias 17 e 21 de fevereiro, um retiro estendido com o tema O Universo de C. S. Lewis. Para participar, envie um e-mail para labri.brasil@gmail.com ou visite o L’Abri. Dica do blog Ultimato vem.

Quer saber mais? Visite o blog deles.

Go to Top