Ontem

Bio 01
1962:nasci na cidade de Itajaí, em 20/8/1962.

1976: tomo importante decisão na vida: andar com Cristo.

1977: mudei-me com meus pais para Florianópolis.

1978: ganhei meu primeiro violão e começei a aprender os primeiros acordes e escrever as primeiras composições. Recebi grande incentivo e orientação do músico e compositor Omilton Lafuente.

1979: junto com meus amigos Sylmo Anderson e Luciano Campos, fiz as primeiras gravações caseiras em fita K7.

1980: ganhei um festival de música cristã (o Fecrimusa), em Florianópolis. O coração ferve de vontade de servir a Cristo como pastor. Grandes decisões na vida.

Bio 021981: começo a estudar teologia no Seminário Presbiteriano do Sul, em Campinas (SP). No seminário, passei momentos memoráveis na Sala de Metidação, orando, lendo, cantando e compondo.

Em Campinas, passo a conhecer os livros e as idéias de Martin Buber, Dietrich Bonhoeffer, C. S. Lewis, Emil Bruner, Kierkegaard, Nietzsche, Karl Barth, Moltman, Paulo Freire, Rubem Alves…

Tempo de aprendizado da cultura brasileira, tempo de visitar o interior de São Paulo, Minas, Rio de Janeiro, Paraná. Tempo de intensa composição musical. Redescoberta de Carlos Drummond, Mário Quintana, Adélia Prado, Euclides da Cunha…

Tempo de convivência com grandes amigos: Achiles Malta, Marcos Albuquerque, Gilney H. Kiel, Luiz Carlos Ramos, Célio Voigt, Wilson Costa, Lênio Chaves…

Bio 031983: conheci Ruth num Congresso de jovens da IPB em Itajaí. Nesse tempo, ela morava em Blumenau. Começamos a namora, a canção “É bem melhor serem dois do que um” é desse tempo.

1984: termina o meu curso de teologia, tempo de grandes indefinições e virações, finalização da monografia e trabalho de exegese, sob orientação do Waldir Berndt.

1985: o Presbitério decide me enviar para Criciúma, para pastorear a Igreja Presbiteriana de Criciúma. Casei-me com Ruth. Foram anos de muito aprendizado, lutas, adaptação e sonhos.

1987: retorno aos estudos, matriculando-me no curso de Letras da Unesc.

1988: nasce nossa filha Johana, alegria nossa, um encantamento.

1989: passamos a morar em Florianópolis, pastoreando agora a Igreja Presbiteriana de São José. Transfiro-me para a UFSC. Nesse tempo, formamos um grupo musical inesquecível para mim: o Terra. Murilinho, Sylmo, Alexandre, Bia, Samuel foram meus companheiros em apresentações em igrejas, no Festival Universitário da Canção, da Furb, e até num bar do CIC, em Floripa.

1990: compus a canção “Paz e Comunhão”.

1991: retorno para Criciúma.

1992: termino o curso de Letras pela Unesc e ingresso no Mestrado em Literatura Inglesa da UFSC, Florianópolis.

1994: sou chamado para lecionar pela primeira vez no ensino médio e fundamental, no Colégio de Aplicação da Unesc. No mesmo ano começo a lecionar no curso de Letras.

Para grande surpresa minha, fico sabendo que o Grupo Milad gravou a canção “Navio Negreiro”. João Alexandre me procurou e o Quarteto Vida gravou “Paz e Comunhão” e “Navio Negreiro”.

1996: envio as canções que farão parte do CD Fina Esperança. No mesmo ano, com o apoio da Luz para o Caminho e arranjos de João Alexandre, gravo o CD Claridade em 1996. Defendo minha dissertação de Mestrado e sou aprovado para ingressar no Doutorado da UFSC.

1997: nasce Júlia, nossa alegria.

1998: junto com o André Bousfeild, começo mais um projeto, o CD Vôo de Pássaro.

Bio 041999: começo a gravar mais um CD com o apoio da Luz para o Caminho: Cantos e Sonhos, produzido em Casa Branca (SP).

2000: produção e gravação do CD e livro infanto-juvenil Amigos de Jesus, com Geziel Freitas e Gladir Cabral. Defesa da tese de doutorado em agosto.

2000-2003: composições para “A Turma da Arca”, trabalho de vídeo produzido pela LPC. Termino meu ministério na Igreja Presbiteriana de Criciúma, mas continuo morando na cidade.

2002: começo um grupo de estudo bíblico em Tubarão.

2003: apoio o nascimento da comunidade presbiteriana da Trindade, em Florianópolis.

2004: gravação e lançamento do CD Luz para o Caminho, produzido em Criciúma. Primeiros passos da Igreja Presbiteriana na Trindade.

Bio 05

Nenhum comentário ainda.

Nenhum trackback ainda.