Roberto Diamanso

um tecelão e um tear

Eis aqui mais uma canção de Roberto Diamanso. Poesia pura.

Nós temos as linhas musicais
Eu tenho as cordas das minhas
Voz e viola

Se não encanto enquanto canto
E o que toco não te toca
A porção que me toca
É calar

Mas quando todas as linhas
Se engancham nos teus pontos
A ponto de te emocionar
Começa a se “delinearte”
De ambas as partes

Ficamos ao Deus dará
E Deus nos deu
Nos deu lã para a canção
Fez-nos de um só coração
Um tecelão e um tear

imagem.JPG

dia de festa

O último final de semana foi de festa para mim. A Igreja Presbiteriana na Trindade recebeu a visita de Roberto Diamanso, América, Ariel, Glauber Plaça e Cris. Que maravilha. Muita música, muita reflexão, muito aprendizado, muita correria e muita comunhão. Na apresentação do sábado à noite, no Fé e Café, as canções do Diamanso e as do Glauber se encaixaram de modo impressionante. Não dava tempo nem de respirar, só para agradecer.

diamanso-e-glauber-004.jpg